sexta-feira, 25 de junho de 2010


Caro Leitor,

Infelizmente, faltou à Associação Torre de Vigia (ATV) esclarecer às pessoas que o instituto da desassociação não vem de Jeová, mas do Corpo Governante. Se você conjugar todos os paralelos bíblicos em relação ao assunto verá que Jeová está sempre de braços abertos para acolher IMEDIATAMENTE um pecador genuinamente arrependido. Não há nas Escrituras qualquer paralelo que mostre que Ele deu seis meses ou um ano ou vários anos de prova, com a boquinha calada, sentado no banco, sendo ignorada pela família e pelos “amigos”, até que a pessoa fosse JULGADA por um corpo de anciãos como digna de fazer parte de seu povo novamente.

Ao contrário, uma leitura básica da Bíblia te mostrará que PRIMEIRO Jeová acolhe o pecador DEPOIS ele é ajudado a abandonar seu estado lastimável. Basta a pessoa arrependida se voltar para Deus. Sem provas. Sem chibatadas sociais. Sem vergonha ou humilhação. É tão simples!
Vejamos um exemplo: uma jovem tem relações sexuais com seu namorado, contudo, não vê nada demais nisso. Os anciãos a chamam em uma comissão judicativa e a desassociam. Logo após ela se arrepende, pois vê que estava errada. O que fazer?
Bom, Jeová, por meio de Jesus, proveu a resposta. Veja sua reação na parábola do filho pródigo:
“Enquanto [o filho] ainda estava longe, seu pai o avistou e teve pena, e correu e lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou ternamente” (Lucas 15:20).

Mesmo com esse paralelo claríssimo, os anciãos dizem que a pessoa deve passar um tempo no banco, sendo ignorado, apontado como pecador, evitado até pela família... que deve se casar, ou então dissolver esse namoro... que não poderá comentar na reunião, ir no ônibus da congregação para a Assembleia de Circuito, não poderá pegar uma carona no carro de um irmão, muito menos que se deve orar por essa pessoa. Prá não falar que durante esse tempo, a pessoa que “se lixe”, se ela precisar de uma ajuda qualquer, seja em relação a um trabalho, dificuldade na família, doença, emprego, e tantas outras que apenas temos em associação íntima com alguém ou em uma comunidade unida, que ela fique por si só, dê seu jeito... foi ela quem escolheu o caminho da desassociação, não foi? Que amor é esse, hein? Que não pode acolher uma pessoa que está querendo voltar ao seu meio? Que não pode dar um abraço a uma pessoa que precisa? Que não pode perguntar nem mesmo “como vai, como foi seu fim de semana”? Isso é disciplina? Lamento, mas se você é um bom leitor da Bíblia, verá que isso é heresia...

Quanto aos “fundamentos bíblicos” para tal ação da ATV, são todos fraquíssimos e não se sustentam ante o peso da evidência. A Associação usa o texto de 2 João 10, 11 como base de seu tratamento em relação aos desassociados e dissociados. Contudo, empregam tal passagem TOTALMENTE FORA DE SEU CONTEXTO ORIGINAL. Convido-o a ler o texto integralmente, a carta inteira de 2 João. No versículo 7, o apóstolo diz: “Pois, muitos enganadores saíram pelo mundo afora, pessoas que não confessam Jesus Cristo vindo na carne. Este é o enganador e o anticristo.

Depois, do versículo 8 ao 11, o apóstolo dá um conselho aos leitores em relação à situação de perigo espiritual quanto a esses tipos de pessoas que rejeitam a Cristo e pregam o engano, dizendo que Cristo não veio na carne. Contra esse tipo de pessoa é que os cristãos devem se guardar, “nem o recebendo em seus lares, nem os cumprimentando”, pessoas que “se adiantaram”, “não permaneceram no ensino de Cristo” e agora defendem outro ensino diabólico. Ou seja, anticristos ativos e atuantes. Não se fala em lugar algum de crentes que pecaram. Nem em desassociação, palavra que nem na Bíblia está.

Veja a situação delicada que o Corpo Governante põe sobre seus ombros: julgam mais do que Jeová. Aquele que o verdadeiro Deus vê como pessoa aflita e perdida, que precisa de consolo e cuidado, como uma ovelha entre as cem, machucada e desesperada, os CG pede para que vejamos como ANTICRISTOS EMPEDERNIDOS!

Agora, caro leitor, em momento nenhum dizemos ser contra a exclusão ou afastamento de um membro que seja um pecador empedernido do meio da congregação, ou de uma igreja. Isso aí é coisa que se faz até no mundo, nas esferas seculares. Caso você faça parte de uma associação qualquer, um conselho, um clube, uma escola, etc., ou mesmo no trabalho normal, há normas internas que devem ser respeitadas sob pena de (a) repreensão verbal ou escrita, (b) afastamento temporário ou (c) desligamento total.

