domingo, 2 de setembro de 2007

A tendência de todo grupo milenarista (que espera o fim do mundo) é sempre apontar para as coisas do pior ângulo possível. É necessário a pessoa se ver sem saída, com medo e completamente necessitada de um refúgio seguro para todas as adversidades que porventura venha a ter. As Testemunhas de Jeová são um dos grupos mais enfáticos nesse quesito. A revista “Sentinela” 15/08/07 págs. 22-26 confirma isso:

“Assim, coisas más que resultam em crassas injustiças têm acontecido ao longo da história humana. A situação hoje é pior do que nunca. Por quê? Porque este mundo perverso há muitas décadas está nos seus últimos dias, passando por tempos críticos, difíceis de manejar, à medida que se aproxima de seu fim”.

Outro problema grave é que por usarem de uma falsa neutralidade política, onde não votam e nem participam como cidadãos ativos para a melhoria de sua localidade, participando de mutirões ou mesmo lutando por mais creches, postos de saúde, infra-estrutura do seu bairro, se vêem passivamente presos a condições que poderiam ser resolvidas, mas a necessidade de esperar uma destruição completa do mundo e somente pelo poder divino resolver todos os males, faz de uma Testemunha de Jeová (por melhor que seja) alienada como tantos outros da luta por uma melhora no presente. São adeptas do jargão, quanto pior melhor, pois prova que só Deus resolve, infelizmente! Vejam o texto:

“Os governantes humanos não encontram soluções para os amplos problemas que afligem a humanidade; e a situação não vai melhorar em resultado de esforços humanos... A injustiça está tão arraigada no cotidiano que os humanos não têm como eliminar. Apenas o Deus da justiça pode fazer isso”.

Outra coisa que marca uma posição fundamentalista são afirmações que somente aquele povo é que tem a verdade, somente eles são felizes, que nunca houve algo parecido e por aí vai. O complexo de Édipo espiritual, ou seja, as idéias megalomaníacas são algo constante. A Torre de Vigia continua o texto:

“Sua união é a mais marcante e duradoura na história do mundo, uma união que excede qualquer coisa que os súditos de satanás possam ter”.
“Os servos de Jeová são as pessoas mais amorosas, unidas, pacíficas e obedientes à lei que existem na Terra”.

Numa coisa eu tenho que concordar com o texto acima, realmente as TJs são as mais obedientes que eu já vi, uma obediência que infelizmente é convertida em submissão e fé cega!


Categorias:

29 comentários:

  1. Infelizmente são pessoas mal formadas e mal educadas, e sem noção da realidade das coisas que escrevem blogs assim. é com muita tristeza que vejo as pessoas usarem a liberdade de expressão para atacarem outros sem fundamentos. são blogs como estes que fomento o odio entre as pessoas de diferentes religiões. aconselho a todos os leitores primeiro a verem a realidade das coisas e depois fazerem o seu "julgamento". não me caberia a mim apontar os erros destes autores cabe antes ás pessoas, que leem este tipo de blogs fazerem uma análise mais profunda. é muito triste que digo que como advogada e defensora da liberdade de expressão e de escolha que leio este blog. sei que este comentário provalvelmente não irá ser publicado, mas pelo menos usei a minha liberdade de expressão para disser algo construtivo.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, é muito fácil fazer um comentário em direção a pessoa do que ao argumento colocado, isso é desviar a atenção para o real conteúdo do artigo! O Blog não fomenta ódio as pessoas, isso seria tipo ser exclusivista e dono da VERDADE e isso denominações religiosas como as Testemunhas de Jeová, infelizmente, praticam constantemente...é só perguntar para uma TJ quem é o "Escravo Fiel" ou os únicos que são considerados como certos que a resposta será: Testemunhas de Jeová! E o resto das crenças? São consideradas como Babilônia A Grande...todo mundo está errado só as TJs certas, e eu me pergunto? Isso não é xenofobia?

