terça-feira, 18 de fevereiro de 2014


Com a popularização da Internet, muitos grupos (políticos, empresariais, religiosos etc) perceberam o fabuloso potencial de divulgação de suas ideias e atividades nesse mundo virtual. A disseminação dessas mensagens em muitos momentos podem tornar-se virais (quase sem controle), ou seja, podem atingir os mais variados tipos de pessoas em qualquer parte do planeta. Sendo assim, a máxima que “informação é poder” recebe atenção especial de quem quer divulgar algo para “maquiar” ou encobrir suas reais informações.

A Sociedade Torre de Vigia (nome comumente utilizado para se referir a liderança jurídica e espiritual das Testemunhas de Jeová) já está apostando alto nessa nova modalidade de “pregação” ao investir em sites e redes sociais. Porém, o controle totalitário que essa denominação religiosa consegue manter dentro dos seus muros, fica bem frágil no mar de informações e possibilidades que a Internet proporciona aos seus usuários. Para tentar minimizar esses “danos” a sua imagem o ideal é ter uma equipe de prontidão atenta a toda informação que surja citando seu nome. Exagero? Qualquer empresa, hoje em dia, monitora as informações que aparecem na NET a seu respeito, pois esses dados são vitais para novas estratégias de marketing, mas no caso das Testemunhas de Jeová: novas estratégias de proselitismo.

Não há problema algum em ter espaços virtuais para a divulgação de suas ideias e ideais (desde que respeitem as diversidades de pensamento), porém o problema surge quando espaços públicos como a Wikipédia Brasil são “controladas” por uma força tarefa de “Testemunhas de Jeová” que apagam qualquer crítica a sua religião e reescrevem sua “história” de forma tendenciosa. Para quem não sabe o que é a Wikipédia vai a informação abaixo:

“A Wikipédia é uma enciclopédia on-line e, como um meio para esse fim, é também uma comunidade virtual formada por pessoas interessadas na construção de uma enciclopédia de alta qualidade, num espírito de respeito mútuo” (Fonte: Wikipédia).

Infelizmente, percebe-se que existem Testemunhas de Jeová infiltradas nos cargos de Administração (que deveriam zelar pela neutralidade e equilíbrio de informações) da Wikipédia Brasil, num trabalho incessante de “purificação” das informações e numa clara imposição maniqueísta de demonizar todos que pensam de forma diferente. 

Essa necessidade, das Testemunhas de Jeová reescreverem sua história para maquiar seus erros doutrinais, fundamentalismos e legalismos, assemelha-se ao “Ministério da Verdade”, do livro “1984” de George Orwell. Esse órgão controlador tem como principal função, alterar todos os dados e registros de acordo com a perspectiva do Partido (detentor do poder), evitando contradições ou distorções do pensamento que levassem a algum tipo de questionamento. Sendo assim essa manipulação/distorção da verdade é uma das responsáveis pelo fato do Partido parecer estar sempre certo. Algo bem semelhante do que a Torre de Vigia pretende para com seus adeptos. 
Todo regime totalitário e fundamentalista deve ser combatido e denunciado. O ato de indignar-se deve ser uma constante perante tais arbitrariedades. Por isso o Blog Ex-Testemunhas de Jeová continua esse trabalho incansável de propiciar informações imparciais e questionadoras.

Debates sobre esse tema:


Categorias:

18 comentários:

  1. Não sou TJ (ainda) e lendo estes blogs de ex-membros vejo uma situação lastimável!
    Tenho pena de vocês EX-TJs, essa obsessão em perseguir ex-irmãos é uma "birra" tremenda ein...

    Ficam pela Internet se desdobrando, gastando energia, gastando tempo, etc..., E Já que o tempo é algo muito precioso, gastem ele com algo que edifique (espiritualmente) ou então esqueçam que a palavra "RELIGIÃO" existe e vivam suas vidas nesta "liberdade" que criaram!

