sexta-feira, 8 de abril de 2011


Temos repulsa pelo que aconteceu devido a nosso instinto de sobrevivência. E o que torna tudo mais chocante é que o crime foi contra crianças, ou seja, justamente aqueles que nos sucederão. A empatia e a solidariedade são características não apenas dos humanos. Outros animais também se preocupam em preservar a si mesmos, suas crias e mesmo as crias de outros casais.

A crença na existência de Deus não impede a prática de crimes chocantes. Acontece até de estimulá-los, como temos visto na história. Esse, entretanto, não parece ter sido o caso específico em questão. Mas a crença na existência de Deus e na volta de Cristo não deixou de dar um certo conforto e esperança ao assassino.

RELATOS DA IMPRENSA
Uma outra vizinha conta que Wellington foi adotado com alguns dias de vida por um casal que já tinha outros cinco filhos. Ela se recorda da mãe adotiva do atirador comentar que ele tinha problemas de comportamento, e que, na infância, chegou a ser tratado por psicólogos. Ainda de acordo com essa vizinha, o rapaz foi por muitos anos da religião Testemunha de Jeová, a mesma dos pais adotivos. “A mãe dizia que ele costumava bater a cabeça na parede e, depois de adulto, chegou a ameaçá-la de agressão”, lembrou ela.

A mulher, que se identificou como Rosilaine, contou à rádio que o rapaz foi adotado pelos pais dela quando nasceu, que a mãe morreu há dois anos e que Wellington deixou a casa há oito meses.
“Minha mãe era Testemunha de Jeová e ele não seguiu a religião dela. Ele saiu fora. É só o que eu posso passar”, afirmou.


O pouco que se sabia de Wellington na rua (onde morava com os pais) era que era religioso. E com tendências ao fanatismo: com os pais que o adotaram, freqüentava um templo de Testemunhas de Jeová. Na rua, como contam alguns vizinhos, ele evitava falar com quem não era de sua religião. “Passava de cabeça baixa, não dirigia a palavra”.


"Ele nunca foi violento, não fazia arruaça, não atirava pedras e não brigava na rua. Era simplesmente quieto e a gente respeitava o jeito dele de ser. O Wellington passava a maior parte do tempo no quarto, em frente ao computador. Estou chocada", disse Edna de Lira Ferreira, 55 anos, dona de casa e vizinha do atirador. 
Segundo ela, Wellington e a família que o criou eram fieis da igreja Testemunhas de Jeová. Ele tinha cinco irmãos, filhos biológicos dos seus pais adotivos, e trabalhava em uma empresa de alimentos. Quando sua mãe biológica morreu, há cerca de um ano, ele teria pedido demissão da empresa. Além disso, o atirador tinha um cachorro e um gato.
"A gente passava na rua e ele baixava a cabeça, não cumprimentava. Apesar de ser antissocial, ele nunca demonstrou violência", afirmou Elma Pedrosa, 50 anos, babá. Os vizinhos também disseram que Wellington não teria servido ao Exército e nem à Polícia Militar, estranhando a habilidade dele com armas.

...ele evitava falar com quem não era de sua religião.

Os vizinhos também disseram que Wellington não teria servido ao Exército e nem à Polícia Militar, estranhando a habilidade dele com armas.


Fonte: Os dois primeiros parágrafos escritos por Jerry e o restante uma compilação das matérias publicadas na mídia. Para mais informações acessem:






Categorias:

35 comentários:

  1. Acabei, neste exato instante, de assistir na Band (rede de televisão Bandeirantes) uma entrevista entre o Ricardo Boechat e a irmã do atirador da escola do RJ, por telefone.

