quarta-feira, 1 de abril de 2009

AUTORIZADA TRANSFUSÃO EM TJ - DIREITO À VIDA PREVALECE

Decisão judicial preconiza que direito à vida prevalece sobre liberdade religiosa.
Paciente Testemunha de Jeová assinou procuração em cartório para não receber transfusões. “Entre o direito à liberdade religiosa e o direito à vida, deve prevalecer o direito à vida”. Com esse entendimento, o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal autorizou médicos da rede pública de saúde a realizarem transfusões de sangue em mulher, mesmo contra a vontade dela.
O caso foi trazido à Justiça pela filha de uma paciente, atualmente internada no Hospital de Base do Distrito Federal, em estado de inconsciência. Laudos médicos comprovam que ela corre risco de morte caso não receba tratamento neurocirúrgico de urgência, incluindo transfusões de sangue. Os profissionais da área médica, no entanto, se depararam com uma procuração assinada e reconhecida em cartório, em 2006, onde a paciente informa, expressamente, seu desejo de não receber sangue de outras pessoas. Ao registrar o documento, ela agiu de acordo com os princípios estabelecidos pela religião Testemunha de Jeová, de que é seguidora.
Diante do estado de inconsciência da mulher, seus procuradores entraram em atrito quanto ao desejo dela de não sofrer qualquer tipo de transfusão de sangue. Ao solucionar o conflito, o magistrado lembrou que a vida é um direito fundamental garantido pela Constituição Federal. “Bem inviolável, máxime do nosso ordenamento e protegida pelo Estado com prioridade”, destacou.
Firme nesse pensamento, o juiz concedeu um alvará judicial à filha da paciente, para que sua mãe possa ser atendida imediatamente.

9 comentários:

  1. MAIS UMA VEZ A INTELIGENCIA DA LEI FAZ A DIFERENÇA, VIVA A RAZÃO.

    ResponderExcluir
  2. Respeito a todas opnioes, assim como queremos ser respeitadas.
    Nós gostamos de abrir o guarda-roupa e escolher a roupa que mais nos agrada e vestir, sera que ficamos contente se conhecidos começarem a dizer: tire essa roupa mude a roupa mude a cor, não gostei, não combino, entre outros comentários.
    Poxa, o corpo é nosso temos o direito de escolher, assim como somos donos dos nossos corpos somos donos de nossas vidas, gostamos de ser respeitados pela escolha de nossa religião.
    Se optamos por não receber sangue, e muitos não concordem, tudo bem, não precisamos que vcs concordem, mas GOSTAMOS de ser respeitados, se morrermos, é nós que vamos morrer, o que vcs tem com isso? NADA, absolutamente nada...
    A escolha é nosso, pq a criação de sites com criticas a nosso respeito? Vcs tem a suas crenças e nós as nossas, não ficamos criando sites criticando outras religiões, cada um escolhe como quer viver, pq criticar?
    Esses são os ignorantes da vida.
    Acredito que cabe a Deus julgar o certo e o errado, eu como tj jamais vo sair criando sites, contendo criticas com outras crenças, sou uma humana igual a todos vcs, imperfeita.
    Espero sim o julgamento de Deus, ele como nosso criador perfeito tem esse poder de julgar e não cabe a mim e nem a ninguem julgar se é certo ou errado, tenho minha crença e amo ser uma tj, se estiver errada ou certa saberei um dia, até la vou viver minha vida usufruindo da minha liberdade de escolhe o livre arbitrio, conhecem essa palavra?
    LIVRE ARBITRIO- liberdade de escolhe, todos os humanos tem essa dádiva de Deus, por isso não critico ninguem, se minha opção é não receber sangue, essa é minha crença é minha escolha é minha vida, pq não vou ser respeitada? Tenho esse direito de escolha, pq tanta polêmica em cima desse assunto? Tantas críticas, vivem suas vidas...
    Absurdo eu acredito que seja sair por ai, matando, estuprando, assaltando e destruindo lares que com tanto custo familias constrói, isso sim merece a atenção, mas nós tj, não estamos prejudicando ABSOLUTAMENTE NINGUÉM, portanto deixem de nos criticar pelas nossas opções, cada um é dono de sua vida e cada um será julgado por Deus, vivem a vida de vcs e deixem de nos julgar pode ter certeza que isso é Deus quem vai fazer.

