sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

O fato de eu tirar uma boa lição caso tivesse passado, injustamente, 10 anos na cadeia não me faria agradecer meu tempo lá dentro. O fato de eu ser traído em um relacionamento, e aprendido a escolher melhor um parceiro, não me faria pensar que seria injusto criticar a atitude do traidor, mesmo que tivesse havido bons momentos com ele. Passar por uma experiência com o câncer, muitas vezes, torna a pessoa mais humana e sensível. Mas ninguém em sã consciência diria: "agradeço ao câncer por isso".
O que percebo é que, muitos que saíram, ainda acham que as Testemunhas de Jeová é mais uma religião como as outras. Mas não é! Do mesmo modo como achava essa religião única, de modo positivo, quando estava lá dentro, agora acho de forma negativa. Não conheço nenhuma que se compare a essa e ao mal que ela causa. Ela rouba fatias de vida. Coisas que não se recupera. E nenhum benefício adquirido dentro dela se compara ao prejuízo. Seria como se eu agradecesse ao senhor de engenho por me alimentar como escravo. Tudo o que aprendemos lá dentro foi para ser usado lá dentro. Nada! Absolutamente nada tinha como intenção nos instruir para a vida fora dos seus muros.
Não esqueçamos disso. Se temos uma mente crítica hoje, é devido ao engano que sofremos. Agradeceríamos a um estelionatário por nos ensinar a não cair mais em outro golpe? Nunca esquecerei. Talvez o tempo me mostre outras coisas boas na vida que se sobreponham às marcas deixadas pela torre de vigia e me façam proferir comentários parecidos com os que dão as pessoas que já há muito tempo se desligaram dela. Mas eu nunca esquecerei o que o meu íntimo sofreu nesta organização.Posso agradecer a membros, outras vítimas. Não às Testemunhas de Jeová como Organização.


13 comentários:

  1. ...se vou ser excluido porque comentar!? afinal o unico ou unicos que podem ofender, mentir, caluniar é voces! nao é atoa que somente os perdidos comentam! afinal qual é o cristao que voltaria ao vomito por acessar um blog 'demoniaco' como o seu!?? na verdade a bem dizer so um burro como eu! rs rs bom vamos esperar 'apenas mais um pouco' e voces ja nao vao mais existir!
    o engraçado é como pode nao gostar das TJs mais fala tanto delas! bateu aquele arrependimento né!? fez cagada e agora nao pode suportar o peso de voltar pra a congregacao e se arrepender... nao é mesmo? dexa de ser burro, volta que vc sabe que é muito melhor do que ter pastor te empurrando por ai dizendo que ta tirando demonios...rssssssss

    ResponderExcluir
  2. Eu até peço desculpas ao leitores desse Blog por ter que colocar certos comentários como esse acima, mas é preciso mostrar como uma pessoa dita cristã se transforma numa pessoa tão amarga e cheia de ódio. Só consegue apenas acusar e desejar a destruição de todos...será que isso é um proceder cristão?

    ResponderExcluir
  3. é realmente dificil saber se Tjs são mesmo a religião verdadeira !
    Dentro da organização , sofrem muita pressão , você acaba tendo uma vida ligada diretamente a religião , nada mais se faz a não ser coisas para a organização .
    Você cria uma barreira para poder dar suas opiniões ...
    E acho errado pessoas serem desassociadas , pois quem erra , tem que ter mais apoio mais consideração , não ser jogado para fora .
    Gosto muito das pessoas testemunahs de Jeová , mais tem varias coisas que não concordo!

    ResponderExcluir
  4. Marcon disse:
    Há mais ou menos 15 anos, minha sobrinha fazia parte dsa Testemunhas de Jeová e as defendia veementemente. Lembro-se serta feita, qie ela conversando com meu pai-seu avô- a respeito das suas crenças, ela "debulhava" sequencia infindável de vercículos e chavões aprendidos durante a sua "catequização" no salão, de modo que não havia espaço para o diálogo, apenas ela falava. Quando seu avô conseguiu dirigir-lhe a palavra, disse-lhe uma frase que a pôs por tera . Ele disse: Tânia, minha neta, esta seita está te deixando com a cabeça cheia mas com o coração vaziu. Ela parou, encheu os olhos d`agua, pediu desculpas e saiu. Algum tempo depois, ela efrentou um problema cunjugal-seu esposo não era TJ.- cheia de esperança foi pedir aconselhamento com o ancião que apenas lhe disse: Tu sabes que êle é um instrumento de satanas. Esta foi a grande ajuda que ela recebeu. 15 dias depois ela pediu dissossiação, e hoje vive feliz com seu esposo, e servem a Deus de outra forma, numa paz perfeita.
    È uma história como tantas outras, mas esta eu acompanhei de perto.

