sexta-feira, 14 de janeiro de 2011


O Fórum Cearense da Diversidade Religiosa composto de diversas entidades da sociedade civil e religiosa, já é um fato em nossa capital desde a realização da reunião do CRDHDR – Centro de Referência de Direitos Humanos para a Diversidade Religiosa em Fortaleza (CE), ocorrida em 15 de dezembro de 2009, no auditório Murilo Aguiar, da Assembléia Legislativa. A realização daquela reunião veio estimular a discussão em torno do respeito e a tolerância religiosa entre as pessoas que confessem professar uma crença ou não.
Como sabemos, o Brasil é um país laico, e no momento que iremos comemorar o dia 21 de Janeiro, todos os cidadãos estão convidados para debaterem a diversidade religiosa como sendo um bem para cada pessoa. Em termos religiosos, obviamente, poderíamos pensar diferentes, porém, sermos iguais, respeitando a concepção religiosa do outro. Não importa a sua religião! Todos nós somos filhos de Deus.
O 21 de Janeiro, o qual fora instituído o DIA NACIONAL DE COMBATE À INTOLERÂNCIA RLEIGIOSA, conforme Lei Federal 11635/2007, foi deliberado fazermos a I Marcha em Fortaleza – Ceará contra a intolerância religiosa.
Concentração na Praça do Carmo, (15:30) que fica na Av. Duque de Caxias, Centro, seguindo até a Praça do Ferreira, com o apoio de várias entidades que já atuam nesse campo, como por exemplo: Fórum Cearense da Diversidade Religiosa; DCE – Diretório Central dos Estudantes da UFC; Associação Afro Brasileira de Cultura - ALABGA; UNEGRO – União de Negros pela Igualdade; Afoxé Acabaca; Secretaria Nacional Movimento Negro – PDT; FENEECE: Fórum Estadual de Entidades Negras do Ceará; Associação Afro de Mulheres Brasileira; Associação Brasileira das Vítimas do Preconceito Religioso; ABRAVIPRE; Coordenadoria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – COPPIR; dentre outras. Esperamos contar com a presença de parlamentares e representantes de outras organizações da sociedade civil que também foram convidas.
As discussões em torno do dia 21 de Janeiro prosseguem. Convidamos você a estar conosco para mais uma reunião, sexta-feira, dia 15 de janeiro, a partir das 16: 30h no Sindicato dos Bancários, que fica situado a Rua 24 de maio, nº 1289 – Centro
O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons. Martin Luther King
Contatos: Leno Farias – (85) 88199355 - Sebastião Ramos – 87801796
http://www.dhdiversidadereligiosa.com.br/noticias/not120.htm


5 comentários:

  1. O interessante nesta historia toda, é ver como pessoas que aprenderam tudo com as Testemunhas de Jeová, podem cuspir no próprio prato em que comeu.

    Sim, pois só não admite se não quiser, pois se não fosse as Testemunhas de Jeová, não saberiam como ocorreram as coisas.

    Que a Organização errou no passado? Grandes coisas, na Bíblia tem relato que os apostolos erraram também, qual e a diferença? Não conseguem aceitar que podem ter errado? Tem que ser tudo perfeito?

    Qual religião se esforça mais no amor?
    Qual religião vai pregar em casa em casa? Sim, tem o sistema de horas, mais isso é pra esforçar cada um de nós, a nos darmos mais, mas não é pelas horas, e sim pelo amor que temos a Deus.
    Qual religião mostra defender o nome de Jeová.

    Acreditem, todos nós temos chance do perdão, e acredito, que vocês podem ganhar o perdão de Deus se mudarem esse proceder, caso contrario, curtem um pouco mais essa vida, ela pode acabar a qualquer hora, assim como a minha, a diferença é que tenho fé de ser ressuscitado, já vocês não sei...

    É hora de mudar, vem o mundo, vem as coisas acontecendo, não é possível que vocês dão valor para Satanás...

    É isso.. espero que Jeová lhes ajude a ver a verdadeira fé, amor, e tudo que vocês precisam, consolo de Deus.

    ResponderExcluir
  2. Ola.Eu me chamo Fábio e achei este site por nada a procura do nome certo de escrever jeová e lí por cima.
    Quero dizer que não estou a favor de nada aqui, vim apenas expressar duas e única verdade: a primeira quero dizer que a frase"Todos somos filhos de Deus" não está correta, todos somos criaturas de Deus, está é a correta, para ser chamado filho de Deus é preciso aceitar jesus como teu salvador, ser ungido, aí sim será chamado filho de Deus.(Podem não gostar, é bíblico, é real)a segunda é que religião, placa de igreja não salva ninguém, o que salva é jesus....e digo mais: Não sois salvos pelas obras, mas pela gr5aça de Deus.
    abraços a todos

    ResponderExcluir
  3. Excelente comentário anônimo, e tbm fica algo q é de se levar em conta msmo sendo uma testemunha de jeová ou de outra religião todos somos imperfeitos e estamos sujeitos a cometer erros, como foi dito em alguns comentários sobre o fim dos dias "armagedom" como mencionado creio que ñ é possivel q um humano imperfeito tenha esse conhecimento para prever algo tão importante.
    acho exemplar o trabalho q as testemunhas de jeová fzm, pois demostram grande amor a jeová,com a pregação de casa em casa, oferecendo estudo biblico,as publicações são excelentes seus temas são verdadeiros e tem grande utilidade para nós olharmos em volta e ver que o mundo jás no poder do iniquo e que a unica religião que conheço q vai na porta de casa pregar a palavra da biblia são eles.
    E pra eles não é apenas um simples passeio, pois o objetivo da pregação é salvar vidas, divulgar o maximo possivel a palavra de jeová a biblia na terra.
    Muitos comentam sobre a rigidez que eles tem quanto as pessoas q são batizados na religião, vejo isso cm uma disciplina e não uma descriminação religiosa,pois tenho ctz q qm segue os ensinamentos e tem uma mente aberta para interpretar corretamente o que diz a biblia, sem duvida vive mto flz e tm seu lugar no futuro paraiso terrestre.
    vejo a biblia como uma espada de dois gumes serve tanto para repreender como para amparar.
    portanto façamos bom proveito da palavra de deus e de seus principios e leis.
    Acredito q fzndo isso nosso mundo se tornará melhor, pois o desejo do iniquo é esse desencaminhar as nações e afastar as pessoas dos ensinamentos de Deus.

    ResponderExcluir
  4. Amarcon disse:
    É impressionante como alguém pode se contradizer em um texto como o que postou o anônimo acima.
    Ele, defendendo o seu irmão que postou por primeiro, concorda que a Torre errou no passado, e pode errar no presente, citando inclusive os apóstolos como passiveis de falhas.

    Ocorre que, em seguida, ele afirma que as publicações da Torre são excelentes e que são VERDADEIRAS. Como é que eu posso confiar em alguém que, ao longo dos anos vem errando tando, a ponto de afirmar que suas publicações são verdadeiras?

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que vocês da abravip deveriam procurar o que fazer do ficar perseguindo religião no Brasil...onde todo mundo é livre pra pregar a palavra de Deus...nao somos governados por um militar e sim por presidente...vocês sabem o que estão fazendo com evangélicos na África? estao queimando eles vivos...isso sim é intolerância religiosa...vao pra la tentar reverter a situação pra ver o que acontece com vocês...

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!