    O Boechat fez várias perguntas sobre o irmão dela.
    Ela, por telefone, deu as respostas:
    Ela informou que o atirador era na realidade adotado, portanto irmão de criação.
    Que o atirador mora sozinho já por muito tempo.
    Que o atirador visitava muito pouco a casa da irmã e que mostrava comportamento estranho, com barba comprida e falando sobre islamismo.
    Que a mãe dela (e postiça do atirador) morreu faz dois anos.
    Que a mãe era TESTEMUNHA DE JEOVÁ!!!
    GEROM

    ResponderExcluir
  2. Realmente, não tem nada a ver a religião da mãe adotiva do infeliz.
    É apenas um detalhe da história.
    Na verdade, nem o fato dele ser do Islã justifica ou explica o ato.
    Agora, o sujeito suicidar e matar um monte de crianças.... aff..
    Kooboo

    ResponderExcluir
  3. A mãe adotiva era TJ e ele não seguiu, diz a irmã. Com certeza ele foi educado nos preceitos da Torre mas decidiu não segui-los. Acho que nem o fato dele ter sido criado por uma TJ nem o fato dele não ter seguido a religião da mãe adotiva pode explicar totalmente os motivos para ele ter feito o que fez. Porque fica aquela coisa das ex-TJs dizendo: "HAHA! Foi criado por uma TJ ! E as TJs: "HAHA! Não quis tomar posição!
    Acho que tudo isso apenas mostra que uma pessoa criada como TJ é igual a todo mundo, não tem nada de superior ou inferior, pior ou melhor. Tem o peso da desassociação, claro. Mas não parece ser o caso desse rapaz. Li não sei onde que a mãe biológica era esquizofrênica. Pode ser que o pobre coitado tenha herdado isso da mãe.
    André Félix

    ResponderExcluir
  4. Pessoal, quando li a carta de manhã pela net, ainda não sabia que os pais adotivos eram TJ´s (descobri isso por aqui agora). Agora faz sentido a impressão que tive de manhã: percebi o uso da palavra "fornicador" (termo muito usado na Torre) e o fato de ele escrever "...pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida eterna”(ensinamento sobre a resurreição pra vida eterna no paraíso).
    Leila

    ResponderExcluir
  5. Sim, Leila. Ele compartilha da crença da Torre de que a morte é um sono do qual se pode despertar. Entretanto, perceba que ele fala de uma futura "vinda" de Jesus, o que entra em contradição com o ensino da Torre, de que Cristo já "veio" desde 1914. Talvez ele não tenha entendido muito bem os conceitos da Torre, ou esses não calaram tão fundo nele.
    Jerry

    ResponderExcluir
  6. Quando conhecemos a religião, como é a infância lá dentro, as zombações que se sofre, os discursos que se ouve, as crenças que se tem, fica fácil entender como isso pode manifestar em uma mente que já possui tendência a disturbios mentais.
    Kooboo

    ResponderExcluir
  7. A criação religiosa pode ter tido influencia sim, pois embora ele já esteja afastado a muitos anos, todos os traumas que sofreu tiveram origem em sua infância, quando se submetia aos mandos e desmandos da Torre de Vigia, e todos nós sabemos como é difícil e frustrante a vida das crianças que são Testemunhas de Jeová, são alvos em potencial para a pratica do booling.
    Fernando

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que alguém como esse Wellington poderia surgir em qualquer família de qualquer religião - ou mesmo em famílias sem religião. Não vejo uma relação direta entre a criação do rapaz como TJ e sua sociopatia. Fosse assim e muitos dos nossos próprios foristas seriam sociopatas. E que dizer de tantos outros, ao redor do mundo, que não tinham relação nenhuma com a Torre?

    Fosse o Wellington criado como católico, protestante, candomblecista, agnóstico ou ateu, penso que ele já trazia em si o germe para a destruição que provocou ontem. Ele encontraria os motivos para fazer o que fez em qualquer grupo humano.

    E, como alguém disse mais acima, por que os outros irmãos dele - até mais velhos que ele - não saíram por aí barbarizando? Por que nós mesmos não o fizemos, já que muitos tiveram um passado traumatizante de TJ? Eu mesmo tinha vergonha de ser visto pelos colegas usando roupa social com a famigerada pastinha na mão ou no serviço de campo. Quantos outros aqui também não tiveram essa e outras experiências mais traumatizantes na infância e adolescência?

