domingo, 7 de dezembro de 2014


Passados 12 anos, pai e filho se reencontram. O que parece ser mais um caso de programa de auditório em que familiares por algum motivo perderam o contato por décadas e depois resolvem recuperar o tempo perdido indo em busca de suas origens se mostra um assombroso engano nessa história.
Cícero Barbosa Alves (pai) era adepto da denominação religiosa Testemunhas de Jeová e quando saiu dessa religião, seu filho e toda a família que continuariam pertencendo a igreja, seguiram as diretrizes rígidas e desagregadoras de não falar mais com um ex-adepto. Ou seja, as Testemunhas de Jeová decretam uma morte social para quem ousa sair e todos amigos e parentes são orientados a não ter mais nenhum tipo de convívio o  que significa nem mesmo dirigir um simples "Oi". 

O relato de Cícero Barbosa Alves segue abaixo:

Um sábado de muita felicidade pois, depois de 12 anos finalmente tive um dia com meu filho. Fiz um belo churrasco para comemorar este dia, que foi o primeiro de muitos que virão com muita fé em Deus. Como todos aqui já sabem eu perdi o contato com meus filhos quando eu resolvi sair fora da seita Testemunhas de Jeová (Torre de Vigia ). Perder o contato com os meus filhos me trouxe muito sofrimento mas, graças a Deus ele saiu fora da Torre de Vigia e hoje está desassociado (membro "desligado") e estamos nos vendo mais. Hoje ele passou o dia em minha casa e falamos sobre várias coisas. Estou muito feliz por tudo o que esta acontecendo comigo. Como foi importante pra mim ter acreditado e ter tido a esperança.

A desculpa da igreja é estar seguindo orientações bíblicas, mas como bem sabemos todo fundamentalismo religioso tende a desvirtuar qualquer tipo de situação para respaldar suas barbáries teológicas. Sempre comprovamos nossos textos com artigos da própria religião, ou seja, a discriminação a ex-adeptos (até mesmo sendo familiares próximos) é realmente incentivada no dia a dia das Testemunha de Jeová. Vejamos isso na revista A Sentinela 15 de Abril de 2012 págs 11 e 12:

Que dizer se um parente ou um grande amigo nosso for desassociado? Nesse caso, a nossa lealdade será provada, não a lealdade a essa pessoa, mas a Deus. Jeová nos observará para ver se acatamos, ou não, seu mandamento de não ter contato com nenhum desassociado. Vejamos apenas um exemplo do bem que pode resultar de a família apoiar lealmente a ordem de Jeová de não se associar com parentes desassociados.
Certo jovem estava desassociado havia mais de dez anos e, durante esse período, seu pai, mãe e quatro irmãos 'cessaram de ter convivência’ com ele.`As vezes, ele tentava se envolver nas atividades da família,mas, para crédito dela, todos os seus membros evitaram firmemente qualquer contato com ele. Já readmitido, ele disse que sentia muita falta da associação com a família, em especial à noite, quando ficava sozinho. Mas ele admitiu que, se a família tivesse se associado com ele, mesmo só um pouco, essa pequena dose o teria satisfeito. No entanto, ele não recebeu nem mesmo a menor comunicacão de qualquer membro da família. Assim, seu forte desejo de estar com seus familiares contribuiu para a restauração de sua relação com Jeová. Pense nisso se algum dia você for tentado a violar o mandamento divino de nãoo se associar com parentes desassociados.


Cada vez mais devemos denunciar qualquer tipo de fundamentalismo religioso que atente contra a dignidade humana e que destrói famílias. 



27 comentários:

  1. boa noite a todos amigos , não sou muito bom com as palavras mas posso garantir nunca fui tao feliz como esto sendo ultimamente pois passei 12 anos sem poder dar um abraço no meu filho , por qual motivo ? porque eu não quis mas ser testemunha de jeová sai fora do salão do reino e infelizmente la ficaram minha filha com 11 anos de idade e meu filho com 6 anos de idade e terminei perdendo meus filhos para a torre de vigia eles passavam por mim e baixavam a cabeça amigos pensei muitas vezes em cometer suicídio pois minha dor era muito grande mas maior foi DEUS em minha vida lutei com unhas e dentes para continuar vivendo sem ter nenhum prazer mas com uma grande esperança que meu filho um dia abriria os olhos e veria quem realmente era a torre de vigia e hoje graças DEUS ele esta com 18 anos de idade e esta fora dessa empresa multinacional desfaçada de religião torre de vigia e tem mim visitado e nos dois estamos muito felizes como foi bom ter tido a esperança que um dia meu filho ficaria livre dessa lavagem cerebral que tem dentro da torre de vigia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidades e restaura todo o tempo perdido com seu filho.
      Que Deus abençoe você e toda sua familia.