    Tentar Desviar pessoas desta religião e NÃO APRESENTAR um outro caminho "biblicamente" correto é no mínimo uma falta de honestidade, ou será que deveríamos nos tornar Ateus? Ou nos Sem religião? Se não? Qual religião?

    Vocês fazem isso só porque lá no fundo sabem que a verdade se encontra com este povo (as TJs), mas que por motivo de "orgulho ferido" endurecem os corações e quer saber, isso é "birra" mesmo e ponto!

    Elas estão espalhadas pelo globo dando bom testemunho e consecutivamente glorificando o nome de Jeová! Diferente da vasta maioria das religiões que só prestam pra desonrar à Deus com doutrinas falsas como a Trindade, inferno, predestinação, falsas curas, falsos dons, teologia da prosperidade, etc...

    Att,
    Lazarus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 20 de julho de 2014 15:07 citou:
      "Não sou TJ (ainda) e lendo estes blogs de ex-membros vejo uma situação lastimável! Tenho pena de vocês EX-TJs, essa obsessão em perseguir ex-irmãos é uma "birra" tremenda ein".

      Pascoal responde:
      Fui Testemunha de Jeová por mais de 15 anos e você diz que ainda vai ser, ou seja, seu comentário arrogante de ter "pena" se mostra bem inconsistente desde já, pois as pessoas acham importante que ao comentar um assunto importante que pelo menos tenha real conhecimento e você não tem. Outra questão é que você não suporta críticas ao que você considera "perfeito" e isso causa uma confusão mental ao achar que críticas bem documentadas sobre fundamentalismos da Torre de Vigia é algum tipo de perseguição.

      Excluir
    2. Anônimo 20 de julho de 2014 15:07 citou:
      "Ficam pela Internet se desdobrando, gastando energia, gastando tempo, etc..., E Já que o tempo é algo muito precioso, gastem ele com algo que edifique (espiritualmente) ou então esqueçam que a palavra "RELIGIÃO" existe e vivam suas vidas nesta "liberdade" que criaram!"

      Pascoal responde:
      Agora você conseguiu superar-se nas contradições. Na realidade quem gasta horas e horas de proselitismo descarado são as Testemunhas de Jeová de casa em casa e agora massivamente pela Internet, ou seja, aqui é apenas um Blog dentro de um universo (que é a Internet) prestando uma utilidade pública alertando as pessoas dos fanatismos existentes dessa religião. Outra coisa: a liberdade de expressão é constitucional, mas vai dizer lá na tua congregação que você está acessando meu Blog que irá logo ser advertido.

      Excluir
    3. Anônimo 20 de julho de 2014 15:07 citou:
      "Tentar Desviar pessoas desta religião e NÃO APRESENTAR um outro caminho "biblicamente" correto é no mínimo uma falta de honestidade, ou será que deveríamos nos tornar Ateus? Ou nos Sem religião? Se não? Qual religião?"

      Pascoal responde: Tentar "desviar" é no seu entender relatar os abusos da desassociação discriminatória, da política assassina do sangue, do desincentivo ao ensino superior, da alienação parental, dos casos "encobertos" sobre Pedofilia, dos constantes erros doutrinais? Ficar calado diante dessas barbaridades é que é desonestidade. Aqui não somos um "Corpo Governante" que indicamos caminhos para salvação. Sei que você está acostumado a apenas ser conduzido qual ovelhinha, mas tente ter iniciativa e ideias próprias. É o começo da salvação.

      Excluir
  2. Naõ acredito que que vc , desvie alguém de alguma coisa acredito que vc , não se identificou com os padrões das testemunhas de Jeová , em uma coisa sou obrigada a concordar ter iniciativa propria é uma libertação . e vc , tem atitude , mesmo sendo desassociado tem peito e fala , eu sou uma e não tenho medo de falar o que penso e não me sinto culpada de responder lhe poís vejo vc , como um bom rapaz que não se ajustou aos padrões bíblicos retorne a JEOVÁ , querido .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retornar a Jeová ou retornar ao Corpo Governante? Pois da forma como está dizendo, passa a impressão de que o CG tem o monopólio do nome e da aprovação de deus.