    ResponderExcluir
  5. Achei o comentário do nosso amado Habib meio ácido, porém válido, mas a réplica do primeiro anônimo é simplesmente asquerosa! Ele fala de "volta ao vômito", mas percebemos pelas suas palavras que ele mesmo já está em um oceano de vômito espiritual.

    Ao invés de incentivar o amor de Cristo, puro e simples, fala que os ex-TJ's cometeram c...adas.

    Sinceramente, amigo, acho que quem está com fedor de estrume por aqui é vc...

    ResponderExcluir
  6. Olá
    As TJ são, na verdade uma seita que manipula de uma forma torpe as consciências das pessoas, atingem a dignidade da pessoa humana, derespeitanm os direitos humanos e a lei dos Estados.Não, não são uma organização cristã, mas uma organização americana mascarada de cristâ. Quem pensa o contrário a ainda tem alguma admiração pelas TJ, leia o que RAY Franz e tantos outros ex-,membros do CG escreveram sobre esse antro, ou ex-betelitas... Nada melhor que o testemunho de quem esteve lá dentro e com eles conviveu. E viveu. E o que ficou, e o que restou? Muita dor, pela consciência de se saber que, afinal tudo não passou de uma fraude, de um colossal embuste, dos amigos que se perderam, da vida que se perdeu e já não se recupera. O maior cego, é quele que não quer ver. Mas, quem quiser continuar embriagado com essa pseudo-religião, pois que continue... Não é por acaso que o "alimento" que vem da Torre de Vigia e do CG admoesta a que não se invista na cultura e não se siga a Universidade. Quanto mais ignorantes...MELHOR. Abram os olhos antes que seja tarde. Gonçalo Hartmann. (Lisboa, Portugal)

    ResponderExcluir
  7. Fui uma Testemunha - era mais difícil para mim - porque apesar das literaturas e reuniões e convívio eu sempre mantive a minha consciência crítica, então eu sempre enxergava. Sabia que não podia reclamar senão os irmãos diziam: ta fraca, é satanás!
    Sofri muito com uma pioneira regular, fez várias coisas erradas contra mim e minha família, denunciei, mas os anciãos se recusaram a falar com ela ou aconselhá-la, afinal ela era uma pioneira! Eu somente uma publicadora, melhor deixar para lá, assim foi feito.
    Minha vida era muito ruim naquela época, marido alcoólatra e agressor, pouco dinheiro, três filhos para cuidar, trabalho secular,críticas dos irmãos quando faltava alguma reunião por conta do extremo cansaço. Minha filha sonhava em fazer um curso superior e ter uma carreira e por isso não era vista com bons olhos pelos irmãos, eles diziam que era perda de tempo...
    Em novembro de 2001 após uma briga violenta em que quase fui morta pelo meu marido, resolvi mudar minha vida, e mudei, rompi com tudo. No começo achei que Jeová me abandonaria por conta de tudo que se aprende lá dentro. Isso nunca aconteceu.
    Sou tão feliz! Ás vezes choro sozinha e agradeço a Jeová por ser tão feliz! Minha vida mudou radicalmente para melhor, Jeová está comigo, sinto sua presença na minha vida, recorro a Ele e me responde, é minha felicidade maior, sem Ele eu seria nada.
    Mudei de endereço, antes morava num subúrbio, agora é um apartamento lindo, grande, perto de tudo, comprei carro, minha filha é engenheira formada, bem empregada, comprou um apartamento lindo, tem um belo carro, uma carreira, viaja pelo país a trabalho, o outro filho também faz faculdade de engenharia e o caçula passou num concurso muito concorrido para uma escola técnica.
    Encontrei um companheiro maravilhoso, estamos juntos a oito anos, ele me respeita muito e vivemos numa paz amorosa e harmoniosa, viajamos muito e conheço muitas cidades do Brasil e planejamos ir em breve ao exterior.
    Não tenho nenhuma queixa da minha vida atual, ás vezes tenho até medo de ser tão feliz enquanto tantos sofrem.
    Nunca senti saudade ou vontade de voltar a ser Testemunha, eu tenho Jeová comigo, é tudo que importa.
    Ele não é parcial. Aprendi.