      Excluir
    2. Agora seja verdadeiramente feliz com sua família ;)

      Excluir
    3. Graças a Deus. Um dia esta seita terá um fim. Na minha família tem um caso parecido com o seu. E oro todo dia para que eles sejam desmascarados e ninguém mais seja enganados, entrando para esta religião cruel que só traz sofrimento.

      Excluir
    4. Olá amigo,

      Desejo imensas felicidades pra você.

      Cara, em verdade não tem igreja ou religião que presta. Testemunhas de Jeová tem esse lance de 'separação'; igrejas evangélicas (todas) tem a questão de não terem unidade no pensamento e a pedição exagerada de dinheiro em troca de bençãos; a igreja católica tem um histórico de milênios de mortes e atrocidades em nome de deus mais o envolvimento com a política; o espiritismo tem históricos de perturbação mental e atrocidades também (agulhas enfiadas no corpo de crianças); etc, etc, etc.

      Então, mano, desista!! Qualquer igreja evangélica que você entrar achará podridão de alguma forma. Daí um crente vem e solta o velho jargão: "você tem que olhar pra Jesus, não pro homens, blá blá blá". Não! Porque se assim for continue sendo T.J e olhe pra Jeová e Jesus e pronto!!

      Religião tem um histórico de mortes e perturbações mentais...

      Seja feliz, maninho. Saudações!!

      Excluir
    5. Conheci o sofrimento quando me desviei dela , e hoje me arrependo amargamente.. Estao todos enganados. Caluniadores, salvacao e individual e nao grupal.. E qdo eu sai nunca deixaram de falar com a minha pessoa. E hoje volto com muito orgulho . Vcs sedem as leis do homen.. E nao a dos mandamentos.

      Excluir
    6. Agner não estamos enganados e nem somos caluniadores, simplesmente você não quer enxergar o óbvio. Vou copiar o que escrevi para outra pessoa que comentou aqui.

      Alguns esclarecimentos e citando as próprias publicações das Testemunhas de Jeová para você não comentar sem realmente saber do que se trata.
      Primeiramente qualquer desassociado ou dissociado que faz parte da família vai sofrer algum tipo de represália ou discriminação. As Testemunhas de Jeová são claras ao afirmar:
      *** km 8/02 p. 3 par. 6 Demonstre lealdade cristã quando um parente é desassociado ***

      Morando na mesma casa: Será que isso significa que os cristãos que vivem na mesma casa com um familiar desassociado devem evitar falar, comer e se associar com ele ao cuidar das atividades diárias? A Sentinela de 15 de abril de 1991, na nota da página 22, diz: “Se numa família cristã houver um parente desassociado, essa pessoa ainda poderá participar dos procedimentos e das atividades normais e cotidianos da família.” Assim, fica por conta dos membros da família decidir até que ponto o parente desassociado precisa ser incluído quando tomam as refeições ou cuidam de outras atividades domésticas. Mesmo assim, devem evitar dar a impressão aos irmãos com quem se associam de que nada mudou depois da desassociação.
      *** km 8/02 p. 4 par. 9 Demonstre lealdade cristã quando um parente é desassociado ***

      Parentes que não moram na mesma casa: “A situação é diferente quando o desassociado ou dissociado é um parente que vive fora do círculo familiar imediato e fora do lar”, declara A Sentinela de 15 de abril de 1988, na página 28 e de 15 de dezembro de 1989, na página 30, “Retificação”. “Poderá ser possível ter quase nenhum contato com tal parente. Mesmo que houvesse alguns assuntos familiares que exigissem contato, este certamente ficaria reduzido ao mínimo”, em harmonia com a ordem divina de “[cessar] de ter convivência com qualquer” que tenha pecado e não tenha se arrependido. (1 Cor. 5:11) Os cristãos leais devem seriamente evitar associação desnecessária com esse parente, até mesmo reduzindo os tratos comerciais ao mínimo possível.