    ResponderExcluir
  3. Pois é, como advogada você deve estar acompanhando os casos de Pedofilia que a Torre de Vigia está sendo julgada...já fez até acordo e tudo...pois é, isso não se divulga e outra coisa pior, pedófilos estão sendo defendidos pela Torre para a notícia não se espalhar pela mídia...que falta de amor...antes uma Organização do que a segurança dos fiéis!
    Como sociólogo e pedagogo ainda tenho muito a divulgar sobre as doutrinas da Torre...é muito importante para as pessoas se prevenirem contra seitas que visam a desestruturação familiar e social!

    ResponderExcluir
  4. Em resposta ao seu primeiro paragrafo:
    Diga-me uma religão que não fale em paraíso, benção, esperança, afinal não é isso que leva todas as pessoas a procurarem uma religião, a fé leva as pessoas. Os católicos acham que a morte os leva ao paraíso ou ao inferno e que essa é a libertação final, os mulçumanos acreditam que tem a chave do paraíso para quando morrerem oderem ser abraçado por Alá, o judaísmo tem varias variantes acredita tanto na ressureição num mundo vindouro como na reencarnação, os hinduístas acreditam que a vida é um ciclo perpétuo (reencarnação) os budistas acreditam que o ser humano está condenado a reencarnar infinitamente após cada morte e a enfrentar os sofrimentos do mundo, as Testemunhas de Jeová acreditam que em breve a terra será um paraíso.
    Eu falo destas religiões porque são as mais comuns, mas existem tantas ao redor do mundo e todas elas acreditam num final, não entendo este artigo que expõe aqui, pelo que vejo é retirado de uma publicação das TJ, o que tem de errado? Se me quer falar em fanatismo, meu senhor vivemos num mundo de fanáticos pelo futebol, pelas novelas, pela riqueza, pelo odio. Acreditar que algo melhor pode vir acontecer é errado?


    Ao segundo paragrafo:

    Existe uma famosa frase que por acaso é retirada da Biblia, e talvez o sr. Saiba onde se situa já que acho que foi TJ ela diz assim “o homem tem dominado o homem para seu prejuízo”, isto é uma expressão bastante usual, pelo menos cá em Portugal, se virmos o que temos á nossa volta, em termos de corrupção politica, eu lhe pergunto tem fé nos politicos? Lamento mas eu não acredito em pessoas que usam e abusam do poder em seu proveito. Como já foi TJ pergunto-lhe, e vai-me desculpar a minha ignorancia neste aspecto, mas já que podemos confrontar ideias, gostaria de saber se as TJ fazem tem algum partido (pelo que li acho que não), pagam impostos ao estado, ou negam-se ? como não votam. Pagam segurança social (acho que no brasil é caixa de providência) em que parte do dinheiro deveria ir para construção de cresces escolas hospitais (coisa que nós sabemos que não real)? Porque se elas não fazem isso então sr. tem razão demonstrar esse descontentamento, que não fazem nada pela sociedade.


    Ao ultimo paragrafo:

    Eu peço desculpa, mas não percebi, porque se eu lhe disser que sou a pessoa mais feliz do mundo, e tenho a melhor familia que alguem podia ter, sofro de complexo de Édipo?
    Eles considerar-se um povo feliz é errado?

    ResponderExcluir
  5. Bem, não sei se leu o primeiro parágrafo, pois o que consta lá é a questão de qualquer denominação religiosa que seja milenarista ou quiliasta agregando a isso o teor fundamentalista. Não sei se está acostumada com esses termos, mas seria interessante você fazer uma pesquisa, é muito instrutivo. Mas, respondendo ao seu questionamento, a fé é algo que pode mover montanhas, isso com certeza você já deve ter ouvido falar, porém a fé manipulada pode levar a trágicas conseqüências e isso não é exclusividade das TJs, assim sendo qualquer abuso relativo a esse assunto deve ser combatido, não existe um mal menor entende, então pode ser católica, protestante ou Testemunha de Jeová....cometeu excessos tem que ser denunciado....como fui TJ por mais de 15 anos tenho respaldo para falar delas e de suas entrelinhas perigosas.
    Sobre o final que muitas religiões esperam, poucas são igual as TJs que determinaram inúmeras vezes o final destruidor conhecido como Armagedom....para você ter uma idéia aí vão algumas datas de fim de mundo orientadas e divulgadas pelas TJs....1914,1925,1935.1975,2000....e por aí vai!