    Como já disse antes: ele acredita numa futura "vinda" de Cristo. Isso não é crença TJ. Ele cita Deus mas em nenhum momento o chama de Jeová. Se a seita houvesse calado tão fundo nele, acho que isso seria um item importante.

    Então, vamos relativizar bem as coisas. A Torre tem muitas histórias dolorosas e trágicas para pormos em sua conta. Não acho que essa seja uma delas. Ou ao menos não tenho elementos suficientes para afirmar isso.
    Jerry

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jerry agradeço a vc por nos defender...que Jeová te abençoe!

      Excluir
  9. Jerry,
    pra mim, o cara tinha disturbios psicologicos, e a religião pode ter o agravante ou o gatilho para desencadear a ação.
    Os traumas sofridos na infancia e juventude que muitos de nós passamos, tiramos isso de boa, porque não temos psicoses, mas para ele, o efeito disso foi outro.
    Kooboo

    ResponderExcluir
  10. MAS... vamos dizer a verdade!

    Que a criação TJ, desde pequeno, não influiu no restante de nossa vida é 'brincadeira'... Até o momento em que vc toma consciência sobre o que te ensinam, até vc. reagir, até vc. poder perceber que é o momento de reagir (às vezes, somente quando vc. está pronto pra sair de casa, talvez, com uns 18 anos, ou se transformar num jovem "rebelde")... até vc. chegar a conclusão sobre ser dissociado ou ser desassociado (ser ou não ser, eis a questão...)

    Dizer aqui que nenhuma influência em nossa criação TJ nos aflige hoje, que não vejamos "fantasmas a noite", que não tenhamos "esquelos no ármario para serem retirados", que não temos seguelas, que não perdemos parte de nossa vida, que de alguma forma não temos raiva (de algo)... seria fora de propósito! Seria forçar a barra! Seria não termos escrúpulos!

    ESTA é MINHA opinião!

    OBS.: Jovem REBELDE, dependendo de como é usado, é bulling!
    Gerom

    ResponderExcluir
  11. interessante esta foto! sou analista de sistema...meus pais são testemunhas de Jeová, e nunca me forçaram a ser...pois tenho o livre arbitrio de escolher...más sempre me educaram da melhor maneira possível. tenho 38 anos atualmente e nunca ví alguem das testemunhas de Jeová falarem al de "Terrorismo" ou "Vandalismo". e sim ter uma vida pacifica com todos. se o rapaz era anti-social ou sofria de problemas mentais...se formos cuparmos a religião...todos então somos culpados... porque até hoje ainda existem pessoas maquiavelicas querendo promover a tão famosa guerra santa. parem com isso meus irmãos...afinal somos pessoas racionais e vamos tirar essa ira dos vossos corações.

    ResponderExcluir
  12. Para mim fica claro que este rapaz não era normal. no sentido de suas faculdas mentais. Com certeza era portador de anomalias, porém, como comentou o Jerry, a forma como foi criado determinou ou desencadeou neste moço um sentimento de regeição. Êle tinha que ser diferente, segundo ensinos tj. Tanto isto é verdade que ele não se relacionava com ningué, pois, para ele, estaria sempre desrespeitando ensinamentos que marcaram sua formação."cuidado com apóstatas" "cuidado com mundanos" "cuidade com os dacistandade". Isto fez dete rapaz um alienado social, que, somado ao que falei anteriormente, deu no que deu.

    mano.

    ResponderExcluir
  13. Quando se aproxima a imagem deste rapaz às Testemunhas de Jeová a análise correta não é que o grupo ensina a violência, mas se a repressão pregada por este grupo constrói ou não uma auto-estima baixa, um sentimento exacerbado de culpa. Sentimentos que talvez possam ser digeridos e contornados por adultos, mas que na cabeça de crianças podem causar um enorme trauma. A construção de uma personalidade que perde a profundidade correta dos valores. Não sejamos tão ingênuos e superficiais na análise. É evidente que nenhum líder religioso em um país cristão conseguiria juntar um rebanho considerável de fieis, como o das Testemunhas de Jeová usando um discurso de violência e assassínio. Porém a pergunta é: ensinar a crianças que somos amaldiçoados por nossos pecados e que necessitamos o tempo inteiro de perdão, por que somos pecadores compulsivos e que pecamos até em pensamento, não acarreta na construção de uma personalidade doentia?