      Excluir
  2. Desculpe voce passou sem dar uma abraço no seu filho por que voce foi um tolo!
    com base no que eu sei e respeito a sua constuiçao, Nao sou .
    Mas a desassociação nao pode ter contato com membros de fora de sua familia que sao testemunhas de jeová, COM FAMILIARES SEMPRE PODE TER CONTATO...
    Agora se voce se afastou do seu filho e quer jogar a culpa na religiao, Para poder ganhar a aprovaçao das pessoas, Desculpe voce deveria ter tentado ganhar a de DEUS pois oq fez foi algo detestavel, abandonar seu filho !
    cuidado com suas palavras a distorçao de qualquer religiao seja ela verdadeira ou falsa é algo vergonho pra DEUS !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade tola é uma regra que incentiva a divisão na família e que é aplicada de forma abusiva.
      Alguns esclarecimentos e citando as próprias publicações das Testemunhas de Jeová para você não comentar sem realmente saber do que se trata.
      Primeiramente qualquer desassociado ou dissociado que faz parte da família vai sofrer algum tipo de represália ou discriminação. As Testemunhas de Jeová são claras ao afirmar:
      *** km 8/02 p. 3 par. 6 Demonstre lealdade cristã quando um parente é desassociado ***

      Morando na mesma casa: Será que isso significa que os cristãos que vivem na mesma casa com um familiar desassociado devem evitar falar, comer e se associar com ele ao cuidar das atividades diárias? A Sentinela de 15 de abril de 1991, na nota da página 22, diz: “Se numa família cristã houver um parente desassociado, essa pessoa ainda poderá participar dos procedimentos e das atividades normais e cotidianos da família.” Assim, fica por conta dos membros da família decidir até que ponto o parente desassociado precisa ser incluído quando tomam as refeições ou cuidam de outras atividades domésticas. Mesmo assim, devem evitar dar a impressão aos irmãos com quem se associam de que nada mudou depois da desassociação.
      *** km 8/02 p. 4 par. 9 Demonstre lealdade cristã quando um parente é desassociado ***

      Parentes que não moram na mesma casa: “A situação é diferente quando o desassociado ou dissociado é um parente que vive fora do círculo familiar imediato e fora do lar”, declara A Sentinela de 15 de abril de 1988, na página 28 e de 15 de dezembro de 1989, na página 30, “Retificação”. “Poderá ser possível ter quase nenhum contato com tal parente. Mesmo que houvesse alguns assuntos familiares que exigissem contato, este certamente ficaria reduzido ao mínimo”, em harmonia com a ordem divina de “[cessar] de ter convivência com qualquer” que tenha pecado e não tenha se arrependido. (1 Cor. 5:11) Os cristãos leais devem seriamente evitar associação desnecessária com esse parente, até mesmo reduzindo os tratos comerciais ao mínimo possível.

      Excluir
  3. MEU QUERIDO INDEPEDENTE DE RELIGIAO SAIBA QUE DEUS NAO NOS ENSINOU A SERMOS TAO RADICAIS AO PONTO DE DEIXAR DE FALAR COM O PROXOMO POR NAO FAZER PARTE DA RELIGIAO!! CADA UM VAI DAR CONTAS DE SE MESMO UM DIA DIANTE DO GRANDE TRIBUNAL DO DEUS VIVO !!! AI EU QUERO VER SEU RADICALISMO CAIR POR TERRA ! QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO !!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você não conhece nem mesmo as regras de sua religião ou faz de conta que não existem para melhor passar. Mas, vai aí uma citação de uma publicação das Testemunhas de Jeová:
      *** w83 1/4 p. 32 Perguntas dos Leitores ***

      Agora os pais foram desassociados por rejeitarem as normas e os modos de proceder de Jeová. De maneira que as coisas não são mais as mesmas na família. Naturalmente, os avós terão de decidir se alguns assuntos familiares necessários exigem contato limitado com os filhos desassociados. E poderão fazer, às vezes, que os netos os visitem.

      Excluir
  4. Agora terá a família unida e em breve a morte eterna, excelente escolha! Trocar a obediência a Jeová Deus por um pai, mãe ou filhos é fazer totalmente o contrario que Jesus deixou bem claro ou explicito nesse texto de Mateus 10:35,37.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse comentário acima retrata bem o que é fundamentalismo religioso.
      Na realidade Anônimo 23 de janeiro de 2015 00:54 a sua obediência não é a Deus e sim a uma religião norte-americana e sua confusão mental de associar Deus com Testemunhas de Jeová mostra quão limitado está sua percepção da realidade.

      Excluir
    2. Senhor anônimo.
      Muito interessante essa sua teologia tola. Faz-se do uso de um texto, retirando do seu contexto para se tornar um pretexto para uma doutrina de odio ao próximo.
      A biblia nos ensina a amar ao próximo como a si mesmo, mesmo o seu próprio inimigo.
      "Quem não ama a seu irmão, não ama a Deus."