    ResponderExcluir
  6. Em relação ao segundo parágrafo...existe muita dificuldade nos religiosos extremistas (e para isso não precisa ter uma bomba ok?)em entender o que é cidadania.O que acontece é um comodismo ético e vergonhoso, pois política não é resumida a questões partidárias e vc como advogada deveria se atentar para isso, pois imagina se você chegasse para um Juíz e falasse que não adiantaria ele punir criminosos porque você está esperando a intervenção divina. Imagina se você chegasse para um policial e pedisse para ele não proteger os cidadãos porque você está esperando a proteção sagrada...isso seria o cúmulo e é isso que você propõe a mim? Uma inteira retirada do meu ser social? Até na Bíblia pessoas como José eram líderes políticos e mesmo tendo uma fé em Deus não se eximiam de atuar aqui e agora para uma melhoria social e isso só se dá através de um exercício pleno do civismo! Existem muitos exemplos bíblicos disso....as TJs se anulam, totalmente contrário a ética e a fé....cito aqui o sociólogo Pedro Oro: "Assim, as estruturas sociais são preservadas e legitimadas". A fé sem obras está morta!

    ResponderExcluir
  7. Sobre o terceiro parágrafo. Longe de mim ser contra a felicidade, aliás todos nós buscamos a tal felicidade! Mais uma vez, não sei se por uma leitura apressada e viciada em querer achar erros ou objeções, você não atentou sobre a mensagem...se alguém lhe afirmasse que só ela (a pessoa) poderia estar feliz e que nenhuma outra pessoa tem condições de chegar a esse regozijo da alma, você acharia justo ou lógico? Com certeza não! O texto das próprias TJs demonstra isso, uma maquiada felicidade e uma exaltação partidária, restrita a um grupo, que no cas são as Testemunhas de Jeová, e como bem sabe o mundo não gira em torno delas, muitas outras pessoas de outras religiões ou mesmo sem religião também possuem uma ética salutar e um otimismo...o fato de toda doutrina TJteana negar isso aos outros se comprova o segregacionismo!

    ResponderExcluir
  8. vc usa muitas veez o exemplo de josè pois è josè naqueles tempos nao tinha ainda a esperança de um novo mundo porq como vc beeemmm sabe essa esperança foi instituida com a vinda de Jesus atè entao cada um vivia para o seu presente... e quando veio Jesus ele nos deu essa esperança e com elas regras... eu nao sou uma TJ mas ja estudei com elas e conheço e condivido muitas coisas que vc seabe e tbm acredita porèm na minha opiniao a razao de tudo isso q faz e fala è è uma sua magoa muito reprimida. è um modo de fazer com q as pessoas nao conheçam aquilo q vc conheceu e infelizmente prefiriu deixar assim.e mesmo q nao comente essa mensagem vc comcerteza vai ler e è isso q me interessa.

    ResponderExcluir
  9. É uma pena seu comentário ser de forma anônima...alguns não podem se identificar (até entendo), mas não parece ser seu caso.
    Sobre José e minhas citações acredito que vc não estudou o suficiente e por isso vou até citar publicações das próprias TJs para vc se atualizar ok?
    Primeiro sobre não ter regras e ser antes de Jesus é bom ler Hebreus 11:22 que diz:"Pela fé José, próximo do seu fim, fez menção do êxodo dos filhos de Israel; e ele deu mandado a respeito dos seus ossos". (TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO)
    Continuando as explanações sobre como o exemplo de José bíblico desmascara a Torre de Vigia é só vc ler:
    Revista Sentinela 01/11/2000 P.7-12Aos 20 anos, José já era “belo de porte e belo de aparência”. Isso atraiu a atenção da esposa de Potifar, que tentou seduzi-lo. José tornou clara a sua posição, explicando que consentir não só seria trair seu amo, mas também seria “pecar contra Deus”. Por que José raciocinou assim? — Gênesis 39:1-9.
    Assim, embora Jeová ainda não tivesse fornecido uma lei escrita, seus sentimentos a respeito do casamento eram claros. O senso de moral que José tinha, junto com o seu desejo de agradar a Jeová, fizeram-no rejeitar a imoralidade.

