segunda-feira, 19 de março de 2007

O rei se queixava de que todos os seus súditos eram mentirosos. Então, decidiu que faria todos dizerem à verdade. Quando as portas da cidade se abriram, havia uma forca, bem à vista. O guarda anunciou: “Quem entrar na cidade, terá de responder com verdade à pergunta formulada!”
Nasrudim, um sábio, entrou. O guarda perguntou: “Aonde vai? Diga à verdade ou a alternativa é a morte!”
Nasrudim respondeu:”Vou ser enforcado ali adiante”.
O guarda replicou:”É mentira!”
Nasrudim insistiu:”Pois, muito bem, se eu disse uma mentira, enforque-me!”
O guarda todo confuso e angustiado suspirou:”Mas, se eu fizer isso, você terá dito à verdade”.
Nasrudim completa:”Exatamente, a sua VERDADE!”


CONSIDERAÇÕES

As pessoas têm vivido, continuamente, através de condicionamentos, e por se submeterem a isso, repetem sem cessar inúmeras crenças, sem sequer experimentar o que elas realmente significam. Além disso, perdem o poder pessoal para tomar decisões sobre certas situações de sua vida. O resultado é que mergulham em qualquer teoria que proclame ter o poder “divino” para decidir isso por ela. Saber que existe algo ou alguém que assume esse compromisso de moldar sua vida pode dar para certas pessoas um certo conforto e proteção, no entanto, tira o que é mais precioso na vida: a liberdade!


0 comentários:

Postar um comentário

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!