segunda-feira, 13 de agosto de 2007


Bem, o texto não vai ser sobre aquela célebre luta de Satanás para roubar o corpo de Moisés na Bíblia, mas bem que figurativamente a luta por algo já destituído de vida cabe bem nessa nossa análise sobre traços fundamentalistas.
Para ilustrar isso, frequentemente o Blog vem recebendo visitas de TJs (nem todas tem esse comportamento, vale ressaltar) que preferem usar de uma mentalidade tacanha e por vezes de uma soberba só encontrada em pessoas inflexíveis no que tange ao raciocínio e na intolerância as diferenças. Vejamos um comentário postado e sua análise sociológica apontando para um proselitismo estreito e um fanatismo extremo! O que O visitante Moisés colocou:
Não pode fugir disso é um apostata que serve ao Diabo, é montaria de Satanás. Perceba que os demônios cavalgam sobre vc como um cavalo.
Já conversei com alguns anciãos sobre as questões e acusações de sites apostatas e eles me aconselharam apenas a ter cautela, pois são induzidos pelo Diabo (coisa que eu constatei aqui no seu blog, quando vc considerou "massacre" o julgamento justo de Deus. O que vc quer, que Satanás e seus asseclas se perpetue na Terra?
Segue uma análise sociológica do comportamento por Ivo Pedro Oro:
Para eles, não há relatividade das coisas. Eles, os fundamentalistas, são os eleitos e estão no caminho da salvação, os outros estão no erro e são seduzidos pelo demônio. Em conseqüência , atiram-se no combate ao inimigo objetivo, que é o outro, o demônio, para expulsa-lo ou destruí-lo. Temem até ser contaminados pelo inimigo, ou, pelo menos, deles mantêm distância.
Como podemos observar, existe uma tentativa de generalizar tudo, ou seja, não se apercebe que na tentativa de fazer seu desejo se tornar realidade, coloca para Deus uma responsabilidade maior, nesse caso o tão sonhado Armagedom. Como a visão demonstrada por ele é maniqueísta, tende a dividir tudo em dois lados, os que estão com ele (e que nunca questiona) e os que estão fora desse círculo protetor, aí todos são considerados iníquos, seja uma enfermeira solidária, um pai de família amoroso, uma mãe esforçada ou até uma criança inocente. Pois é, segundo o pensamento estreito da Torre, essa guerra do fim do mundo ou Armagedom, tem essa peculiaridade: só se salva quem é Testemunha de Jeová, o resto, até mesmo crianças indefesas, mas que os pais não são TJs, serão aniquiladas.
Em sua explanação Ivo Pedro Oro continua: “Sendo uma forma autoritária e totalitária de gestão do religioso, líder e fiéis fundamentalistas possuem sua fé como a única verdadeira e sua verdade como o caminho exclusivo de salvação. Não se admite o pluralismo, nem a relativização, nem a democracia”.
O perfil do fundamentalista é a necessidade intensa de recuperar um passado que na realidade nunca viveu. Tenta a todo custo recuperar um paraíso perdido e com isso se esquece de tentar de alguma forma melhorar seu presente e de todos que estão ao seu redor, nisso começa um espiral do vazio que é a espera de uma solução externa e transcendente.
Erich Fromm comenta sobre esse traço da personalidade: “O caráter autoritário cultua o passado; o que foi será eternamente. Desejar algo ou trabalhar por algo que ainda não houve é crime ou loucura”.
E para concluir: por quê a necessidade de destruição de um mundo para vir a felicidade?
Erich Fromm conclui nosso texto: “Quando mais obstruído for o impulso para viver, tanto mais forte será o impulso para destruir; quanto mais a vida for realizada, tanto menor será o vigor da destrutividade. A destrutividade é o produto da vida não vivida”.


2 comentários:

  1. o sr. diz e vou parafrasear (...)coloca para Deus uma responsabilidade maior, nesse caso o tão sonhado Armagedom." e diz isto consoante uma conversa que certa TJ teve e que lhe disseram que estes blogs são originados pelo diabo. mais vale meter a culpa no diabo que figura ou personifica toda a maldade, do que disser "Deus levou esta criançinha porque a queria junto dele", não acha? mas isto também é um pouco a minha opinião pessoal.
    (..)essa guerra do fim do mundo ou Armagedom, tem essa peculiaridade: só se salva quem é Testemunha de Jeová, o resto, até mesmo crianças indefesas, mas que os pais não são TJs, serão aniquiladas."
    aqui vou pedir desculpa mas perante tal observação vou-lhe pedir alguma publicação ou orientação das TJ que diga isso, caso contrário vou achar que é uma afirmação para fomentar a revolta, vou aguardar esse extrato de publicação, já que o sr. tem acesso a ela.

    ResponderExcluir
  2. Bem essa questão de colocar a culpa no Diabo ou em Deus como você bem diz é posição pessoal...não resta dúvida porém que o refugiar-se excessivo na esperança transcendental também não faz bem a ninguém, afinal o mundo não para, mas como diria Marx, alguns necessitam por demais de ópio no sentido espiritual, infelizmente com isso corrompem a fé e a espiritualidade salutar!
    Sobre a aniquilação de crianças no Armagedom existem várias citações e até ilustrações (coisa muito feia ver crianças morrendo) mas vamos a uma das citações....Livro Raciocínios p.47 "Que acontecerá às criancinhas no Armagedom?" Resposta do livro:"Revela também que em tempos passados, quando Deus destruiu os maus, destruiu também da mesma forma as criancinhas deles. (Núm. 16:27, 32; Eze. 9:6) Deus não quer que ninguém seja destruído, portanto faz com que seja dado um aviso agora para beneficiar tanto os pais como as crianças deles. Não seria sábio os pais seguirem um proceder que resultasse em serem seus filhos considerados com favor por Deus tanto agora como no Armagedom?"
    Pascoal comentando: ou seja, os pais tem responsabilidade perante os filhos, como só as TJs vão ser salvas, as criaçinhas de outras pessoas que são eticamente confiáveis e que não praticam abuso, mas pelo simples fato de não ser TJ serão destruídos juntos com seus filhinhos indefesos...aí cabe a pergunta para uma advogada: isso é justiça? Condenar uma criança pela atitude do pai? Mesmo o pai sendo um criminoso, uma criança de hum ano de idade pode ser julgada pela atitude do genitor?? Como digo...tudo que cito é documentado e não costumo fomentar ódio e sim raciocínio e mais amor para pessoas se livrarem de pensamentos toscos e circulares como esse!

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!