    Outra publicação para vc se atualizar:

    Revista Sentinela 01/10/1975 P.592-598
    Ele não respondeu assim por causa duma lei escrita de Deus, proibindo o adultério, tal como apareceu só mais tarde, nos Dez Mandamentos. (Êxo. 20:14) E lá estava José no Egito, longe de quaisquer pressões familiares ou regras patriarcais. É evidente que estava envolvida a consciência de José.
    Portanto, mesmo sem haver uma lei contra o adultério, a consciência de José podia induzi-lo a rejeitá-lo.

    Agora minha conclusão...Pascoal diz:
    "Como podemos ver, realmente não existia lei escrita, porém José tinha consciência e desejo de fazer o que era certo para Jeová. Se ele rejeitou a imoralidade era porque não estava correto, porém ele NÃO rejeitou ser político e participar de costumes pagãos".

    ResponderExcluir
  10. Ainda há uma 'aspereza' neste tipo de diálogo...
    Gostava de dsicutir estas coisas num plano mais elevado...
    Mas agrada-me que um blog, um post, produza este diálogo.

    ResponderExcluir
  11. Adalberto
    Na verdade vejo uma briga para ver quem esta com a verdadepara as tj elas estão certas para vc, vc esta certo,e quem realmente dira quem esta certo é DEUS .

    ResponderExcluir
  12. Adalberto não existe briga, pelo menos da minha parte, de querer ser o detentor da "VERDADE", pois é exatamente isso que critico numa ideologia fundamentalista seja ela qual for.
    O raciocínio e a pesquisa são dons de Deus então se Ele vai julgar alguma coisa é nossa omissão em não pesquisar e se somos omissos frente aos nossos semelhantes.
    Por isso eu apenas pesquisei e se existir contradições no que posto até hoje não fui informado, ou seja, tudo está documentado.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Marcon escreveu

    O que nos faz diferentes de todos os outros animais, além de sermos os únicos a ter consciéncia da morte, é o fato de podermos raciocinar. Se abrirmos não desta dádova divina e deixarmos que outros pensem e raciocinem por nós, então não somos ninguém, ou nos igualamos a um protozuário.

    ResponderExcluir
  14. Se esse espaço é para um diálogo construtivo, então o que construiu? Meu caro,se você não quer ser mais um TJ, procure outra religião que esteja dentro de suas credulidades. Acha que vai achar uma religião melhor? Vai lá!
    Temos livre arbítrio.

    ResponderExcluir
  15. Um espaço construtivo está constantemente sendo reconstruído, pois a base da evolução do pensamento está em trocar idéias. Quando a Torre de Vigia impede ou esconde seus excessos é dever de quem sabe denunciar e não somente sair e ficar calado ou procurando outra religião. Responsabilidade e dever cristão é mostrar abusos religiosos e a Torre de Vigia está nesse meio.

    ResponderExcluir
  16. Venho aqui postar meu comentário, não como ofensa a quem se acha"dono da verdade" mas com uma simples maneira de compartilhar o seguinte:
    Todo ser humano tem a capacidade de escolha,tanto de pensar,agir,querer,pedir o que quiser ou vier a sua mente.Então pergunto aos que se encontram "limitados " aos ensinos de uma organização que constantemente publica assuntos de ataques,medo,prevenções,e assuntos polêmicos em suas publicações visando ao leitor interesses do que se apresenta de porta em porta.
    Na escola , todos os professores dão uma matéria extraída de alguma fonte seja ela histórica,geográfica ou como for, os professores(as) explicam e dão referência para o aluno pesquisar, e também dão tempo e liberdade de raciocinar sobre o que estão a estudar,além de indagar se o que pesquisaram tem conteúdo suficiente e afirmativo mediante o que foi lecionado.
    E as provas ou testes, nunca vem com respostas e nem textos interpretados ,tudo pra levar ao aluno PESQUISAR, e será que ao pesquisar ele encontrará algo não condizente com o que foi lecionado e poderá ter o direito de apresentar a sua ou seu professor sem levar nota negativa? Claro que sim!!! O único estudo que não aceita ser questionado ou fazer pesquisas fora do seus materiais é a SOCIEDADE TORRE DE VIGIA ou Testemunhas de Jeová !!!