      Excluir
    2. Ao Anônimo1 de agosto de 2014 18:57.
      Obrigado por nos visitar e comentar de forma equilibrada. Pois bem, pensar por si próprio não é algo fácil e pensar e questionar algo que anteriormente achávamos ser a "verdade" é bem mais complicado e doloroso. Mexe com dogmas e formas de perceber e entender o mundo. Quando saí das Testemunhas de Jeová saí por não concordar com os abusos religiosos e dogmas discriminatórios, ou seja, não quis continuar e pedi minha dissociação (desligamento voluntário). Abraços.

      Excluir
    3. Ao Anônimo28 de agosto de 2014 14:50.
      Não apenas parece. Estou afirmando que as Testemunhas de Jeová mediante seu canal oficial de organização que é o Corpo Governante afirma serem as únicas do universo a terem a comunicação e apoio de Deus. Isso é megalomaníaco.

      Excluir
  3. "Por isso o Blog Ex-Testemunhas de Jeová continua esse trabalho incansável de propiciar informações imparciais e questionadoras."

    Imparciais???? KKKKKKKKKKKKKKKK

    Você já pensou em trabalhar em algum humorístico amigo??? kkkk Imparciais... rsrs

    Seu blog só serve pra denegrir a imagem das Tjs, e ainda se diz imparcial??? rsrs

    Cada uma que a gente lê... Outro dia ví esse artigo no Yahoo, e você Pascoal, estava lá comentando de montão, destilando veneno contra as Tjs. Fico observando a postura de você e de outros que se dedicam a disseminar o ódio contra TJs na internet... São vocês que reforçam a minha fé, por causa dos apóstatas de um certo fórum que voltei a estudar a bíblia e estou progredindo espiritualmente.

    Saiba que mesmo que o fim do sistema não venha por agora, você vai passar, eu vou passar, e as TJs continuarão no mundo todo passando de casa em casa. Não adianta espernear, elas já deram provas suficientes de que tem coragem e fé pra persistir nesse trabalho.

    Abraços e cuidado na hora de dormir e de comer, não morda a própria língua. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Billy Kane, olhe a diferença da minha resposta e do seu comentário.
      Você em momento nenhum argumenta ou tenta mostrar alguma falha no meu texto. O que percebe-se é que você no final AMEAÇA com aquele fervor de fanático religioso que no final eu serei destruído e você irá cair nas graças de Deus e será salvo. Ou seja, muito argumento sem consistência e muita intolerância religiosa!
      Outra coisa que muitas Testemunhas de Jeová não suportam: ao mostrar os absurdos, tal como a política assassina do sangue, e que eu denuncio e denunciei no yahoo acham log que é perseguição. Ou seja, não toleram ser criticadas, mas adoram criticar a fé dos outros.
      Esperando um comentário mais consistente da sua parte ok?

      Excluir
    2. Eu comentei e critiquei seu post e seu blog como um todo, com argumento sim, ou você não teve capacidade de percebê-lo, ou só passou por cima.

      E onde foi que eu disse que você será destruído no final, e eu serei salvo? Não minta, e não distorça minhas palavras. Do contrário me mostre onde eu disse isso! Uma coisa é ser um crítico ressentido das Tjs, outra é ser mentiroso. Portanto seja mais honesto em suas colocações ok!?

      Bom dia.