    Josi

    ResponderExcluir
  8. Nunca fui TJ, mas minha melhor amiga, de infancia, é. Participei algumas vezes de reuniões, conheci mts pessoas desse meio. Aprendi q nao se pode discutir com alguem q pratica esta seita, pois eles sao como robôs, controlados pela torre. Tenho q reconhecer sao conhecedores natos de versiculos biblicos, mas interpretam de maneira deturpada o evangelho, na realidade quem interpreta nem sao eles, já chegam a eles ideias absurdas, formadas, que eles sao levados a aceitar pois senao sao tidos como rebeldes. O que mais me incomoda em tudoisso é o modo como eles olham para as demais religioes, as "meretrizes". certa feita, eu, participando de uma das reunioes no salao do reino, na qual acontecia um debate, ouvi este termo pelo qual eles se referiam aos evangelicos em geral e católicos. Gabando-se de que nunca ouviram falar de pedofilia, de roubos,morte, ou qualquer crime cometido por eles. Porem, se esquecem de que matam sim, quando nao permitem que seus membros recebam transfusao de sangue, alem de outros crimes e absurdos cometidos que sao escondidos pela torre vigia que diz ser a voz de Deus, além disso criticam e julgam uns aos outros, isso tambem é pecado, levando em consideração que para Desu/Jeová nao existe pecado mais sério ou pecado menos grave.E a torre vigia? onde está escrito que eles sao a voz de Deus? porque nós como pessoas que cremos, nao podemos ouvir a voz de Deus..nao podemos ter discernimento de ler a s escrituras sagradas e interpretarmos por nós mesmos? porque somente a torre vigia tem autonomia para ditar regras de vida, de conduta? porque ter uma fé tao fria e cega?

    ResponderExcluir
  9. É verdade, essa é a palavra: Robôs. Que tem a ver com outra intimamente ligada a eles: Mente fechada.
    Voce que é TJ que está lendo esses comentários, com toda certeza acha que somos pessoas ruins e maquiavélicas, eu também pensava assim e olhe que eu sempre tive uma mente mais aguçada, mas no momento em que deixar de ficar entre o "ataque" e a "defesa" e então fizer uma reflexão profunda e observar atentamente as coisas, juntamente com uma oração fervorosa solicitando a verdade de Jeová sobre a organização, terá a resposta. Vai precisar de coragem para romper. Porque será discriminado e tachado de "apóstata" ainda que não procure outra denominação religiosa e mesmo que não lance a sua ira sobre a organização.

    ResponderExcluir
  10. Questionar é a coisa que uma Testemunha não pode fazer.
    Voce pode questionar a cor da toalha do salão do reino, a cor da cortina, eu acho.
    Nunca um conceito ditado pela Sociedade, mesmo que ele tenha ou seja complexo, por exemplo, a questão do aniversário natalício, todo mundo sabe que não tem base segura, mas todo mundo obedece, ou pelo menos finge.
    Aniversário de casamento pode, prestar honra aos aniversariantes nesse caso pode.
    Sempre achei isso uma bobagem, sempre fui orientada a não discutir o assunto, a obedecer cegamente, pois estaria obedecendo ao próprio Jeová e se eu questionasse ... Satanás estaria por trás.
    Muito cômodo para a Sociedade. Granjear obediência por infringir o medo. O medo da destruição. É assim que funciona.