Isso é diferente das organizações religiosas? Não, de forma alguma.
Ao contrário do que pregam as Testemunhas de Jeová em várias publicações, existem expulsões e desligamentos nas igrejas evangélicas, mas sempre depois de um longo processo de ajuda espiritual à pessoa, antes de serem tomadas as providências cabíveis.
Quando você aceita se tornar membro de uma igreja qualquer, ou de associações filosóficas ou políticas, deve ter em mente suas normas, seus estatutos, entre eles os que podem demandar sua exclusão como membro. Nesse caso, o texto citado pelas Testemunhas, 1 Coríntios 5:9-13, está devidamente aplicado. Paulo escrevia aos crentes em Corinto que não faziam nada para que aquele homem imoral se consertasse, logo, havia negligência espiritual por parte deles. Contudo, lendo com atenção os versículos circundantes (coisa que raramente as Testemunhas fazem), vemos que a grande preocupação era com a ação da própria congregação ante o pecado, não necessariamente com o pecador em si. Não se esqueça de que esta carta que Paulo escreveu tinha objetivos claros: exortar toda a congregação coríntia a um reavivamento espiritual, o que é claramente visível na quantidade enorme de problemas que o apóstolo discute ao longo de sua epístola.

Prova de que está errada a metodologia da desassociação conforme o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová prega pode ser vista no modo como a aplicação deste texto é feita na segunda carta de Paulo aos Coríntios. Conforme uma publicação da própria ATV, o Estudo Perspicaz, volume l, p. 563 e 564, “Paulo escreveu esta primeira carta à congregação cristã em Corinto, por volta de 55 EC [...] Paulo escreveu a sua segunda carta aos coríntios provavelmente durante o fim do verão ou começo do outono setentrionais de 55 EC”. Assim, no intervalo de meses, não de anos, nem de décadas, mais em poucos meses, de acordo com o arrependimento daquele “homem iníquo”, “Paulo respondeu na sua segunda carta elogiando-os por sua aceitação favorável e aplicação do conselho, exortando-os a ‘perdoar bondosamente e a consolar’ o homem arrependido, ao qual evidentemente haviam expulsado da congregação” (Perspicaz, v. 1, p. 564).

Quanto ao texto de 2 Tessalonicenses 3:13-15, eu aconselho a seguir o mesmo sistema de leitura exegética, ou seja, a ler o contexto inteiro: “Mas, se alguém não for obediente à nossa palavra por intermédio desta carta, tomai nota de tal, parai de associar-vos com ele, para que fique envergonhado. Contudo, não o considereis como inimigo, mas continuai a admoestá-lo como irmão”.

Nesse caso, não se trata de desassociação, de expulsão, mas dos casos em que um membro da congregação age de forma desobediente. É quase uma “repreensão” como as Testemunhas usam o termo, caso este em que a pessoa não será mais bem vinda a nenhuma reunião social, isto é, a eventos associativos. Se levássemos ao pé da letra, a pessoa realmente deveria ficar “envergonhada”, desde que fosse exposto a partir da tribuna, para todos saberem, que ele ou ela estaria “sob nota”. Mas nem isso as TJ’s fazem direito, pois o processo, na maioria das vezes (ou seja, salvo raras exceções) corre todo em segredo pelo corpo de anciãos...

O que Pascoal, Sebastião, eu e outros questionamos não é a prática da exclusão dos membros em si mesma, que é legítima em qualquer tipo de associação, como disse anteriormente, mas A FORMA COMO ESTE ESTATUTO ESTÁ REDIGIDO E É APLICADO. Trata-se de um flagrante desrespeito aos direitos humanos e uma ofensa a Deus.
Entre os abusos que são feitos está a aplicação hedionda e mal direcionada do que Davi disse no Salmos 139:21-22. A Sentinela 15 de março de 1996, p. 16 par. 6, no artigo “Como passar na prova da lealdade”, coloca os desassociados no mesmo pacote dos piores inimigos de Jeová, de pessoas do mundo, desviados e incorrigíveis, ao dizer:

“Queremos ter a lealdade que o Rei Davi evidenciou ao dizer: “Acaso não odeio os que te odeiam intensamente, ó Jeová, e não tenho aversão aos que se revoltam contra ti? Odeio-os com ódio consumado. Tornaram-se para mim verdadeiros inimigos.” (Salmo 139:21, 22) Não queremos confraternizar com pecadores deliberados, porque não temos nada em comum com eles. Não deve a lealdade a Deus impedir que mantenhamos contatos sociais com tais inimigos de Jeová, quer em pessoa, quer por meio da televisão?”(grifo meu)
Detestável. Ao invés de buscar fazer como o Pastor em Lucas, capítulo 15:1-7, que deixa as 99 ovelhas para correr em busca da perdida, o Corpo Governante manda que pessoas, seres humanos, muitas vezes sem forças nem para retornar para os braços de Deus, para a comunhão com Ele, sejam ignoradas e tratadas com ódio! Imagine! Tudo isso em oposição ao que Deus diz, que devemos ter amor ao perdido, acolhê-lo, aconchegá-lo, para ver se ele retorna de seus maus caminhos (Isa. 55:6, 7; Eze. 33:11; Mal. 3:7).

Conheço casos de pessoas que estão há anos fora das Testemunhas de Jeová e querem até retornar, mas se sentem fracos, sem energia para isso. Algumas me contaram que gostariam que houvesse um programa oficial de ajuda a essas pessoas, mas, ao contrário, as congregações as ignoram. Se ao menos tivessem apoio de suas famílias...! Mas nem isso! Membros das famílias imediatas, que moram na mesma casa, devem apenas conversar o mínimo com essas pessoas, e os que não moram com eles, nem isso! Como uma pessoa se sente nessa situação? Não conheço pessoalmente, mas já li a respeito de casos de depressão, síndrome do pânico e até alguns suicídios de pessoas que não conseguiam mais retornar depois de desassociadas e desistiram de tudo.

