quarta-feira, 5 de agosto de 2009

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS - Por jBrother

"Parai de julgar, para que não sejais julgados; 2 pois, com o julgamento com que julgais, vós sereis julgados; e com a medida com que medis, medirão a vós. Então, por que olhas para o argueiro no olho do teu irmão, mas não tomas em consideração a trave no teu próprio olho? Ou, como podes dizer a teu irmão: ‘Permite-me tirar o argueiro do teu olho’, quando, eis que há uma trave no teu próprio olho? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu próprio olho, e depois verás claramente como tirar o argueiro do olho do teu irmão." - Mateus 7:1-5

Estas palavras foram proferidas por Jesus no sermão da montanha a mais de 2.000 anos atrás, mas não perderam sua importância ao longo dos anos. Alias, são mais do que atuais, para os dias em que vivemos, num mundo competitivo em todos os aspectos sejam eles profissionais, educacionais ou mesmo religiosos.

E neste contexto religioso como Testemunha de Jeová e escritor deste Blog tenho recebido e-mails de irmãos, alguns educados e outros grosseiros, que tentam usar um raciocínio muito comum na nossa Organização quando tratamos de alguns erros do passado. Me dizem que eu não deveria levar em consideração os erros pois os irmãos da liderança são imperfeitos e erram. Mas que o importante é que estão sendo orientados por Jeová e são os escolhidos de Jeová e que os erros na verdade são excesso de zelo. Também é comum o raciocínio da luz clara que clareia mais e mais.


Bom, parece um argumento razoável, a não ser por um pequeno ponto, as palavras de Jesus em Mateus 7:1-5. Sim, porque no nosso caso quando erramos é assim que racionalizamos e está tudo bem. Porém porque esta regra somente se aplica a nós Testemunhas de Jeová ? Porque se uma pessoa de outra religião erra o motivo é que são uma religião falsa, estão sendo guiados pelo Diabo e assim conduzidos ao erro, guias cegos, etc. Por isto fico confuso! Nós erramos porque somos imperfeitos e os outros erram porque são íniquos ? Será que não estamos sendo misericordiosos demais com nós mesmos e duro demais com os outros ? Porque temos total liberdade de apontar o erro ou o argueiro no olho do outro quando não queremos enxergar a trave em nosso próprio olho?


Será que este tipo de pensamento não está mais para o conceito de dois pesos e duas medidas? Interessante que sobre isto a Sentinela de 01/08/1998 na pág. 14 par. 12 diz:
"Em segundo lugar, exercemos justiça quando tratamos os outros do modo como queremos que Jeová nos trate. É fácil ter dois pesos e duas medidas — ser indulgente consigo, mas estrito com os outros. Desculpamos prontamente as nossas próprias falhas, mas criticamos depressa as faltas dos outros, que podem ser insignificantes em comparação com as nossas. Jesus perguntou significativamente: “Então, por que olhas para o argueiro no olho do teu irmão, mas não tomas em consideração a trave no teu próprio olho?” (Mateus 7:1-3) Nunca devemos esquecer que nenhum de nós poderia ficar de pé se Jeová escrutinasse os nossos erros. (Salmo 130:3, 4) Se a justiça de Jeová lhe permite desconsiderar as fraquezas de nossos irmãos, quem somos nós para julgá-los adversamente? — Romanos 14:4, 10."

Sendo assim devemos refletir seriamente o tipo de religião e justiça que praticamos.


O autor desse texto e sua história: Sou Testemunha de Jeová batizado a pouco mais de 23 anos já servi em diversos privilégios e modalidades dentro a Organização. Meu objetivo com este blog é compartilhar com irmãos e amigos algumas de minhas reflexões. Infelizmente na Organização somos proibidos de manifestar opiniões contrárias as publicadas nos livros e revistas, por isto tenho que o fazer de forma anônima que para mim é muito triste pois gostaria de falar abertamente.