    ResponderExcluir
  14. Querer relacionar o ato desse doente, com o fato de ele ter frequentado as reuniões das TJS é no mínimo falta de bom senso.

    ResponderExcluir
  15. As TJ ensinam que Jesus veio em 1914, mas ensinam também que Jesus voltará sim, como Rei e executor do julgamento divino, no Armagedom, após esse evento haveria a ressurreição, é aí que entra a afirmação do atirador de que ele seria ressucitado.
    Logicamente a carta dele expressa sua crença pessoal, mas tudo indica concordancia com os ensinos das TJ, basta ler atentamente.
    Mas apesar de tudo isso e essas implicações, a atitude dele não quer dizer que outras pessoas que tiveram contato com TJ vai sair por aí atirando nas pessoas, ele era doente mental.

    ResponderExcluir
  16. há pessoas que querem apenas falar o que lhes veem em mente e estas proprias como voces dizem ex-testemunhas de jeová o que penso , que são muito mal revsolvidas em suas vidas. fui criada desde pequena com principios biblicos ou seja o importante é os termos e ensinamentos da biblia. a relaçao talvez que este moço tivesse, não leva em conta, pois psicologicamente se leva em conta o estado mental da pessoa desde de pequena e que levam tempo para emergir, como neste caso infeliz.
    num ouvi que se prega a repressao do tempo em que convivo com as testeminhas de jeova, nunca me senti reprimida. e personalidade cada um desenvolve a sua segundo os valores que acredita, pois todos passam pela vida adulta e podem decidir o que querem.
    é facil mascarar muitas coisas com um fato isolado, oriento que vão pesquisar nos livros de historia o massacre que a religiao catolica fez por apoiar as guerras e hoje o muitos padres deixam crianças com problemas emocionais e pisicologicos por abusar sexualmente das mesmas conhecidos como pedofilos, mas isso se esquece facil e voces abafam, que desumano e hipocrisia.

    ResponderExcluir
  17. Ola pessoal , boa noite |||

    Vendo este blog ; e lendo os comentarios percebo que este rapaz estava bastante doente psicologicamente. Uma pessoa em sã consciencia não faria este massacre. Se for verdade que ele foi Testemunha de Jeová batizado ; a Instituição Torre de Vigia irá passar por uma investigação
    para esclarecer o assunto da expulsão . E isso não é bom para as TJs. A desassocição imposta pelos ensinamentos das TJs realmente causa isolamento da sociedade e da familia . Para alguns desassociados se cria um bloqueio psicologico. Talves este rapaz já tinha problemas psicologicos antes de se tornar TJs ; e depois da expulsão possivelmente aumentou nele esta doença. Vamos aguardar para vermos o desenrolar deste caso . Deixemos nas mãos das autoridades competentes .

    - Encerro -

    =================================================

    ResponderExcluir
  18. Li no uol o amigo dele falando que conheceu ele no salão do reino e que eles depois foram espulsos por não concordar com os anciãos então pelo que ele disse. devia ser dessasociado.

    ResponderExcluir
  19. Olha este link. nele diz que o atirador foi dessasociado em 2008.


    ttp://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/04/09/policia-vai-apurar-declaracoes-de-suposto-melhor-amigo-que-revela-detalhes-do-passado-religioso-de-atirador-do-rio.jhtm

    ResponderExcluir
  20. Cda dia q passa e as noticias vem a tona eu descubro q nao tem nada a ver com religiosidade. Mas muito mais pela proprias questoes psicologica, agressões sofridas na infancia de colegas de escola ou de parentes, problemas sociais, dai nesse calderão todo entra a busca por religiões. E claro as TJ se expoe muito mais com esses loucos pq exatamente eles vao de casa em casa, batendo na porta dessas pessoas q provavelmente estao a dias sem falar com mais ninguem. Sou ex TJ e sai pq meu coração discordou de alguns ensinamentos, mas nao me arrependo de ter entrado, muito menos de ter saido. Não sou a favor das TJ, sou a favor da liberdade de culto, de eu ter liberdade pra decidir minha vida e minhas opções.