De fato, as implicações da prática nefasta da desassociação, através da franca distorção de textos bíblicos e do argumento humano tem feito com que pessoas fiquem aprisionadas a um sistema opressor, sem poderem sair dele. Há casos de TJ’s ativas que não creem mais na Torre de Vigia mas não saem da organização temendo o que pode vir a lhe acontecer: ostracismo exacerbado, perda de laços familiares e de amizades de longos anos, exclusão de uma história de vida inteira, além dos casos mais sérios dos que acreditam sinceramente no Corpo Governante e nutrem sensações terríveis de que, caso pequem e sejam expulsos, deixarão de ser amados por Deus, ficarão sem rumo, sem direção, perdidos de si mesmos, afinal, a identidade das Testemunhas não é delas, é eminentemente vinda das orientações da associação Torre de Vigia.

Cristo nos chamou à LIBERDADE. “E Jesus prosseguiu assim a dizer aos judeus que acreditavam nele: ‘Se permanecerdes na minha palavra, sois realmente meus discípulos, e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará’”. (João 8:31-32). Se estamos em um sistema em que nos sentimos presos, jungidos, sem poder nos mover, está na hora de refletir melhor sobre o assunto.

Cristo nos chamou para AMAR O PRÓXIMO: “[...] eu vos digo: Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem; para que mostreis ser filhos de vosso Pai, que está nos céus, visto que ele faz o seu sol levantar-se sobre iníquos e sobre bons, e faz chover sobre justos e sobre injustos. Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem também a mesma coisa os cobradores de impostos? E, se cumprimentardes somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem também a mesma coisa as pessoas das nações? Concordemente, tendes de ser perfeitos, assim como o vosso Pai celestial é perfeito” (Mateus 5:44-48).

Notem o versículo 47 desta passagem... Se temos que cumprimentar nossos inimigos, imagine os que se desviaram da fé por conta de um pecado que não seja a renúncia ao nome de Jesus! Deus não iria enviar seu Único Filho à toa, muito menos conceder a Graça (benignidade imerecida) e a Salvação se Ele não estivesse interessado em nós do jeito que somos. Somos todos propensos a falhas, e, da mesma forma, indignos de perdão, mas Jeová quer que nos amemos! É tão simples! Lendo os Evangelhos, você não vê, nem em uma única vez, Jesus evitando alguém por esse ser pecador. Ao contrário, ele ia ao encontro deles! Cristo os amava, os queria ao seu lado, se importava com cada mínimo detalhe de suas vidas, suas lutas, suas angústias, seus medos e fracassos. Isso seria diferente hoje em dia? De maneira nenhuma! Hebreus 13:8 diz: “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre”.

Portanto, caro leitor, a nossa bandeira não é contra a religião das Testemunhas de Jeová. É contra abusos relacionados aos direitos humanos básicos e constitucionais. É contra as famílias que são despedaçadas por práticas religiosas desnecessárias e antibíblicas.
Apesar de sabermos que há erros flagrantes de interpretação bíblica e de modo de vida entre as Testemunhas, eu, pessoalmente, sei que não há como parar de forma séria e comedida sua organização. Porém, há um ditado que meu pai me dizia em vida: “O mal por si se destrói”. Creio sinceramente que um dia, de alguma forma, os males internos da organização da Torre de Vigia serão expostos de forma muito ampla, e, de dentro para fora, as coisas começarão a mudar. Há muito gente lá dentro que não deveria realmente estar, e precisam sair e se encontrar de fato com Cristo Jesus, como eu me encontrei um dia (2 Timóteo 2: 19; Atos 18:7-11).

Espero que você tenha lido com atenção este longo texto construído por mim, que faz parte do livro que tenho planos de concluir, falando sobre a desassociação. Qualquer dúvida, pode escrever diretamente para mim, ao meu e-mail.
Grandes abraços e Paz!

Texto de:
Cleber Tourinho
Professor, Linguista,
Mestrando em Letras e Linguística - Universidade Federal da Bahia - CNPq.
Revisor de textos e orientador em Metodologia da Pesquisa Científica.
ctsantana@gmail.com


54 comentários:

  1. Por que vc não publica os comentários enviados???

    ResponderExcluir
  2. E MAIS VOCÊ SABE QUE JEOVÁ NÃO VAI PERMITIR QUE PUBLIQUE ESSA APOSTAZIA SUA ,NÉ? ORE! MUITO PARA SATANAS AFASTAR-SE DE VOCÊ O TEMPO É CURTO E AS PROFESSIAS ESTÃO SE CUMPRINDO E VOCÊ COMO EX MEMBRO DA ORGANIZAÇÃO DE JEOVÁ SABE MUITO BEM DISSO. SALVE-SE A TE E AS PESSOAS QUE O AMAM PARA O NOVO MUNDO QUE NOS ESPERA.

