segunda-feira, 10 de setembro de 2007

O que está acontecendo com as Testemunhas de Jeová tão conhecidas por seu apartheid religioso? Seria uma alegria vê-las diminuir seu rancor por outras religiões ou mesmo vê-las dialogando com outras denominações sobre problemas do dia a dia e que vise o melhoramento do ser humano, mas as TJs tem uma opinião firme sobre isso. Vejamos o que dizem elas em sua revista a “Sentinela 15/12/1980, p.7:
“O “copo” e a “mesa” dos demônios encontram-se em “Babilônia, a Grande”. Ela ensina mentiras, difama a Jeová Deus e tem sido usada por Satanás para desencaminhar a inteira terra habitada. (Rev. 12:9) Portanto, como podem os verdadeiros servos de Deus ter algo em comum com quaisquer das religiões deste mundo?”
A revista Despertai de 22/08/1997, p.27 também é enfática:
“Outro ponto sensível é a atitude negativa das Testemunhas de Jeová com relação ao contato inter-religioso, e sua rejeição do ecumenismo. Elas acreditam que o mundo cristão traiu a Deus e a Bíblia, e que todas as outras religiões são um erro desastroso. As Testemunhas de Jeová comparam essas religiões à ‘meretriz de Babilônia’, e sustentam que estas terão o mesmo destino dela. Uma edição recente de ‘Despertai!’ diz que o fim de várias religiões está próximo, e que a única religião que permanecerá é a que as Testemunhas de Jeová pregam”.
Agora me respondam com toda sinceridade, porque agora as Testemunhas de Jeová estão em eventos com outras religiões para dar sua opinião? Se conforme elas todas as outras religiões não servem e só elas detém a “verdade” por que agora esses encontros? Com certeza mais uma de suas contradições! Vejam a reportagem sobre o evento.

Aborto não, contraceptivos sim
2006/11/07 16:59
Movimentos islâmicos, budistas, hindús e testemunas de Jeová reuniram-se

A maioria dos movimentos religiosos presentes esta terça-feira num seminário em Lisboa manifestou-se contra o aborto, tendo alguns defendido a utilização de métodos contraceptivos pelos casais.
«Se o aborto for feito para salvar a vida da mãe, então é permitido, caso contrário não», disse à agência Lusa o líder espiritual da comunidade islâmica em Lisboa, sheik Munir. O responsável justificou a posição contra o aborto com o facto de o Islão permitir a prevenção da gravidez.
«Consideramos que nessas condições é uma injustiça abortar», disse o líder espiritual, acrescentando que a gravidez é vista como «uma bênção».
Também o representante da União Budista de Portugal afirmou que o aborto não é aceite pela sua religião, que considera um «acto negativo interromper involuntariamente uma vida».
«Aceitamos a contracepção, desde que não seja abortiva. Porque consideramos que há uma vida que se está a formar desde o primeiro momento da concepção», disse Paulo Borges.
As Testemunhas de Jeová também são contra o aborto, porque acreditam que a «vida é uma dádiva de Deus, por isso, cada um tem obrigação de respeitar e bem tratar aquilo que lhe é dado», afirmou Orlando Teodoro.
De acordo com o representante daquela confissão religiosa, as Testemunhas de Jeová «não praticam o aborto, não bebem e não fumam».
O representante da Comunidade Hindu, José Carlos Calazans, afirmou que o hinduísmo «não defende o aborto ou qualquer outra forma de interrupção da vida».
Link da informação....agradecimentos a Deise pela informação.


4 comentários:

  1. eu não entendii...

    aii naum tirou minha duvida se os testemunhas de JEOVÁ aceitam ou naum o aborto.

    bjOox

    ResponderExcluir
  2. Não aceitam o aborto, apenas em casos que a vida da mãe corre risco de vida!

    ResponderExcluir
  3. As Testemunhas de Jeová são sim contra qualquer coisa que atente contra a vida (neste caso o aborto), como a maior parte das religiões são. É sim aceito o aborto somente se a mãe correr risco de vida.

    ResponderExcluir
  4. Marcon.
    Pelo que eu entendi, o Pascoal expõe para análise o fato de que os TJs, são, historicamente, ferrenhos opositores contra todas as demais religiões, visto que, segundo êles, todas são dominadas por SATANAS. Pois bem, a pergunta que fica é porque agora os TJs. sentam na mesma mesa destes satanistas? Possivelmente querem aprender alguma coisa com êles.
    A questão é a seguinte: A Bíblias diz que o diabo é o pai da mentira, visto que nunca falou a verdade, e nunca praticou coisas boas. Nisto os TJs. concordam. Portanto é estranho este "acentar-se à roda dos escanecedores". Talves quieram converter satanas.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!