Link do Blog:

http://www.reflexoestj.blogspot.com


13 comentários:

  1. Vitor Nascimento Sá6 de agosto de 2009 07:20

    Gosto muito das reflexões do JBrother. Ele é um cara muito equilibrado. Se um dia essa religião se consertar é devido às atitudes de pessoas como ele. Infelizmente, ele é minoria da minoria da minoria.

    ResponderExcluir
  2. Jovem meu DEUS você é produto do meio.
    Ainda continua achando luz aonde mora escuridão a adoração de vocês são fria não vem de DEUS.
    Pensei amigo tu fostes ex- textemunha de JEOVÁ se esconde atrás de um avatar.
    Que pena me decepcionei se trata jovem você está mais doente do que todos.

    ResponderExcluir
  3. "Novo mundo" eu acredito que o trabalho de jBrother é algo que pode tomar proporções maiores com o tempo. Acredito que você não percebeu a tentativa dele de mostrar que certas incoerências e abusos devam ser combatidos. Num primeiro momento pode parecer um trabalho a la dom quixote com seus castelos de moinhos, mas acho que muitas TJs se sentem sufocadas e também gostariam de mudanças. Meu Blog não visa acabar com Torre de Vigia ou perseguir TJs...o objetivo é questionar e se melhorar ao ponto de muitas coisas que jBrother acredita virarem realidade meu trabalho também será encerrado!

    ResponderExcluir
  4. A religião é um erro. Ela separa as pessoas e faz com que cada um de nós pequemos sem perceber. A religião aguça a soberba das pessoas, se sentem donos da verdade. Mas considero as TJ uma comunidade muito boa para se viver. As idéias são boas e protegem quem as segue do mal do mundo.
    Não vejo isto de fecha os olhos para os erros das pessoas da dianteira, estes sempre são desassociados ou chamados a atenção em algum momento. Nosso dever, independente da nossa religião, é ajudar as pessoas. Temos total direito de "puxar a orelha" de ancião, pastor, padre ou papa", somos todos iguais perante Deus. Claro, devemos fazer isso com respeito e nunca publicamente.

    ResponderExcluir
  5. Douglas mas não existe uma certa incoerência nesse seu depoimento? Se você considera a religião um erro as Testemunhas de Jeová fazem parte desse meio. Você afirma que a religião erra por se sentir dona de uma verdade única e as Testemunhas de Jeová também querem ter essa exclusividade.
    Então como considerar as idéias das TJs boas que vão desde morte por proibição de vacinas e transplantes (revogaram depois) e por proibição de transfusão em qualquer situação e até mesmo perseguição e discriminação religiosa?
    E como sofrer uma injustiça e não denunciar um ancião publicamente se ele acoberta uma prática de pedofilia na sua congregação?
    Muitas coisas a se discutir!

    ResponderExcluir
  6. ha poucos dias começei a pesquisar este blog, estou afastado da organizaçao de jeova, a diversos anos, mas agora estou resolvido avoltar,e pretendo criar um email,para refutar estes apostatas do seus erros ref. a org.verdadeira.veja zacarias 13.8e9

    ResponderExcluir
  7. Estou aqui lisonjeado anônimo. Quer dizer que todas as matérias que eram publicadas pelo dito povo escolhido de Deus nunca foram o suficiente para te fazer retornar? Pelo que entendi vc irá voltar com uma motivação anti cristã que é o ódio a pessoas e não pelo amor contido nas palavras da Bíblia? Que coisa heim?

