sexta-feira, 21 de maio de 2010


Desde que denunciei a desassociação discriminatória da Religião Testemunhas de Jeová no Ministério Público, venho sofrendo ameaças veladas por adeptos da referida religião, no entanto, por nossa surpresa, no momento em que o vereador João Alfredo, Vice-Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza, discursava, dois homens me abordam e começam a fazerem ameaças, questionando a denúncia que continua tramitando no Ministério Público contra a desassociação. A ousadia dos agressores foi tamanha que não perceberam que eu estava entre integrantes do Fórum Inter Religioso Cearense que apóiam intransigentemente a nossa luta contra a desassociação. Éramos um grupo de pessoas expressivo. Um deles me ameaçou por duas vezes, por afirmar que as minhas intervenções encerravam a partir daquele ato. Felizmente, um integrante do Fórum gravou as imagens e as agressões através de um celular conforme poderá observar a seguir, postado no Youtube.

Uma advogada especialista na área criminal, após assistir o vídeo, enviou-me o seguinte e-mail. Observe na sua íntegra:

Boa tarde, Sebastião. Acabei de ver o vídeo. Sei que o Ministério Público, como fiscal da Lei e a Autoridade Policial, como Agente da Lei, certamente terão maior condição de agir neste caso e consolidar o processo da denúncia, bem como, sei que você vem sendo brilhantemente orientado por seus advogados. A despeito de tudo isso, sinto-me injuriada, ofendida no meu íntimo. Como pode alguém em sã consciência, interferir numa manifestação pública como aconteceu com esta pessoa em relação à sua pessoa? Assusta-me a maneira como o sujeito chega e com um gesto diz: "isso acaba por aqui". A mim, parece-me, que na pior das hipóteses ele infringe o Código Penal, no artigo que trata da ameaça. É triste, é feio e é inadmissível que nos dias atuais alguém faça isso tão abertamente sem que pensemos na possibilidade da grave ameaça se materializar em violência. Meu amigo, peço que leve este caso à seus defensores, ao Ministério Público e ao Dr. Delegado de Polícia. Para mim, a ameaça ali demonstrada de maneira tão inequívoca pode se tornar algo mais sério. Cuide-se meu amigo. Arian.

Outro advogado, Assessor de Defesa de Direitos Humanos – SDH/PMF também se pronunciou. Observe:

Sr. Sebastião, Recebi Hoje o Seu e email e gostaria de expressar de pronto a minha indignação. È um absurdo ocorrer esse tipo de coisa em pleno século XXI e em um País como o nosso, conhecido pela sua diversidade em todos os níveis, racial, de orientação sexual, de credo, enfim somos um país plural. Mas, mesmo com todos estes absurdos, tenho uma boa novidade: a polícia Federal tem agora um núcleo de crimes contra a pessoa humana, que investiga todos os crimes citados acima. Então sugiro que o Sr procure a polícia federal para informações mais detalhadas e se quiser também nos procurar na SDH estamos à inteira disposição. Um grande abraço e no que precisar a SDH estará disponível. Marcus Giovani

Imediatamente comuniquei o episódio ao promotor que cuida do caso. Observe alguns trechos do email:

Sr. Promotor Dr. Pedro Casimiro, Boa tarde!!! A agressão e a ameaça que sofri na Praça do Ferreira continua a repercutir no seio da sociedade cearense. Uma pergunta: Este episódio não demonstra que as Testemunhas de Jeová não foram orientadas pela liderança a odiar desassociados e dissociados? Uma advogada relatou que a ousadia do transgressor em dizer que a nossa intervenção cessaria por ali, assusta, e na pior das hipóteses infringe o Código Penal. Perante mais esta agressão, a sociedade espera que a Vossa Senhoria venha tomar providências cabíveis, sem demora, para que não aconteça mais outra tragédia, isto é, se o Ministério Público continuar calado diante das ameaças promovida por membros da referida religião. Os meios de comunicação estão recebendo cópias da gravação, para que seja avaliada. Inclusive, fiz um BO, visando me proteger.

Pelo exposto, caro editor, peço-lhe, encarecidamente que publique mais esta escrita e o vídeo para mostrar ao Brasil mais um capítulo de intolerância promovido por integrantes da Igreja Testemunhas de Jeová, pois apesar de pregaram um mundo pacífico, eles aprenderam de sua liderança a serem intolerantes para com o seu próximo, com aquele que pensa diferente. Portanto, jamais poderíamos ficar calados diante de ameaças tão sérias contra seres humanos. Afinal, quem silencia hoje, diante da ameaças pode ser cúmplice da violência amanhã.

* Sebastião Ramos – autor da denúncia feita no Ministério Público


10 comentários:

  1. eo cara de pau ainda e mentirozo diz que não e testimunha,ele so pode ser pau mandado das trevas......

    ResponderExcluir
  2. EU SOU EVANGELICO E ESTOU CHOCADO COM O QUE VI NO VÍDEO EM FORTALEZA, AS AUTORIDADES TEM QUE TOMAR UMA PROVIDENCIA RÁPIDA CONTRA AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ. VOCES AI NO CEARÁ ESTÃO DE PARABENS, TEM MESMO QUE DENUCIAR. ABRAÇOS ANONIMO

    ResponderExcluir
  3. O tema do vídeo é: TESTEMUNHA DE JEOVÁ AMEAÇA EX-TJS EM MANIFESTAÇÃO PÚBLICA - Por Sebastião Ramos.