      Excluir
    3. Na realidade não seguimos a homens e seus erros, servimos a Jeová Deus, independentemente dos erros dos irmãos eu estou na organização por Jeová, e o q eu aprendo na bíblia . Se vcs tem problemas com um tj resolva com ele , não suje o nome de Jeová. E se realmente já estudaram a bíblia sabe q a organização de Jeová é perfeita, porém os homens imperfeitos.

      Excluir
    4. "Organização de jeova" é ridicula, deturpam as sagradas escrituras, incitam a se revoltarem contra seus familiares, são intolerantes, egoístas, hipócritas, caluniadores, negam Nosso Senhor Deus Jesus Cristo. Em suas reuniões como eu bem fui várias vezes, tem um estudo "bíblico" deturpado, descontextualizado com ênfase em ignorância e intolerância.

      Excluir
  5. Marcon.
    Li o texto transcrito da Sentinela de abril de 2012, e a comparação dom o Islã foi inevitável.
    Que diferença tem entre o método utilizado nos países islâmicos, onde ou você se converte se converte a Ala ou você morre?
    Se alguém, como diz na matéria, se "reaproxima" de Jeová apenas para se reaproximar de sua família, isto para Deus não tem valor algum. Devemos nos aproximar de Jeová por amor a Jeová, e não pela imposição de métodos constrangedores e desumanos como os que a Sentinela ensina.
    O islamismo está crescendo graças ao terror a que são submetidos suas vítimas que são sequestradas e separadas dos familiares, sendo torturadas física e emocionalmente, até que confessem Ala. Será que isto é conversão?

    ResponderExcluir
  6. Minha mae nao fala comigo. Nao me visita ....nrm nada. Esse amor q pregam?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja feliz sendo uma testemunha de jeova e cuidado com a desassociação.

      Excluir
  7. Minha família foi destruída por essa maldita religião !!

    ResponderExcluir
  8. Em verdade, Diego, não nos surpreende saber que a "Organização de Jeová" é ridícula como também as igrejas evangélicas. Bem, você deve saber disso. O tal 'espírito santo' é tão falho que ele não faz nem os que o adoram terem a mesma mentalidade. Vemos, como exemplo, pessoas de uma mesma denominação (Ass. de deus, deus é Amor, etc.), tendo maneiras DIFERENTES de pensar um do outro. Como é possível, se todos seguem o MESMO livro e adoram o MESMO deus?!

    Portanto, são todos farinhas do mesmo saco... "Ahh, mas eu sou 'cristão independente'", alguns talvez digam, ainda assim, estariam muito linge de terem a 'verdade' em mãos, afinal, nem esses chamados 'independentes', 'sem igrejas', conseguem pensar da mesma forma e adorar com "...a mesma faculdade de raciocínio", segundo a 'bíblia'.

    Então creio ser TUDO igual, uns menos piores, porém a essência ruim sendo a mesma: T.J, Assembléia, IASD, Mormonismo, os 'independentes'...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Rafael, essas denominações que se dizem cristãs, elas usam o nome de Deus para proveito próprio, ja outros são fundamentalistas como as testemunhas de jeova, mas a culpa e de Deus (Espírito Santo) ou dos tidos pastores?

      Excluir
    2. estás cego irmão, oro a Deus nesse momento pela tua vida!!!

      Rafael, um homem sem fé é um vaso vazio, sem utilidade...

      um homem com fé, é objeto do Senhor, usado de maneiras impensáveis!

      sái dessa cegueira meu irmão, pois estás cavando tua cova, sentenciando tua própria morte!

      ovelha desgarrada volta pro teu Deus, volta pro teu Bom Pastor, Jesus!

      não caminha dessa forma para boca do lobo, pois serás devorado!

      Excluir
  9. Se as testemunhas de Jeová não pratica a verdade eu pergunto quem pratica então?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem pratica a verdade são as pessoas e não denominações. Como cristão temos que conhecer a vida e os ensinps de Jesus Cristo e pô-los em pratica na nossa vida isso é ser cristão.

      Excluir
  10. Essa tortura emocional com quem se afasta é o que me fez perder a fé nessa organização e me abrir os olhos. Pessoas são humilhadas, isoladas, desmembradas da familia ao ponto de entrarem em depressão. É esse o Deus de AMOR que pregam?

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!