    ResponderExcluir
  8. APENAS GOSTARIA DE RELEMBRAR QUE NÃO JULGAMOS AS PESSOAS COMO INIQUAS POR NÃO SERVIREM A JEOVÁ...ENQUANTO VIVERMOS NA ÉPOCA FAVORÁVEL, TODOS SAO,PROPENSOS SERVOS DE JEOVÁ, E ISSO É QUE É CORRETO, ADORAR A JEOVÁ,E SEMPRE JEOVÁ TEVE UM POVO A PARTE P/ O ADORAR DE MODO ORGANIZADO,A BIBLIA REFERE -SE AOS DIAS DE NOÉ COMO UM PARALELO P/ OS NOSSOS,MENCIONA EM MATEUS 24;37 E 38 QUE ELES MORRERAM PORQUE NÃO FIZERAM CASO...DO AVISO DIVINO,AS ATIVIDADES DELES DO DIA A DIA ERAM AS MESMAS NOSSAS HOJE ,ENTRETANDO SERVIR A DEUS DEVE FAZER PARTE DA NOSSA ROTINA,NÃO APENAS QUANDO NOS É CONVENIENTE.POR ISSO É IMPORTANTE CONTINUAR A BIBLIA DIARIAMENTE,COMO É INCENTIVADO NO SALMO 1;1 a 3 RESGUARDA TEU CORAÇAO...

    ResponderExcluir
  9. Acho curioso como alguns se apropriam de um discurso pronto e usam de palavras pré-fabricadas, adquiridas em fast-food, para difundilas como suas. Eu não me importo com erros, na verdade quem dera nós como TJs errássemos mais, porém me incomoda a arrogancia em lidar com os erros. É uma arrogancia disfançada de humildade. Gostaria que todos fóssemos livres para pensar, errar e aprender com os erros. Mas parece que somente uma elite tem o direito a errar, mas o pior é que somente eles podem chegar a conclusão de que erraram. E enquanto o erro passa por um processo de validação, ninguém pode manifestar-se a respeito e esta passível a sansões. Isto para mim só tem um nome: Falta de liberdade. Mas alguns gostam que seja assim, fazer o que paciência, mas num mundo livre e plural é assim mesmo, as pessoas pensam diferentes e convivem em paz com as diferenças. Mas no totalitarismo ou ditadura, somente a voz de um prevalece, e a voz que destoa do grupo é abafada com mãos de ferro.

    ResponderExcluir
  10. Por muito tempo em minha vida o que eu mais queria foi ser uma Testemunha de Jeová,porque eu acreditava mesmo que era a única religião verdadeira.
    frequêntei suas reuniões de 2000 até Janeiro de 2006.enfretei a oposião na minha familia,vizinhos e colegas de colegio.isso para mim era triste.mais mesmo assim queria ser uma Testemunha de Jeová.porem atravez de pesquisas encontrei erros na doutrinas das Testeminhas de Jeová e passei a discordar de alguns de seu ensinos como:
    1-A presença de Cristo invisível em 1914.porque na verdade bíblicamente Jesus Cristo vai voltar visivel literalmente e o mundo verá Jesus!
    2-Dicordei de esses afirmarem que o nome de Deus seja Jeová.porque Jeová é uma pronuncia errada,pois é hibrída.segundo hebraístas e testemunos historico de antigos Cristãos o nome de Deus é Iavé,ou Javé.porem Jesus chamava a Deus de Pai!
    3-Discordei de como é realizada a Ceia do senhor pelas Testemunhas de Jeová.eles só realizam uma fez por ano e ainda pior a maioria não comer do Pão e do Vinho.bíblicamete o Cristão batizado deve comer do Pão e do vinho que simbolizam o corpo e sangue de Cristo.existe testemunho historico que os Cristão antigo realizavam a Ceia do Senhor aos Domingos!
    por isso dessisti de ser Testemunha de Jeová e jamais serei uma Testemunha de Jeová!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como fui influênciado pelas doutrinas das TESTEMUNHAS DE JEOVÁ eu rejeitava a Trindade e outras doutrinas cristãs.porem hoje creio na Trindade,para mim o Deus dos Cristãos é Uno e Trino: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

      Excluir
  11. Fez muito bem Sr. Frankmar Correa, não perdeu nada e poderia ter perdido bons anos lá dentro! Ainda tô lá, mas vou sair, sei que serei perseguida.

    E quanto aos conceitos, eles estão errados mesmo.

    ResponderExcluir
  12. tbm veio fazendo estudos sobre diversos ensinamentos ke agora estou buscando ma bíblia e não encontro como de acordo como me foi ensinado e não tenho a kem pergunta.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!