    Josita

    ResponderExcluir
  11. A PRESSAO PSICOLOGICA è tao grande... Isso vim a descobrir tem pouco tempo, graças a uma pessoa que abriu meus olhos.
    VIVEMOS ESSE TIPO DE PRESSAO DURANTE TODA INFANCIA e ADOLESCENCIA:
    Tinhamos 3, 4 e 7 anos quando bateram na nossa porta. A partir dai tudo começou...
    Para uma criança nao era facil estar sentada em uma cadeira 3 vezes na semana durante 5 horas, fora congressos e assembleias e estudos em familia. Ficavamos inquietos e doidos para que a reuniao acabasse logo, pois nao suportava-mos mais ter que ouvir tudo aquilo sem entender muitas vezes bolotas, alem de fome e sono que dava.
    As vezes nos nao queriamos ir na reuniao, mas minha mae (meu pai nao è cristao) insitia tanto!!! sabe o que fazia?:
    - As vezes prometia de comprar pipoca na rodoviaria depois que acabasse a reuniao;
    -Prometia de comprar broa (biscoito de milho) se fossemos na reuniao;
    -Prometia de levar na praça depois da reuniao com todos os outros irmaos. Tudo isso se fossemos na reuniao.Pense! Qual a criança que nao gosta dessas coisas? ficavamos pensando nisso durante toda a reuniao.
    Me faz lembrar quando Satanas ofereceu o mundo para Jesus: "Isso sera tudo seu se me fazer um ato de adoraçao".
    Quando rejeitavamos isso ou quando nao queriamos mesmo ir, o negocio ficava feio! o tempo ficava nublado e começava a chuver: Minha mae batia na gente, principalmente no irmao mais novo, pois era um menino muito impaciente, eletrico, como um macaco selvatico que prenderam dentro de uma pequena jaula e esta louco para escapar. Imagina! ela batia com o cinto ou com vara de goiaba. Quando nao batia antes de ir batia quando ela voltava da reuniao. Sendo assim muitas vezes cediamos ao seu desejo. A ultima vez que meu irmao mais velho apanhou ele tinha 19 anos. Me lembro eu tinha 15!! minha mae deu uma surra nele dentro do banheiro de casa porque ele nao queria ir na reuniao e ate aquela idade nao havia tomado posiçao. Sinto ate hoje os gritos que ele dava de dor sem poder se defender (meu pai nao fazia nada, acho que tinha medo dela, nao entendo ate hoje rsrs). A partir desse dia ele se batisou nao por amor a Jeova, mas para obedecer a nossa mae e nao sofrer.
    O QUE MAIS ME DEIXAVA FURIOSA ERAM AS COBRANçAS:
    - Quando vai se batizar? Vc precisa tomar decisao!
    - olha! a Talita com 11 anos ja se batizou!
    - Hoje vc nao deu comentario, porque?
    - Hoje vc nao foi no serviço de campo? porque?
    - Hoje vc tem que dar um comentario!
    - Ja marcou a sua revista?
    - Porque sua revista nao esta marcada?
    e assim por diante como todos ja sabem...
    Termino por aqui. tenho ainda muito que contar o que passamos nesse periodo, mais è muita coisa.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Como pode existir pessoas fazendo blogs ''EX Testemunhas de Jeová'' é inacreditavel acreditar que antes estava lá dentro da nossa congregacao com nossos irmaos etc etc.. e agora está aqui fazendo blogs disagradaveis. Eu me pergunto o que leva essas pessoas fazer isso? como se nao soubessem a verdade como se nao ouvesse lido a biblia antes. Será que nao tem um pingo de respeito pela palavra de Jeová? Eu nem deveria estar postando nada neste site diabolico realmente tenho que concordar com o primeiro comentario se a pessoa fez burrada ao invez de fazer essas palhacadas e falar mau do nossos irmaos ora pra Jeová e pessa a ele espirito santo e que ele ajude voce a enfrentar qualquer situacao que seja que voce está passando.

    ResponderExcluir
  13. então quer dizer que vc é inocente?
    se fosse com certeza ainda estaria lá dentro.
    eu também sou extestemunha, mas não tenho o que falar de ruim da organização.
    vc aprendeu tanto quanto eu que a organização é composta por pessoas imperfeitas,então é obvio que lá dentro exisem erros,erros esses que são acertados mediante o tempo de JEOVÁ.
    com certeza a sua expulsão não foi injustiça, mas vc agora cria um blog para desmerecer aquele que te deu a vida?
    Reconheço que fui expulsa porque cometi pecado e JEOVÁ usa seus intermediários, os ançiãos para chamar nossa atençao para nossos erros. NA época achei que seria melhor estar fora já que queria viver e fazer o que não cabe a um cristão.fui expulsa porque as outras ovelhas do rebanho precisam de constante proteção, e vc sabe disso. más associaço~es estragam bons hábitos, lembra?
    se vc se magoou com alguém lá dentro até entendo,mas daí a profanar a organização que é pura, isso é um absurdo na minha opinião.
    as pessoas seguem ocaminho que acham melhor. se vc resolveu estar fora é porque "pra vc" não foi bom,mas isso é uma opinião sua, não significa que vc está falando a verdade.
    a típica APOSTAZIA!!!
    ESSE É O
    NOME QUE PODE SER DADO PRA SUA ATITUDE.
    FAZER O QUE?
    NADA É PERFEITO.
    ~VIVO NO MUNDO, ME MAGOEI COM MUITOS LÁ DENTRO, MAS NEM POR ISSO SAIU POR AÍ BLASFEMANDO A ÚNICA PESSOA QUE REALMENTE SE IMPORTA COMIGO,"jeová".

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!