    http://testemunhasdijeova.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Não vou me identificar por razões óbvias para a maioria. Continuo associado as TJ e talvez continue por um bom tempo. Quero reavaliar tudo, ter certeza dos passos que tomarei, em virtude de diversos motivos. Mas posso afirmar que resolvi abrir minha mente para ver. Pois se promete "liberdade", mas sinto-me escravo. Meus passos são vigiados, minha idéias são questionadas, sofremos pressão o tempo todo. Tenho aproximadamente 40 anos e passei o tempo todo sentido culpa, muita culpa. Aí eu penso: Jesus disse "vinde a mim os sobrecarregados... minha carga é leve", mas não fecha com a realidade que vivemos. Além disso, dizem que há amor. Onde? Tagarelice prejudicial, julgamentos sem o mínimo de informação. Um número excessivo de depressivos e até suicídios. Ora, algo está errado. Pior, os viajantes enchendo a boca para falar de "Rutherford", "Russel" e outros como se fossem "deuses". Lembrei-me da frase "admiradores de personalidades para seu próprio proveito".. Saudações.

    ResponderExcluir
  18. eu sou dessassociado mais ñ consigo ser apostáta.É claramente notória a profecia da biblia se cumprindo em vc.

    ResponderExcluir
  19. Haja paciência, Pascoal! E vc tem muita! Graças a Deus, que Ele continue contigo! Graças a essa paciência vc tem ajudado a muitos, a mim, inclusive, que pensava como os acima, defendendo e ofendendo a todos que falavam contra a doutrina da Testemunhas de Jeová, que engano! Me dei ao trabalho de investigar e, infelizmente, constatei o que todos falavam e vc transmitia, a minha "verdade" que é a de todas TJ é uma farsa, ricamente montada, com tudo de errado, rica de fato, riquissima, tão igual as outras igrejas, ,lesando as consciências treinadas para tão somente obedecer.
    Paciência Pascoal, mais paciência, a semente está lançada, ainda que esperneim, terão que abrir os olhos alguma hora e reconhecer a verdade que está por trás da "verdade", é duro, eu sei o que é isso, fui TJ muitos anos, foi um golpe duro para mim e minha família, mas, não é o fato de se acreditar numa mentira que ela se torna verdade.

    Parabéns, meu amigo, pelo bom trabalho.

    Deus te abençoe!

    Josita

    ResponderExcluir
  20. Não falo com relação somente a esse texto, mas acho que vc deveria mudar o slogan do seu blog,pois não vejo nele nenhuma luta contra intoler^ncias religiosas. Enxergo nesse blog um grande ressentimento guardado em seu coração.A única intolerância é somente com relção as testemunhas de jeová e a nenhuma outra.Que Deus te ilumine para que ao invés de criticar ultilize seu blog para trazer mensagens de conforto para as pessoas ou então mostrar na sua opinião o que a bíblia realmente ensina.Abraço

    ResponderExcluir
  21. Olha só eu concordo com o cidadão ex tj,em que si iludir vai ajudar as pessoas vc sai de um sofrimento tema constante das testemunhas e cai em outro o das espectativas não cumpridas ; sem querer ofeder mais tudo não passa de lendas é poucas coisidencias com aumento populacinal logicamente crescerian os numeros de poblema que sempre desde o começo da civilização etão conosco; não há nada de novo acontecendo tudo já aconteceu antes em menor escala . A coisa errada e nossa amiga advgada dar razão e espaço para tais exeços para extremistas religiosos ; e quando suas expectativas não se realizarem e eles já rancorosos com a comunidade se voltar contra ela? VOCÊ advogada vai poder desfazer todo tipo de prejuisos causados vidas perdidas , arruinadas? Você sabé a resposta ; tenha uma atitude equilibrada faz favor; só quem viveu lá no seio das testenhas como nós temos concíencia que tamanha expctativa pode ser perigosa ; se esse blog e um mal ele é um mal necesario.

