sábado, 3 de março de 2007

A grande maioria das Testemunhas de Jeová não assimila que "Jeová" não tem o mesmo significado de "organização", e que ser fiel a Ele, não é o mesmo que ser fiel a essa organização. A evidência dessa falta de entendimento é facilmente percebida ao se observar a obediência cega das Testemunhas aos "mandados destes homens" de seu Corpo Central de Governantes em Nova Iorque. (Mat. 15:9) E então, ao que e a quem se referem os textos bíblicos abaixo? Vejamos:- 1 Coríntios 5:9-13. Esse texto proíbe a convivência, isto é, a intimidade, amizade e companheirismo com pessoas que preenchem os perfis de fornicadores, extorsores, idólatras, beberrões, injuriadores, gananciosos. A expressão grega é a mesma que Paulo usou em 2 Tes. 3:14, e significa "não vos mistureis com", "parai de associar-se com ele" tendo aplicação a pessoas dentro da congregação, a serem "admoestadas como irmãos" (1 Tim. 1:14). E ainda assim, o texto de 2 Cor. 5:11 se refere a "fornicadores, idólatras", etc. Portanto, aplicar esse texto a pessoas que crêem em Jeová, em Cristo e na Bíblia, e tentam seguir suas orientações, é "ir além das coisas que estão escritas". (1 Cor. 4:6)- A Segunda de João 7-11. Aqui a Bíblia diz que o tipo de pessoa a quem "não se cumprimentar e nem receber em casa é o Anticristo, alguém que não confessa a Cristo vindo na carne, que não aceita o ensino de Cristo e não tem Deus". Veja bem, esse texto não se aplica a pessoas que discordam de doutrinas humanas criadas nesse século, sem base bíblica; ensinos que são, à propósito, apresentados como sendo produto da "orientação divina" sobre um grupo de homens.
Não cumprimentá-las porque não aceitam conscienciosamente ensinos não claros e nem baseados na Palavra de Deus, mas que são meras especulações de homens imperfeitos que presunçosamente afirmam ser o canal competente EXCLUSIVO de comunicação de Deus, é seguir a seres humanos. Espero poder continuar alertando mais pessoas quanto ao perigo que é tornar-se refém de um regime ditatorial religioso como o da Torre de Vigia, que significa entre outras coisas, entrar numa organização da qual jamais se pode sair de modo honroso e digno, preservando-se as relações de afeto e amor entre os que nos são caros.


3 comentários:

  1. Infelizmente, apesar de todas as qualidades das tj, os erros são gritantes e afetam milhares de vida. Assim como outras igrejas também, mas por que eles fazem isso?

    ResponderExcluir
  2. Independente do motivo pelo qual voce saia, a reação é a mesma, eles não te respeitam, segundo a doutrina seria assim porque a pessoa que saiu ao ver cortados seus laços de amizade e amor com os irmãos então se arrependeria e voltaria ao convívio. Pelo menos é assim que a Torre de Vigia quer que os tj pensem. Não é assim de fato e quem tem visão e consciência treinada na vida sabe que isso é coibição, coação, repressão. Só funciona em quem não pensa, não tem vida própria.

    ResponderExcluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!