quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011


O desespero de uma família entre salvar a vida de uma criança de dois anos e o respeito a preceitos religiosos repercutiu na opinião pública de Altamira. A Justiça precisou interferir, a pedido da mãe, para que a criança recebesse uma transfusão de sangue, já que o pai do garoto é Testemunha de Jeová, religião que proíbe essa ação.


A criança de dois anos está internada na UTI pediátrica do Hospital Regional da Transamazônica desde o último dia 4. De acordo com o conselho tutelar, os médicos que atenderam o menino afirmaram que o estado de saúde dele é grave. Os exames comprovam anemia crônica, diarreia e desnutrição, o que exigia imediatamente uma transfusão de sangue.

Enquanto a conselheira tutelar Málaque Maud, que acompanha o caso desde o início, declarava o medo de que a criança viesse a morrer se não fosse feito nada, um documento foi feito pelo pai do menino e entregue aos médicos, declarando a religião dele e proibindo qualquer transfusão de sangue.


REAÇÕES


A decisão do pai do menino em não autorizar a transfusão provocou reações de revolta entre os familiares. A avó da criança acusou o pai de negligência e culpou a religião dele. “Será que Deus quer que o filho dele morra? Isso não é normal, não”.

Acionado pelo conselho tutelar, o juiz Geraldo Neves Leite, da Vara da Infância e Juventude de Altamira, decidiu pela transfusão, autorizando os médicos a tratarem o garoto mesmo contra a vontade do pai.

A transfusão foi feita logo em seguida à decisão judicial. A criança passa bem, mas deve ficar ainda por cerca de duas semanas no hospital, em observação.

O pai do garoto foi procurado pelo DIÁRIO, mas não quis falar sobre o assunto. (Diário do Pará)
http://diariodopara.diarioonline.com.br/N-128069-+CRIANCA+E+IMPEDIDA+DE+RECEBER+SANGUE.html


2 comentários:

  1. Olá , boa noite |||

    Estando pesquizando ; encontrei neste site este caso, sobre se as Testemunhas de Jeová e seus familiares batizados ( filhos ) aceitam ou não transfusões de sangue. Na minha opinião quem devem decidir é somente a pessoa em sã consciencia e de maior idade . O que aconteceu em Altamira-pa segundo o que está publicado, quem estava decidindo pelo filho foi o pai. Moro na segunda maior cidade do Piauí . Lembro de um caso que aconteceu nesta cidade onde um filho de uma testemunha de jeová foi quase assassinado atraves de arma branca e seu pai que então era testemunha de jeová , servo ministerial, às pressas na tentativa de salvar seu filho procurou desesperadamente sangue para ele. Conseguiu e foi operado com sangue . Seu filho está vivo. Na época , o pai e o genro conseguiram o sangue . Os anciãos da congregação souberam e foram falar com o pai e o genro . Os dois afirmaram a verdade. Os anciãos escreveram para Betel e formaram comissão judicativa . E pelo que parece o pai do jovem afirmou diante da comissão que se fosse necessario permitiria e iria novamente à procura de sangue para seu filho. Resumindo : o pai do jovem foi expulso da congregação. Não sei se foi desassociado ou dissociado . O seu genro pelo que parece não foi dessssociado ou dissociado ; desde então está ainda na religião . Houve uma repercção nas congregações da cidade . Não sei afirmar se Betel autorizou ou mandou formar comissão judicativa , para resolver este caso . O que sei, é que até hoje, o pai do jovem está fora da religião . Pelo que parece ele não pretender voltar tão cedo .
    Reflexão : Como uma pessoa acidentada e inconsciente estando à beira de morrer pode dicidir se aceita ou não transfusão de sangue ? Voce pai , mãe ou responsável qual seria sua decisão estando diante desta situação ? Que cada um reflita e responda . Acredito que algumas coisas escritas vinda desta religião são interpretadas e impostas pelos seus dirigentes. Não tem nada haver com inspiração divina . Esta é a minha opinião .
    Agradeço .

    ResponderExcluir
  2. ISTO É UMA SEITA DO SATANAS.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!