    ResponderExcluir
  3. Como são patéticos os argumentos da Tj sobre a motivação para servir seu "jeová de Brooklin". Tudo se baseia no medo e na superestimação dos poderes do diabo. Ou seja a motivação não se baseia no amor mas no medo de ser destruído. Deve ser muito triste e doentio alguém que ganhou o dom davida sem nada dispender acreditar que tem méritos para viver para sempre ao mesmo tempo que espera ansioso para ver a destruição de bilhões de pessoas. É a mais pura demonstração de megalomania que creio, jamais existiu em qualquer outra denominação religiosa.

    ResponderExcluir
  4. eu naum aguento esses tjs que entran em blog de ex, gente vai pregar,vai ler aquele livrinho como se chama msm..ahaaaaaa SENTINELA.(RSRS)
    cuidado pra naum serem repreendidos hein..
    faz me rir!!

    ResponderExcluir
  5. Como pode um homem que se diz cristão (Cléber) confabular com outro, que é agnóstico (Pascoal) e que leva a vida julgando outros (TJs). Leiam Mateus 5: 43-48 e 7:1-3, por gentileza!

    rexsilua@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. é bom lembrar-se de que de 10 dezassociados pelo o meos 7 se arrependem do pecado cometido e desejam voltar a Jeová que o espera de braços abertos. eu tenho certeza que você já foi TJ,é dezassociado, e quer desencqaminhar muit gente.com certeza você é um apostata.LEIA A BÍBLIA

    ResponderExcluir
  7. Apenas para efeito de informação, as pessoas que entram e "supostamente" defendem as Testemunhas de Jeová, NÃO são Testemunhas de Jeová. São, como diz Pacoal, dissidentes, pessoas que se afastaram, ou foram expulsas do convívio amigável com as Testemunhas de Jeová, não por terem cometido pecado, pois TODOS pecamos e não atingimos a glória de Deus, mas saíram ou foram expulsas do meio das Testemunhas de Jeová por NÃO se arrependerem, e agora buscam atrair a si os discípulos, por lhes fazerem cócegas nos ouvidos, falando somente o que as pessoas GOSTAM de ouvir e não o que PRECISAM ouvir.

    ResponderExcluir
  8. O Brasil é um país laico (muito embora a CF foi promulgada sobre a proteção de "Deus" - Deus católico, protestante, ou do candomblé, etc.?) e todas as pessoas tem o direito de manifestarem suas crenças. É garantida a liberdade religiosa e vedado ao Estado a intervenção em qualquer religião. É livre a associação e a desassociação de qualquer entidade religiosa ou não. É claro que para pertencer a qualquer instituição se deve respeitar as suas normas e estatutos, desde que estes estejam em harmonia com o texto constitucional. Ao poder público compete s coibir os abusos. No caso vertente, as TJ tem direito de expulsar aqueles que não sigam suas diretrizes, assim como qualquer outra instituição e determinar que aqueles que lá continuem cortem vínculos com o expulso. Veja o caso de uma empresa: Os diretores podem demitir funcionários faltosos inclusive por justa causa e podem determinar em contrato que aqueles que lá trabalham não mantenham relações profissionais com concorrentes por exemplo. E não há qualquer ato discriminatório nisto.
    Quanto a indignação de outros grupos religiosos com o ato de expulsão das TJ, a mesma indignação não aparece neles quando, por exemplo, os evangélicos não admitem os homossexuais em seu meio. Isto também seria discriminação se se adotasse o ponto de vista colocado nos textos deste blog.

    ResponderExcluir
  9. Ao anônimoque postou acima:
    obviamente toda instituição social tem regras e não cumprí-las pode até acarretar demissão, expulsão. Isso é óbvio e legítimo!
    Porém, as Testemunhas de Jeová expulsam e obrigam a todos ao redor ao não falarem mais com a pessoa, ou seja, de forma intolerante e fundamentalista se acham com a dita "verdade" e somente quando a pessoa resolver voltar é que falam, o useja, que não quiser voltar ou mesmo quiser sair por livre vontade é pressionada e discriminada e isso caro colega é CRIME!
    Pesquise o caso Sebastião Ramos no Google e veja que 2 anciãos (pastores) foram denunciados pelo ministério Público por crime de discriminação religiosa mediante a desassociação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas neste caso meu caro, não estamos querendo saber das leis dos homens e sim da lei de Deus! Infelizmente sou desassociada e sei muito bem qual caminho tomar, a partir do momento q eu der o 1° passo, serei acolhida de portas abertas... mas tenho q dar um sinal de arrependimento e de vontade de voltar! Eu tenho vontade de falar com os irmãos e voltar a ter o achego q eu tinha com Jeová, pois sei o qto é difícil viver sem ele... bem q eu queria acreditar nessa sua teoria, mas a verdade é uma só, se um dia usso mudar, será no momento q Jeová quiser pois o Escravo Fiel e Discreto está recebendo as direções!!

      Excluir
  10. Jesus veio para ensinar que o amor é maior e que nele Deus se alegra.

    Jesus escolheu Maria Madalena para se mostrar ressucitado, ele nunca se virou para os pecadores. Mesmo na sua morte ele pediu perdão aos que o cruzificaram. Se perdoar é divino, mesmo que nosso irmão não esteja nas graças de Deus. Como os homens podem julgar pessoas que apenas discordam de alguns aspectos da religião.