    ResponderExcluir
  21. Se ele era testemunnho de jeová , muçulmano , ou era de alguma seita que misturava ideias cristãs com muçulmanas eu não sei , só sei que ele era um idiota assasino ,psicopata e covarde

    ResponderExcluir
  22. Bem e a primeira ves que comento em um blog, sou desassociado ja algum tempo e o sou justamente por ter descoberto sertos erros da sociedade em sites e blogs como este, bem sou uma pessoa que mesmo antes de conhecer as tjs, achava que o mundo e as pessoas que nele vivem estao fora do eicho que as coisas como sao nao estao como deveriao ser, sempre presei o valor do respeito ao proximo e a vida nao sou perfeito pelo contrario ja cometi muitos erros antes durante e depois das tjs, e me arrependo de todos eles pois eu pratiquei nesses erros o que eu gostaria que nao existisse; egoismo, falsidade, ambiçao, imoralidade, falta de alto dominio enfim todas as coisas que fazem deste mundo oque ele e. Oque gostaria de postar aqui e que como alguem que descobriu os erros da torre e se iludiu com datas e esperanças, sou tao mais bota tao nisso magoado com a liderança da torre como qualquer outro que passou por isso, tive vontade de morrer, de matar (o corpo governante se os visse) de ir na congregaçao e tomar o microfone apulso e dizer tudo oque estava sentindo e o porque, como qualquer outro que teve apresso e fe no que aprendeu tive o chao tirado de baixo dos meus pes, pensei em participar de foruns e todos esses sites que procuram divulgar os erros da sociedade, mas nao o fiz resolvi seguir minha vida trabalhar cuidar dos meus filhos e esposa, enfim resolvi nao ser igual a eles querendo impor oque acredito a outros e tambem nao sendo igual a muitos que conheço que tinham a sociedade como coleira e quando se soltaram agiram como cachorros loucos que na verdade precisavam estar presos a torre ou a qualquer outro ensino. Pra concluir estou aqui escrevendo para pedir que todos os que ja foram ou ainda sao tjs, que nao ajam como oque nos quando procuravamos a "verdade" odiavamos. Nao sejam caluniadores ou aproveitadores usando oque aconteceu para atacar algo que apesar de tudo nos ensinou tambem coisas boas como respeito, amor a vida e as pessoas, reconhecer oque e certo e errado em sertas situaçoes, que nos ensentivou a trabalhar com onestidade e dando nosso melhor para nossos empregadores, que nos ensentivou a dar sem esperar nada em troca enfim que apesar dos enganos dos erros da falta de coragem ou interesse de demonstrar mais claramente esses erros nos deu tambem bons principios a seguir, nos acho eu deveriamos ser como peneiras procurando e segurando oque e bom e descartando oque e ruim, nao estou defendendo as tjs nao so espero de coraçao que nao sejamos oque eles o corpo governante ensinaram: difamadores, apostatas nao deles mas de Deus e tambem nao sejamos como aqueles que infelismente precisavam de coleira para nao morderem como e o caso do Wellington e de muitos outros quer entre as tjs quer em qualquer religiao ou fora delas. Sejamos melhores que isso sejamos oque um dia sonhamos e esperamos que o mundo se tornase.