      Excluir
  4. Você criticou com argumentos válidos? Tem certeza? Ao que me consta e todos podem ler o seu primeiro post o que mais tem são os kkkk e rsrs, ou seja, você apenas usou de ataques pessoais (argumentum ad hominem). Explicando para você o que é argumento ad hominem: em vez de atacar uma afirmação, o argumento ataca pessoa que a proferiu.
    Então, ainda estou esperando um debate construtivo de ideias ok?
    Eu fui Testemunha de Jeová por quase 15 anos, então por favor não venha querer dizer que ao afirmar que mesmo que o "fim do sistema não venha agora" (suas palavras na resposta anterior) eu vou passar e as TJs continuarão. Pois bem, as Testemunhas de Jeová se gabam de ser a única certa do universo e com o Armagedom só sobreviverão as mesmas.
    Quando você conseguir debater de verdade estarei por aqui esperando argumentos e debates mais consistentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O argumento que lancei é muito válido. Você diz que seu blog é imparcial, mas é claro e cristalino que ele só existe para criticar TJs, portanto jamais será classificado como "imparcial" por qualquer ser humano inteligente e honesto.

      É só dar uma olhada nas chamadas ao lado, 99,9% (Pra não dizer 100%) das notícias e conteúdos dos tópicos contém tom negativo sobre Tjs, portanto aqui não há nada de imparcial. Só o fato de você ser um ex-membro descontente com sua ex-religião já exclui a imparcialidade do seu blog. Fato! Não é você quem decide isso, só porque você mente no final da sua matéria não muda essa realidade, ok!?

      Boa tarde.

      Excluir
    2. Billy Kane o que é imparcialidade para você? Que tal me provar que existe imparcialidade no site oficial das Testemunhas de Jeová! Será que os casos de pedofilia, morte pela doutrina absurda da recusa de sangue, desincentivo ao ensino superior, discriminação para com ex-adeptos estão por lá? Claro que não. A própria desassociação é uma tentativa de manter as informações que mostram os absurdos das Testemunhas de Jeová fora de alcance.

      O problema é que você está mal acostumado de apenas receber informações da própria Torre de Vigia que obviamente vai apenas "dourar a pílula" e convidá-lo a passear pela "país das Maravilhas".

      Resta saber se você vai ter a coragem de acordar!

      Excluir
    3. Pascoal Naib

      Descobri que você é o proprietário do blog. Então responda a pergunta que o Anônimo 20 de julho de 2014 15:07 fez: Qual é a sua religião, ou fé agora?
      Além de ex-TJ, o que você tem feito para promover a palavra de Deus? Em todo o conteúdo do blog, não vi uma linha de incentivo a leitura da Bíblia, ou de pelo menos fazer algo de bondade ou caridade.

      Por que você não aproveita o espaço e faça algo realmente bom, sem ter que criticar ou como você diz, alertar contra a fé dos outros?

      - Heidern

      Excluir
    4. Heidern nunca escondo que sou o proprietário do Blog, aliás meu e-mail está a disposição para contatos e meu Facebook é facilmente visto com meu perfil, ou seja, acho importante não me esconder!
      Não sigo nenhuma religião, porém tenho minha espiritualidade. Me considero Agnóstico, mas bem sei que existe mais coisa que a nossa vâ Filosofia não pode explicar.
      Ao ser um cidadão que luta contra qualquer tipo de fundamentalismo ou intolerância religiosa mostro-me útil a sociedade e outras coisas que não preciso ficar divulgando como forma de auto-promoção.
      A crítica precisa existir quando é fundamentada e luta contra uma injustiça.
      Existem outros espaços para aplicar a caridade e com certeza todo mundo tem seu livre arbítrio para fazê-lo. Você já fez sua caridade hoje Heidern?

      Excluir
  5. Pascoal Naib, não é fácil hein meu amigo? que Deus de dê muita paciência e sabedoria para lidar com esses fanáticos, essa é a melhor definição, é o mesmo que fazer de partido político, está na cara a corrupção mas seus adeptos não enxergam.
    Se estão aqui lendo seu blog já estão errados por ler suposta apostasia, rsrs mas isso é bom sabia pq essas pessoas ainda tem esperança da liberdade de ver o caminho errado que estão tomando. Não são as TJs o problemas são as pessoas que tem essa personalidade de se acharem melhor q as outras essa é a artimanha da satanás para atrair seus discipulos para a Babilonia a Grande, fazer se sentirem os maiorais assim como os farizeus na tempo de Jesus..