    Tomé era um que apenas acreditava em que seus olhos viam...por varias passagens de Jesus nunca verá o ódio pelos que não acreditavam nele.

    Todos que virão as costas para os irmãos serão julgados por seus atos. Deus não esta contente com os TJ, mas não os intregrantes e sim com os lideres. Muitos sabem que é errado, mas existe o poder e ele pode corromper todo homem que seja fraco.

    ResponderExcluir
  11. Eu amo uma TJ e por minha causa ela sera punida. Nos podemos seguir nosso amor, hj ambos sofrem pelo proibido.

    Eu não posso ser TJ porque nao deixaria ser dominado pelo mal. Ela não pode sair pq sua familia a esqueceria.....pq TJ's gostam de fazer as pessoas sofrerem??

    ResponderExcluir
  12. Eu li o artigo e acho ridiculo dizerem que os anciaos impedem a congregaçao de conversar com os desassociados, só é desassociado quem QUER, pq se a pessoa se arrepender nao e desassociada (arrependimento nao e simplesmente da boca para fora), agora se nao querem seguir as orientaçoes que vem do "Corpo Governante" como li no artigo, logicamente são expulsos, sinceramente acho que perdem muito tempo a tentar contradizer os TJs, se nao estao bem ponham-se! Há muita coisa que eu discordo e não e por isso que vou criar um blog so para contradizer, voces sao uns tristes, e mais; hoje ri-me como ja nao me ria há muito tempo a ler este artigo

    ResponderExcluir
  13. CORINTIOS 5:11= Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.
    obs: Associar neste texto significa ter comunhão com aqueles que andam errados,praticando pecados e se intitulando ser irmãos com estes tipos de pessoas devemos nos afastar de andar com ele .

    Será que este texto incluiria não cumprimentar a pessoa? ou amar? ao contrario devemos amar e consololar o tal.

    Para entender este ponto, leia 2 Tessalonicenses 3: 14, l5:
    "Mas, se alguém não for obediente à nossa palavra por intermédio desta carta, tomai nota de tal, parai de associar-vos com ele, para que fique envergonhado. Contudo, não o considereis como inimigo, mas continuai a admoestá-lo como IRMÃO."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo...

      1. deixar de ASSOCIAR... não quer dizer deixar de falar...
      2. 2 Tessalonicenses 3-14-15 diz parai de se associar (andar com a pessoa, ter comunnhão, etc) mas não considerais como INIMIGO (não) mas continuai a ADMOESTÁ-LO COMO IRMÃO.

      KKKKKKKKKK

      A TJS consideram desassociados como INIMIGOS, NÃO ADMOESTAM, NAM FALAM, DISCRIMIMAM...

      NÃO FALAR é uma doutrina de HOMENS, NÃO É BÍBLICO.


      Sou estudante de Direito e DISSOCIADO (Pedí pra sair graças a DEUS hoje eu sou livre pra adorar a Jeová, que prefiro chamar de PAI NOSSO, em nome de JESUS...

      detalhe...

      JESUS nunca chamou DEUS de JEOVÁ... sempre o chamou de PAI.

      Nos céus os anjos em apocalipse 4 chamam DEUS de SANTO, SANTO, SANTO e não de JEOVÁ, JEOVÁ, JEOVÁ...

      como eu mesmo aprendi com as TJS...
      a pronúncia EXATA do nome de DEUS foi perdida pelos judeus... ou seja... nem mesmo os judeus sabem a pronúncia correta... Jeová é o nome mais aceito.

      faço como Jesus, nosso maior exemplo...


      ELE é o PAI NOSSO... Gálatas 4:4 diz que fomos adotados como filhos na família de DEUS...

      ALELUIAAAAAA! :)

      DEUS É BOM!

      Excluir
  14. Servos batizados de Jeová que deliberadamente(ou seja de propósito) adotam um proceder iníquo e que se recusam a mudar têm de ser encarados como impenitentes e assim impróprios para a associação cristã.

    (1 João 2:19) . . .Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos; pois, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas, [saíram] para que se mostrasse que nem todos são dos nossos.

    (1 Coríntios 5:9-13) . . .Eu vos escrevi na minha carta que cesseis de manter convivência com fornicadores, 10 não [querendo dizer] inteiramente com os fornicadores deste mundo, ou [com] os gananciosos e os extorsores, ou [com] os idólatras. Senão teríeis realmente de sair do mundo. 11 Mas, eu vos escrevo agora para que cesseis de ter convivência com qualquer que se chame irmão, que for fornicador, ou ganancioso, ou idólatra, ou injuriador, ou beberrão, ou extorsor, nem sequer comendo com tal homem. 12 Pois, o que tenho eu que ver com o julgamento dos de fora? Não julgais vós os de dentro, 13 ao passo que Deus julga os de fora? “Removei o [homem] iníquo de entre vós.”