    ResponderExcluir
  23. A carta do infeliz diz muito de sua formação como TJ: Vinda de Cristo; Adulteros, Impuros e Deus em vez de Jeová, essas palavras são recorrentes na literatura da TORRE . E a prova mais condudente são os livros encontrados em seu quarto. Acho que ele já tenha nascido propenso a esses distubios mentais, a religiao teve tb um fator de peso nisso tudo.
    Até nome da SETA é objeto para BULLING.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite pessoal...meu nome é Andréia.
    Só quero dar uma palavrinha aqui, pois me chamou a atenção e não deixei de chorar a perda das crianças inocentes, e pela violência no mundo que vemos constantemente,a cada dia,eu nem vejo mais jornal,porque todos os dias é a mesma coisa,só dor.
    Fui TJ,comecei a estudar a Bíblia com 7 anos...aprendi a amar ao próximo,a ser tolerante,a ser perdoadora,a ter fé...sou desassociada hoje,mas porque não quis mais permanecer,pois tenho uma natureza livre..nunca fui maltratada pelas TJ,ao contrário as amo como qualquer outro ser humano,de qualquer religião...
    Todos os dias acontecem barbaridades,coisas horrendas no mundo,e ninguém questiona se os praticantes de certos crimes,a que religião eles pertencem...um caso isolado,muita gente aproveita-se da situação de esse moço ter frequentado um salão do reino para atacar as Testemunhas de Jeová,que são um povo conhecido por serem pacíficos..acredito que se Wellington tivesse seguido a Bíblia em si(não o ancião,ou pastor,ou padre,quem seje)não teria praticado ato tão atroz,porque a Bíblia nos ensina a amar nosso próximo como a nós mesmos..e esse é o maior dos mandamentos...IMPERFEITOS todos nós somos...e imperfeição há em toda a parte...
    Vocês falam mal da desassociação..mas pensem com o cérebro:
    se ele fosse uma TJ, e como cristão batizado cometesse tal ato,deveria ser perdoado instantaneamente e tratado como qualquer outro dentro da congregação depois de não se arrepender?????? Porque existem cadeias??Não é para dar "castigo" e afastar da sociedade a coisa má???Então porque as TJ não podem desassociar quem não segue os padrões ensinados na Bíblia?? E porque existem juízes e promotores humanos para tirar da Sociedade aquele que não está dentro dos padrões de normalidade?

    ResponderExcluir
  25. Isso foi um caso isolado,1 em 1000...o que dizer dos assassinos do dia a dia que vemos na mídia? Vocês questionam a que religião pertencem?
    Claro que Wellington não era TJ, se fosse,jamais ele teria cometido tal ato...
    O sexo não é proibido, como ele sugeriu..O casamento é abençoado, e não são só as TJ que pensam isso, porque então as pessoas formalizam suas uniões?? Um casamento saudável pode sim proteger alguém de muitas coisas, como HIV,e muitas outras patologias relacionadas ao sexo inseguro.E há coisa mais bonita do que ver um casal feliz,envelhecendo juntos?Por isso a Bíblia prega a castidade,mas não proíbe o sexo seguro dentro do matrimônio.
    A Bíblia até fala,melhor casar-se do que estar inflamado de paixão...
    Resumindo, o ensino das TJ,apesar de em todos os lugares e religiões do mundo, haver a IMPERFEIÇÃO,jamais nos ensinaria a cometer tal ato.As pessoas têm livre-arbítrio para escolher seguir ou não o que aprende das Escrituras com as TJ.
    No meu caso,graças a Deus aprendí muitas coisas boas,e tive o livre arbítrio de escolher, não ter religião,mas ser espiritual e seguir a Bíblia no que acho haver senso.Criei os meus filhos sozinha, sou separada e só a minha filha ainda é estudante da Bíblia e é porque o escolheu,jamais a forcei a seguir nada, os outros dois, meninos,não frequentam mais,mas têm profundo amor e respeito a Deus e aos semelhantes, e por tais princípios,nunca me deram trabalho na escola ou na Sociedade.O mais velho faz biomedicina,o caçula com 14 anos está terminando o ensino médio, e a menina já terminou o ensino médio e pretende continuar os estudos, e agradeço a Deus tudo que aprendi como TJ.Acretito em Deus e na promessa de um Novo Mundo.Essas coisas acontecem,porque antes já foi predito na Bíblia.Qualquer um pode pegar a sua Bíblia e ler as profecias de Jesus no Novo Testamento das coisas más que aconteceriam nos últimos dias.(A Bíblia das Testemunhas não é diferente,a sua linguagem é mais moderna,só isso,igual a Bíblia na Linguagem de Hoje a qual também usa o nome de Deus.)