    ResponderExcluir
  3. viva a razão, não podemos mais ter o direito de escolher...
    MEU A ESCOLHA É DELA O QUE QUALQUER OUTRA PESSOAS TEM COM ISSO?
    não esta prejudicando ninguem.
    Com ou sem razão acredito que humano NENHUM tem o direito de intervir dessa forma em uma opção do paciente que foi feita e assinada em plena consciência com testemunhas...
    Que absurdo

    ResponderExcluir
  4. Marcon escreveu:
    Para a anônima que acha que devemos respeitar as decisões e as crenças dos outro, deixando que cada um decida por si a que religião quer seguir, eu gostaria de propor um acordo: As TJs, de hoje em diante, param de importumar-nos todos os sábados e feriados, querendo empurrar guela-a-baixo uma religião totalmente estranha, incistindo semana após semanas para que nos tornemos seus escravos "fiéis" e nós paramos de expor os incotáveis erros doutrinários desta seita. Concorda com a proposta? Ademais, existem mais lares infelizes e divididos em razão de imposição por parte do CG. que manda considerar "apóstata" a filha que, de livre e expontânea vontade resolveu abandonar o salão, do que lares desfeitos por outros motivos. Pode fazer uma estatístca que tu vais comprovar esta verdade.
    ET. Anônima, que tal escolheres um pseudônimo para não ficar tão anônima assim?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Essa mulher mencionada,ele tem serteza que o proposito de Deus é para o futuro,ela tem serteza na vida eterna na terra num futuro próximo, que o importante é a obediencia,e acho que a vontade dela deveria ser respeitada sim,o que importa é a obediencia...pena que a maioria não saiba da verdade...porque a estrada é estreita e poucos que a encontrarão.

    ResponderExcluir
  6. Anônima que fala da obediência ---- que tipo de obediência? Temos que ser omissos e submisso? Ser obediente requer saber o que nos faz entregar nossa lealdade e para quem. Será que as TJs que morreram no tempo que a Torre de Vigia proibia a vacina e o transplante de órgãos pensariam assim se soubessem que hoje em dia tudo isso foi liberado? Será que essa obediência que custou a morte deles é realmente correta? Será que as liberações constantes de frações do sangue pela Torre de Vigia mostra consideração para quem quer ter essa confiança neles? Os fato sprovam que não e a Bíblia também: os bereanos só obedeciam depois de ler, reler e perquisar. Faz você o mesmo?

    ResponderExcluir
  7. meu irmao e tj e oque eu observo no modo de vida dele nao tem nada aver com oque voçes escrevem sobre as testemunhas de jeova tudo oque ele me dis arrespeito da biblia ele me proa na biblia

    ResponderExcluir
  8. cibele cristina domingues15 de fevereiro de 2010 00:39

    porke devemos violar uma das leis ki jeová nos deixou ,si kuando nos morrermos iremos ter a nossa vida garantida por nossa boa conduta ki assim desamos teremos deixado o nome de jeová enaltecido e konhecido por todos por não ter violado o seu mandamento de nao tomar sangue? pois ao meu ver kem tem direito sobre a nossa vida e jeová,ele faz oki lhe é de direito ,pois kuando fomos feito ele nos deu o folego da vida e ssim somos a sua propriedade e temos de fazer uki ele deseja e assim enaltecelo ainda mais! uki temos nesse mundo ki foi nfeito tão maravilhosamente perfeito ,ki assim feito num deixou duvidas de ke foi feito por alguem tão mais perfeito ainda!

    ResponderExcluir
  9. testemunhas do engano,é precisso ser muito idiota para cair no ensino errado, mesmo estando com a biblia na mão!!!!

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!