    ResponderExcluir
  15. Concordo com o artigo se apalavra fosse realmente pregada como assim esta escrita nao haveria pessoas fora da organizaçao mas infelismente é facil só citar textos em que a pessoa se sente condenada Creio eu que o corpo governante se sente acima do bem e do mal seriam eles Deus para julgar a quem quer ou bem entender Sera que eles nao tem conciencia de que tambem sao simples seres humanos e tambem vao ser julgados Que tal perguntarmos a eles como eles regiriam se jeova os julgassem da mesma maneira creio eu que nao Vamos apenas acreditar nas palavras escritas em Deus e seu flho Jesus Aquilo que é imposto por homens nunca deu e nem havera de dar certo Seria passivel das tj cobrar uma boa resposta de seus anciaos ou eles estao cegos

    ResponderExcluir
  16. anonimo voce é que está cego , e não consegue enxergar que a desassociação não é nenhuma maldade , ou violencia e sim um arranjo amoroso da parte de Deus para manter limpa a congregação , de pessoas que cometem pecados graves como adultério , fornicação etc , e também de pessoas que pelo espírito de rebeldia , começa, a se opor aos ensinamento bíblicos criando assim confusões de raciocínio , que pode levar outros irmãos a ter essas memas idéias , por isso que é nescessário ter disciplina , mais acho que voces nunca vão entender isso não é pois pertencem ao mundo não é , e pessoas do mundo adoram isso mesmo , liberdade , de fazer o que querem , como querem e serem paparicados pelos outros , hoje em dia existe igrejas de surfistas , roqueiros , lutadores de jiu jitso , e até de homossexuais , é como se eles diseseem , " Deus eu te adoro , mais à minha maneira , como eu quizer , e não vou me ajustar aos seus mandamentos , é os seus mandamentos que tem que se ajustar a mim " , e francamente anonimo , as tjs não são assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ao anonimo que postou dia 8 de novembro,gostaria de dizer que mesmo sendo dissociado tambem concordo que pecadores impenitentes ou pessoas que tragam ensino contrario ao Cristo sejão espulsos da congregação isso é biblico, e que para evitar que sejam corrompidos também, os membros da congregação deve evitar associação com este homem, mas nem todos os desassociados e principalmente dissociados tem este perfil de pecador impentente, anticristo ou apóstata, algumas vezes um tropeço ex uma fornicação que se tornou pública e que mesmo arrependido o pecador tem de ser punido para deixar o exemplo, ou um pedido de afastamento por n motivos que não nescessariamente a pratica continua de um pecado ou apostasia. O problema é que ocorre na organização uma generalização dos casos colocando todos os que deixam a organização rotulados de inimigos de Jeová e que por isso devem ser tratados com odio e despreso. Eu mesmo era assim quando ainda Testemunha de Jeová, desprezava os desassociados da minha congregação era duro em meu julgamento e agora estou eu aqui fora sendo despezado peos meus irmão e amigos sendo odiado por uns poucos e imaginem, sendo cumprimentado cordialmente por aqueles(desassociados) a quem eu só dava o desprezo. A verdade e que com uma forçinha pequena e um sinal apenas de cordialidade dos seus antigos amigos se podessem dar uma encorajada nem que fosse pequena muitos voltariam a organização, fazer um caminho de volta que já é tão difil sem a ajuda de ninguem da congregação e um pouco desumano não precisava se associar mas um encorajamento apenas dos irmãos, daquele seu amigo as vezes o melhor amigo de uma vida, daria um animo para o filho pródigo arrependido que ao voltar para casa envergonhado é recebido de braços aberto pelo pai Jeová mas recebe ainda por um longo tempo o desprezo dos homens igualmentes fracos e pecadores que ainda na casa desfrutam das bençãos do amo.

      Excluir
  17. O que sei é que JESUS VEIO PARA CURAR OS DOENTES E NÃO AS PESSOAS SANS, se na hora que a pessoa mais precisa de ajuda, vira -se as costtas para ela,que mandamento é esse que vc pregam??
    onde fica amar o próximo como a ti mesdmo????
    ISSO PARA MIM, SÃO REGRAS DE HOMENS QUE QUEREM CORTAR O MAL PELA RAIZ, EM VEZ DE TENTAR AJUDAR A SE INDIREITAR.

    ResponderExcluir
  18. Eu perdi uma amiga que foi arrastada para a seita através de um membro da familia dela e por causa da porcaria dos jeovás fiquei sem amiga