    ResponderExcluir
  22. Muito bom o artigo Pascoal.
    Basta acabar a imunidade fiscal das religiões e começarem a pagar impostos, que muita farsa será descoberta... Decerto a Torre de Vigia passará a se tornar uma ONG, pois já tem dado os passos para isso para uma possivel emergência, tanto é que agora se entitula uma organização "em defesa da familia", até mesmo aboliram uma de suas reuniôes (indo de encontro à própria Bíblia [Hebreus 10:24, 25]), dizendo que é para uso da "noite de adoração em familia", um eventual substitudo ao mal sucedido projeto do estudo em familia.
    Interessante é que não pensaram sobre as regras da dessassocição que aplicam aos filhos dessassociados em relação a seus pais, irmãos e demais parentes.
    Vamos ver por quanto mais tempo a Torre de Vigia aguenta as pontas...

    ResponderExcluir
  23. Acredito que toda religião, dita cristã (cristandade), nasce de uma interpretação diferente que tenha sobre a Bíblia. Qualquer argumento seu (Pascoal Naib), que tenha como base a própria Bíblia, será valido. A pergunta que lhe faço é a seguinte: O que você tem feito em pró das pessoas depois de ter saído da Organização? Somente "desmascarar" as Testemunhas de Jeová já lhe satisfaz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vítor toda interpretação da Bíblia ou de qualquer outro livro sagrado que não gere discriminação ou fundamentalismos sempre é válida. Veja só: se alguém resolver rezar para uma concha roxa com manchas rosas e diz que está sendo ouvido por seu "deus" quem sou eu para querer provar cientificamente ou malamente que ele está delirando, sendo doido ou sem fundamento? É a fé dele. Agora se essa mesma pessoa começa a dizer que sua concha roxa com manchas rosas mandou perseguir todos os que não tem essa mesma fé e que somente o "deus" concha deve ser adorado sob pena de destruir todos os outros infiéis numa guerra celestial, aí devemos denunciar e combater. Eu (Pascoal Naib) apenas mostro que vivi dentro das Testemunhas de Jeová e que sim existe fundamentalismo e intolerância religiosa nesse grupo. Eu não quero "desmascarar" ou "destruir" a religião, mas apenas avisar que existe vida fora desses muros e que a pessoa pode ser feliz. Não tenho a obrigação ou dever de guiar pessoas, pois cada uma deve construir seu caminho. Basta de guias cegos já dizia Jesus. Que sua consciência seja seu guia.

      Excluir
    2. Pascoal

      Acho que você não entendeu a pergunta do amigo Victor. Como que você menciona que "Não tenho a obrigação ou dever de guiar pessoas, pois cada uma deve construir seu caminho", mas, com o blog você deseja "avisar que existe vida fora desses muros e que a pessoa pode ser feliz"?
      Se a lógica for essa, que cada um veja por si só o que há dentro ou fora de tal grupo. Não precisam de seu "auxílio" para isso.

      Heidern

      Excluir
    3. Heidern perceba meu comentário:"Não tenho a obrigação ou dever de guiar pessoas, pois cada uma deve construir seu caminho".
      Ou seja, não vou e nem quero ser "guia", "líder" ou mesmo fundar nada para ser um novo caminho, porém sou contatado por pessoas via e-mail e dentro das minhas possibilidades converso sobre minha experiência de vida pós-Torre de Vigia e a partir daí a pessoa pode também fazer suas novas escolhas.

      Excluir
  24. pascoal o que de inicio o levou a ser tj?

    ResponderExcluir
  25. Estava no ensino médio e os professores de História estavam "detonando" o passado da Igreja Católica (na época era católico) e surge um colega com um livro das TJs. O que me fez querer saber mais foi a "racionalidade" de algumas questões e obviamente a vontade de estar servindo a Deus na única dita religião correta no mundo. Tinha na época 15 anos e aí fui levado pelo ímpeto.

    ResponderExcluir
  26. Eis uma prova que Jeová não usa o seu poder de prever o futuro o tempo todo.
    se é que me entendem.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!