    ResponderExcluir
  26. Espero que Jeová Deus realmente o perdoe por ato tão "impensado" na verdade,mostrando INSANIDADE MENTAL, que Deus dê forças e esperança da ressureição sim para as famílias que sofreram o ataque,(não é coisa das Testemunhas de Jeová,a Bíblia ensina isso)que Deus realmente tenha misericórdia de todos nós que nada somos perante Ele.E nada sabemos! O Diabo existe, a força do mal,como queiram chamar...e DOENÇAS MENTAIS TAMBÉM!!
    .Ah ainda que ele fosse praticante do Islamismo ou outra qualquer ultimamente,nenhuma denominação tem culpa por mentes doentias.Leiam o livro "mentes perigosas-o psicopata mora ao lado - de Ana Beatriz Barbosa Silva,POR FAVOR.

    Por favor,não procurem um culpado para esse crime,além do próprio Wellington.
    Por favor, não achem fatos para culpar as Testemunhas de Jeová por isso,ou qualquer outra denominação ou pessoa,pois não tem sentido,pelo amor de Deus.Obrigada.
    PS:Na Holanda essa semana,outro psicopata cometeu crime semelhante,será que alguém já pesquisou qual era sua religião?Definitivamente,não tem nada a ver.
    PS2:Alguém já investigou se entre as vítimas,não há alguma família que seja TJ?? E ai??O que eles teriam a dizer? Isso de atacar as TJ é antigo.
    TODAS AS RELIGIÕES TÊM ERRO, E TODOS OS SERES HUMANOS SÃO PASSÍVEIS DE ERRO E IMPERFEITOS POR FAVOR!

    ResponderExcluir
  27. É DIFICIL ACREDITAR QUE ALGUMA PESSOA QUE TENHA TIDO CONTATO COM AS TJS TENHA FEITO ISSO. AS TJ NUNCA PREGARAM A MALDADE E NEM INCUTEM NA MENTE DAS PESSOAS QUE ELAS SAO PECADORAS E SIM A NECESSIDADE DE SERMOS FIEIS AO NOSSO CRIADOR E RESPEITAR-LO, E UMA FORMA DE RESPEITA-LO É RESPEITAR A VIDA, INCLUSIVE DE OUTROS. ESSE CARA É UMA PESSSOA VISIVELMENTE DOENTE E NAO TEM NADA A VER COM AS TJ, POIS SE FOSSE ASSIM TODAS AS TJS TAMBÉM APRESENTARIAM UM COMPORTAMENTO TAO BARBARO QUANTO ELE E SABEMOS QUE ISSO NAO ACONTECE. ELE TINHA LIVROS DAS TJS POR QUE A SUA MAE ERA TJ E SE ELE AMASSE ELA DEVERIA TER RESPEITADO ELA ATÉ MESMO EM MORTE, POIS TENHO CERTEZA QUE PARA UMA MAE TJ, O ATO DESSE RAPAZ FOI A MAIOR DECEPCAO DA VIDA DELA! AINDA BEM QUE ELA NAO ESTÁ AQUI PRA VER ISSO!

    ResponderExcluir
  28. Todos nós temos nossos erros...todos!A culpa não é nossa, disso eu certamente sei!Toda essa violencia ocorre nos nossos dias simplismente pelo pecado de Adão e Eva... Se o rapaz era louco!!! Culpa deles...O QUAL TENHO CERTEZA Q SOFRIA pois todos nós sofremos! Mesmo ele ocasionando a TRAGÉDIA...e se aconteceu a tragédia tambem culpa deles! Eles botaram o pecado no MUNDO!!!Mas nós TJs sabemos que Adão e Eva pagaram pelo o q fizeram! E Jesus Cristo veio nos livrar do pecado dando em troca a sua morte!E na sua volta ele há de tirar tudo isso desste mundo em q vivemos...e é por isso q comemoramos a Morte de Cristo! Neste Domingo 17/04 nós TJs estaremos fazendo isso! Então gente PENSE e PROCURE saber mais das TESTEMUNHAS DE JEOVÁ antes de julgarmos...Se o rapaz era TJ não sei...Se ele era estranho!Fazer o q??? Mas se sabiam q ele era louco prq não o ajudaram a lidar cm isso? Confuso!Mas lembrem-se não foi conselho das TJs nem de Jeová eese absurdo cometido!
    17/04 Comemoração da Morte de Cristo! Após o pôr do Sol! Em qualquer Salão doReino detodo o MUUUNDO...