    ResponderExcluir
  19. AMIGO...É DE LASCAR MESMO!COMEÇO A LER O POST,VEJO MEIAS VERDADES,TEXTOS SECUNDÁRIOS,ANÁLIZE DE CONTEXTOS, QUE O SUJEITO DIZ QUE AS TJS NÃO FAZEM, ETC..E DEPOIS VEM O BATIZADO DE TEXTOS EM CONTRAPARTIDA,TODOS TIRADO FORA DO CONTEXTO EXATAMENTE COMO ELE DIZ QUE AS TESTEMUNHAS FAZEM! MAS O PIOR É QUE ELE MENTE TAMBÉM! POIS DÁ A ENTENDER QUE UM ERRANTE NÃO RECEBE AJUDA.AO FINAL, QUANDO LEIO O NOME DO POSTANTE, NÃO SEI PORQUE NÃO FIQUEI SURPRESO! E ELE ESTÁ ESCREVENDO UM LIVRO!FEZ UM MARKTZINHO E TUDO,CERTAMENTE VAI GANHAR UNS TROCADINHOS SE SURGIR OFERTAS.O QUE ME DEIXA PERPLEXO É QUE DR. PASCOALNAIB TEM INTELIGÊNCIA MAIOR PARA CORRIGIR TAL FORMA TENDENCIOSA DE ESCREVER E INCLUSIVE FAZER CORREÇÃO NA FALTA DE ENTENDIMENTO DE COMO É FEITA A DESASSOCIAÇÃO ENTRE AS TJS.SUGIRO A VC,TJ
    ,QUE ACESSE OS SITES "TESTEMUNHAS DE JEOVÁ DEFENDIDAS" , "TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO DEFENDIDA" E "PEDRAS QUE CLAMAM"(E ESPERO QUE O PASCOAL NÃO COIBA MINHA POSTAGEM)POIS LÁ VCS PODERÃO COMPARAR O QUE SE DIZ POR AQUI COM O QUE IRMÃOS MADUROS E ERUDITOS DIZEM EM CONTRAPARTIDA,ISSO É JUSTO,OUVIR OS DOIS LADOS,E NUNCA TENHAM MEDO DE SE IDENTIFICAR,POIS VCS NÃO ESTÃO SOZINHOS!EU TENHO PLENA CONVICÇÃO DO QUE SOU E NO QUE ACREDITO E SEI QUE NENHUM ENSINO É PERFEITO,NEM MESMO O DELES.O CORPO GOVERNANTE É COMPOSTO POR IRMÃOS SINCEROS E IMPERFEITOS, SÃO SINCEROS E NESSE QUESITO ATÉ MESMO R.FRANZ DISSE QUE O CORPO GOVERNANTE ERA!

    ResponderExcluir
  20. Bem,sobrou um tempinho hoje e quero mostrar como o nobre professor,linguista etc.. tenta enganar,talvez até com sinceridade,alguns irmãos incautos!primeiro ele fala do filho pródigo e em seguida mente. vejam o que diz A SENTINELA de 74 pg.13:"Certamente, se o filho pródigo da parábola tivesse voltado embriagado para casa, talvez arrastando consigo uma de suas companheiras meretrícias, a reação do pai não teria sido a mesma. Mas o pai teve motivos para crer que o filho se chegava com a motivação correta, e, em vez de suspeitar o pior, o pai esperava o melhor e foi ao encontro de seu filho errante". no paragrafo 13 prossegue:" Nós também queremos hoje reconhecer que a melhor das evidências do arrependimento não são apenas palavras, formalmente declaradas, mas sim ações. (Veja 1 João 3:18.) Assim, quando alguns se chegaram a João Batista, (que batizava as pessoas em símbolo de arrependimento para o perdão de pecados), João não encarou sua ação formal como o fator mais importante ou como tudo o necessário. Antes, disse-lhes que fossem e ‘produzissem frutos próprios de arrependimento’, citando-lhes exemplos de tais frutos ou boas obras, tais como ter generosidade misericordiosa, abandonar a fraude e a extorsão, abster-se da hostilização de outros ou do falso testemunho contra eles. (Mat. 3:7, 8; Luc. 3:7-14) O apóstolo Paulo exortou similarmente as pessoas a que “se arrependessem e se voltassem para Deus por fazerem obras próprias de arrependimento”. (Atos 26:20) Assim, quando um desassociado abandona a prática errada que fez com que a congregação o removesse qual “fermento”, esta mudança pode ser considerada pelo menos como algum indício de que ele dá ‘meia-volta’ e se arrepende de seu proceder anterior. — Atos 3:19." ele passa a comentar então que dar carona,não ajudar um parente desassociado em caso de necessidade etc..é ensinado,veja o que diz a sentinela:"15 Em alguns casos, o desassociado talvez tenha um impedimento real para chegar a tais reuniões cristãs, embora tenha o desejo de fazê-lo. O lugar de reunião talvez esteja muito distante e não seja servido por transportes públicos. Ou talvez outras circunstâncias pessoais ou físicas possam ser um obstáculo sério a ir às reuniões. Num caso, uma senhora que havia sido desassociada gastou oito dólares de taxi para chegar a uma reunião. Ela informou os anciãos que queria assistir, mas não podia financeiramente continuar a arcar com tal despesa. Até mesmo demonstrou a genuinidade de seu desejo, certo domingo, por andar a pé toda esta distância. Se os membros da congregação vissem alguém assim ir tal distância até o lugar de reunião e tivessem lugar no carro para dar carona, não seria humanitário ajudar a tal pessoa?

    ResponderExcluir
  21. Quanto aos parentes que ele diz que não recebem ajuda em caso de necesidade a orientação é:" Em alguns casos, o filho ou a filha menores talvez sejam desassociados por algum proceder imoral e abandonem o lar. Mais tarde, tal pessoa poderá reconsiderar isso e pedir permissão de voltar para casa. A concessão disso cabe aos progenitores decidir, especialmente ao pai.
    21 Quanto a membros desassociados da família (não filhos ou filhas menores), que moram fora do lar, cada família terá de decidir até que ponto mantenham associação com tais. Não é algo que os anciãos congregacionais podem decidir por eles. O que interessa aos anciãos é que o “fermento” não seja novamente introduzido na congregação pelo companheirismo espiritual com os que foram removidos por serem tal “fermento”. Assim, quando um progenitor desassociado visitar o filho ou a filha, ou for ver os netos, e se lhe permitir entrar no lar cristão, não é isto de interesse para os anciãos. Tal pessoa tem o direito natural de visitar seus parentes consangüíneos e a sua prole. De modo similar, quando filhos ou filhas honram um progenitor, embora desassociado, por visitá-lo para ver como está passando ou quais as necessidades que possa ter, este ato em si mesmo não é companheirismo espiritual.