    ▪ Jesus criticou seus opositores religiosos, os escribas e os fariseus, porque ampliavam ‘as suas caixinhas com textos, que usavam como proteção’. (Mateus 23:2, 5) “Estas palavras que hoje te ordeno têm de estar sobre o teu coração . . . E tens de atá-las como sinal na tua mão, e elas têm de servir de frontal entre os teus olhos.” (Deuteronômio 6:6-8)
    Jesus criticou essa prática por dois motivos. Primeiro, os escribas e os fariseus aumentavam seus filactérios para impressionar os outros com sua devoção. E segundo, esses grupos estavam equivocados ao encarar essas caixinhas com textos como se fossem amuletos ou talismãs que os protegeriam. A palavra grega para essas caixinhas, fylaktérion, em publicações seculares é traduzida como “posto avançado”, “fortificação”, ou “uma proteção”.

    O Diabo é o rei da mentira e só pensar um pouco qual seria a melhor estratégia de conseguir discípulos? fazendo eles acreditarem que são os únicos donos da verdade.

    Acordem por favor Não tratem com desprezo as escrituras, mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom. (Tessalonicenses 5:20-21)

    Foi o Diabo o primeiro a cultuar o “eu”, tentando, inclusive, igualar-se a Deus (Is 14.12-15 e Ez 28.15-17).

    Um dos quadros mais pintados por Jesus está na sua parábola do fariseu e do publicano a orarem no templo. O fariseu se ufanava e exaltava-se de sua bondade e religião e seu egocentrismo, acusava o seu irmão e quanto o contrito publicano suplicava a misericórdia divina para si dizendo: “pobre pecador”. Jesus fez pouco caso das orações formalistas, dos jejuns, das dádivas, dos dízimos por obrigação, e louvou as atitudes apropriadas e naturais que procedem do coração. Ensinou Seus discípulos não ir além das prescrições da lei e dos profetas, e os ajudou a olhar mais para os motivos e intenções do que para os ritos exteriores (Lc 18.11-14).
    Foi o Diabo o primeiro a cultuar o “eu”, tentando, inclusive, igualar-se a Deus (Is 14.12-15 e Ez 28.15-17).

    Um dos quadros mais pintados por Jesus está na sua parábola do fariseu e do publicano a orarem no templo. O fariseu se ufanava e exaltava-se de sua bondade e religião e seu egocentrismo, acusava o seu irmão e quanto o contrito publicano suplicava a misericórdia divina para si dizendo: “pobre pecador”. Jesus fez pouco caso das orações formalistas, dos jejuns, das dádivas, dos dízimos por obrigação, e louvou as atitudes apropriadas e naturais que procedem do coração. Ensinou Seus discípulos não ir além das prescrições da lei e dos profetas, e os ajudou a olhar mais para os motivos e intenções do que para os ritos exteriores (Lc 18.11-14).

    ResponderExcluir
  6. Não há porta de saída na Watch Tower. De alguma forma a pessoa se prende a tal, quer como ex-membro, (dissociado ou desassociado), como dissidente que promulga o legalismo da torre, ou como 'o desviado fraco' que luta pela volta. Acima alguns simpatizantes atrelaram seus argumentos em defesa da torre, e outros fizeram o manifesto de externar a patente doutrinação e legalismo ditado pela direção central em N.Y. De qualquer forma, nesse infindo embate percebo que raramente algumas questões bíblicas corretas defendidas pelas Testemunhas, não vêm em voga, como exemplo a verdade sobre o inferno, a vida eterna no paraíso que não são ensinadas por outras entidades. As perguntas focais são: Podemos acreditar no que achamos mais conveniente para a salvação ? É necessário ter uma religião institucionalizada para a salvação como descreve as Testemunhas, ou não seguir nenhuma? Como interpretar Tia. 1:27, que apura a necessidade de uma religião aprovada por Deus? Existe tal, e se há, qual seria?

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!