    No tempo do vídeo em 2:07, alguém pergunta ao senhor de óculos, se ele é Testemunha de Jeová. Por duas vezes ele nega: "Não, não."

    No tempo do vídeo em 2:28, o senhor de cabelos brancos diz: '. . . é por isso que a igreja Católica 'tá' do jeito que 'tá' hoje, porque não tem desassociação . . .' - Bem . . lá tem a excomungação . . .

    Como se chegou a conclusão de que esses homens ou só um deles fosse Testemunha de Jeová?

    ResponderExcluir
  4. eu sou fabian hepp richter de marau rs estou pasando a mesma descriminaçao pelos tjs acavei me separando com mia esposa que se tornou tj e tambem se tornou intolerabel agora ela me trata tambem de apostata mundano etc e meu filho de 11 anos a mesma coisa presiso ajuda fabianhepp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. o primeiro homem q falou sempre foi testenunha de jeova. chegou a ser ançiao. me decepcionei.

    ResponderExcluir
  6. Acho que se nao existissem religioes o mundo seria muito melhor. As pessoas se entenderiam melhor.
    As religioes causam discriminaçoes, preconceitos e racismos. Todas pregam contra isso, mas na verdade elas sao as primeiras a fazer isso.
    Todas sao orgulhosas e se dizem ser a verdadeira!
    Dizem que os que nao pertecem nao sao de Deus, sao mundanos, sao pessoas que nao servem para ter amizades, nao se pode casar,nao serao salvas etc. Tudo isso so serve para girar conflitos entre as pessoas que na maioria sao ignorantes e possuem a mente fechada. Onde elas buscaram a certeza de serem verdadeira??
    Na verdade os lideres religiosos de todas so se beneficiam com os dinheiros dos seus seguidores escravos.
    Minha mae è uma dessas escravas mente fechada deu uma parte do nosso terreno para a sociedade Torre de Vigia para construir um Salao do Reino. Hoje sou casada e nao possa mais construir minha casa naquele lugar que um dia minha mae tinha prometido de me dar. Fiquei muito chateada, pois sei que Deus tem o mundo inteiro ele nao precisa das pessoas para sobreviver. Porque logo o meu pedacinho de terreno ele permitiu que me tirassem? Se Deus existe ele è muito egoista.

    ResponderExcluir
  7. Tem gente procurando chifre na cabeça de cavalo......não vi nada demais. Ali é uma praça ,e nas praças públicas ocorrem muitos debates. Talves este assunto tenha vindo a tona.Agora se êle não quisesse se sentir ofendido,não ficasse ali. Na verdade,êle quer mesmo é se aparecer.......!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Como sempre alguns utilizam da fé como desculpa para libertar a bestialidade interior. E por mais que muitas pessoas fiquem chocadas com esses acontecimentos; nos dias de hoje muito se repete, só que pouco chega a nossos ouvidos, a mídia só mostra o que é “aceitável” pra manter as pessoas adormecidas nessa ilusão em que vivemos.
    Nen católico,nem crente tem moral suficiente para criticar as Testemunhas de Jeová.

    AS igrejas tanto a católica como as evangélicas permitem que seus membros sejam soldados, e durante as guerras não raro se vê membros da MESMA IGREJA SE MATANDO EM CAMPOS DE BATALHA DIFERENTES!!! Gastam milhões de dólares na fabricação de armas para matar inocentes... Será que eles tem a marca identificadora do cristão como disse Jesus em João 13:35??? "Por meio disso saberão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor entre vós.

    ResponderExcluir
  9. Minha esposaa e me filho sao desta ceita tj . sofro a 25 ano esperando ela sair da ceita mi ajudem . Braw13@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. As testemunhas de Jeová sempre foram e sempre serão vítimas de discriminação religiosa. Graças que possuímos no Estado Brasileiro e na nossa justiça juízes, promotores e desembargadores honestos e justos que não entraram nessa balburdia promovida por um grupo de ex-testemunhas de Jeová magoados com as medidas disciplinares que sofreram. O veredicto já foi dado, e concluiu-se que não há crime de intolerância religiosa na prática da excomunhão. Não vai haver instância nenhuma que obrigará cerca de 700.000 testemunhas no Brasil falarem com o Sr. Sebastião ou seja lá quem for.

    Se continuarmos assim, a nossa justiça irá se avacalhar ou seja, se eu brigar em casa com minha irmã e parar de falar com ela ela irá acionar o MP ou se uma mãe disciplinar seu filho com o castigo de parar de manter contato com seus "amigos" transgressores os "amiguinhos" do filho vão acionar também o MP.

    Tais manifestações públicas ou em tribunais não será capaz de manchar a boa imagem que as testemunhas granjearam no Brasil. Casos como esses já foram julgados em importantes tribunais de outras nações, incluindo na Suprema Corte dos EUA, e em TODOS os casos a associação jurídica das Testemunhas de Jeová e seus representantes foram absorvidos. Porque? Simplesmente porque os mesmos direitos civis de liberdade religiosa que vocês advogam nós também, e é baseado nesse direito que defendemos nossa posição ao interpretarmos a máxima apostólica "cessei de ter convivência" como deixar de falar, cortar laços e relações. É nossa interpretação de um livro sagrado e o MP e toda a Justiça Brasileira está ciente que não poderá mudar nossa posição.

    Essa minoria totalitária que quer macular nossa reputação se dissolverá em poucos anos, e digo isso com o respaldo de psicólogo, doutor em psicologia jurídica membro orgulhoso da Organização Mundial das testemunhas de Jeová.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!