    ResponderExcluir
  29. ao anonimo das h15:32 voceis estão erado em comemorar, temos que participar do embrema o meu Deus cristo disse tomai e comei todos.prestou atenção todos.......

    ResponderExcluir
  30. Isso que estão falando querendo relacionar esse aassassino com as testemnhas de jeova não tem nada a ver,pois as tj não usam armas de forma alguma elas rejeitam até mesmo servir o exercito pois se negam em matar seu proximo independente de sua nacionalidade,raça ou religião exemplo que deveria ser serguido por muitas religiões.

    ResponderExcluir
  31. ao anonimo das 07:14 deixa de ser trouxa o imposto que voceis pagam o governo compra viatura armamento pros policial,avião de guerra paga todos pessoal do exercito as testimunha de geova tambem contribui pra isso. não e mesmo Mano. agora vem estes robozinho com este bla bla bla.não pega em arma não serve o exercito mas contribui pra tudo isto.acorda tejotaiada. e Conhecereis a verdade e a verdade te libertara!!!!!!

    ResponderExcluir
  32. Bom...até hoje não conheço uma religião que ensine a fazer o mal a alguém!! Isso infelismente já era do CARÁTER desse psicopata. Se ele fazia parte de tal religião, com certeza teve os melhores ensinamentos para ser um homem de bem, ate mesmo pq isso sim é coisa de DEUS. É muita falta de bom senso da sociedade querer associar tamanha falta de caráter de uma pessoa à uma determinada religião que procura levar a paz. No início desse post vejo que a "autora" grifa em vermelho várias vezes as TESTEMUNHAS DE JEOVÁ"...eu não sou da religião, mas e aí, será q é algo pessoal? e o Islamismo a qual muitas vezes foi referido nas reportagens?? ACORDA POVO!!!

    ResponderExcluir
  33. Eu fico indiguida de um blog assim criticar tanto a Religião testemunha de Jeová, vocês deveriam ter vergonha disso ,dependente de qualquer crença, religião, o importante é que eles crêem em deus, e ao criticar e condenar uma região como essa, vocês estão condenando seu próprio Deus. Toda .. TODA religião tem um ponto que não agrada as pessoa, mais nem por isso saem criando blogs, e tentando achar fatos para que as pessoas se afastem dela. Isso é a coisa mais horrível que eu já vi, vai contra os princípios de deus, testemunhas de Jeová lutarão, e lutam ate hoje por suas crenças, já foram perseguidos, mortos, mandados para campo de concentrações, e nem por isso deixarão sua fé de lado. Eles merecem respeito por isso. Os fatos só provão que a religião sofre perseguição até hoje, em um mundo que se diz “ moderno”. Não importa qual for sua religião, o importante é crer em deus e não se dobrar diante de Jezebel..
    Eu respeito e muito As testemunhas de Jeová, por que são homens e mulheres que não envergonham a palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  34. ´Com certeza o fato desse jovem ter frequentado as reuniões das testemunhas de jeová naõ justifica os atos de insanidade mental que ele tinha , seu desequilibrio mental aconteceria a qualquer momento e com certeza faria o que fez estando na igreja católica, evangélica e outras mais, acho ingnorancia da parte de alguns relacionar o que ele fez com a religião. Estão precisando estudar a palavra de Deus, onde sabemos que cristo nos diz ''parai de julgar e certamente alguns estão julgando de forma errrada as testemunhas de jeová que saõ pessoas de bem, se a maioria das crianças fossem criadas na organizaçaõ de jeova´com certeza não haveria tantos jovens infratores,e desrespeitosos como hoje e isso prova muito bem por que ele não progrediu na fé.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!