    ResponderExcluir
  22. Quanto à passagem de 2 joão 10 e 11 que ele diz estar fora do contexto,a frase do versículo 9(que ele propositalmente omitiu )fala sobre aquele que "se adianta e não permanece no ensino de Cristo",note,'não permanece',ou seja,alem dos enganador e anticristo,há tambem o que não permanece no ensino de cristo.Não poderia ser o anticristo pois o anticristo nem sequer crê no Cristo,nem poderia ser alguem que não conhecesse o Cristo pois esse alguem não permanece mesmo.

    ResponderExcluir
  23. Portanto,Cleber,João disse "todo aquele",o que naturalmente inclui o anticristo E os que não permanecem no ENSINO do Cristo que foi ampliado pelos apóstolos sob inspiração,por isso,no versículo 8 ele diz"acautelai-vos para que não percais as coisas que produzimos por trabalho".E vc sabe que a apostasia já estava em andamento como mostra a própia história. Vc tambem distorceu outros textos mas deixarei para próxima pois não sei se pascoal vai postar tantos comentários que fiz,quero ver se me respondes,ou vc ou ele.

    ResponderExcluir
  24. Boa tarde, é com pesar e imensa dor no coração que volto aqui hj para lhes expor a última resolução das Testemunhas de Jeová em relação a desassociados. Ontem estive na casa de meus pais para uma conversa, eles são Testemunhas de Jeová, sendo eu desassociada, hoje Cristã Protestante. Ele me informaram sobre uma ORDEM dada pelo "escravo", a qual os parentes de desassociados não mais poderão ter contato com os mesmos. Voltei para casa com o coração em cacos, chorei a noite inteira, e hj entrei aqui a fim de desabafar. Infelizmente mais uma decepção entre tantas que ja tive.

    enfim, aos estudantes, atentem para este texto, com mente aberta e coração puros:
    2 Tessalonicenses 3: 14, l5:
    "Mas, se alguém não for obediente à nossa palavra por intermédio desta carta, tomai nota de tal, parai de associar-vos com ele, para que fique envergonhado.
    Contudo, não o considereis como inimigo, mas continuai a admoestá-lo como IRMÃO."

    Meu email: gtbapr@hotmail.com

    Grata.
    Silvana Fátima Nunes

    ResponderExcluir
  25. Em primeiro lugar,a desassociação é bíblica e mesmo os responsáveis pelo blog reconhecem isto descordando apenas pelo tratamento dispensado.Portanto,se vc foi desassociada certamente foi porque não quiz largar o erro e isso talvez justifique o fato de sua nova religião protestante ou evangélica ser tão permissiva.Seja sincera e diga se sua desassociação não foi merecida?

    ResponderExcluir
  26. Quanto aos parentes,volto a repetir o que disse,e dessa vez citarei outra publicação: NOSSO MINISTERIO DO REINO 2002,pg 5,par 10 diz:" Sentinela trata de outra situação que pode surgir: “Que dizer quando um parente chegado, tal como um filho, o pai ou a mãe, que não moram na casa, é desassociado e depois quer mudar-se novamente para a casa? A família poderá decidir o que fazer, dependendo da situação. Por exemplo, o pai ou a mãe desassociados podem estar doentes ou talvez não possam mais cuidar de si mesmos em sentido financeiro ou físico. Os filhos cristãos têm a obrigação bíblica e moral de ajudar. (1 Tim. 5:8) . . . O que se fizer dependerá de fatores tais como as verdadeiras necessidades do pai ou da mãe, sua atitude e a consideração que o chefe da família tem para com o bem-estar espiritual da família.” — A Sentinela de 15 de dezembro de 1981, páginas 24, 25.
    11 Quanto a um filho, o mesmo artigo continua: “Pais cristãos às vezes, por algum tempo, acolheram de novo um filho desassociado que ficou física ou emocionalmente doente. Mas, em cada caso, os pais poderão avaliar as circunstâncias individuais. Viveu o filho desassociado sozinho, não podendo mais fazê-lo agora? Ou quer ele voltar principalmente porque seria uma vida mais fácil? Que dizer de sua moral e de sua atitude? Introduziria ele ‘fermento’ no lar? — Gál. 5:9.”
    é claro que a consciência de uns diferem de outros,presenciei casos em que o desassociado enviuvou e foi recebido de volta no lar com conhecimento dos anciãos e foi assim ajudado por ser aceito em seu lar natural.converse com seus pais e mostre esses artigos da revista mas,se mesmo assim, eles continuarem o tratamento vc vai culpar a religião? é melhor pecar por tentar ser correto do que por ser permissivo como grande maioria das religiões o são!

    ResponderExcluir
  27. O texto que vc citou de tessalonicenses não se trata de desassociação,paulo se refere ali a atitudes que merecem um,digamos assim,esfriamento nos tratos com o errante.mas ele não é expulso! agora note o que diz 1 coríntios 5:11,12 "Cesseis de ter convivência com QUALQUER(o que inclui parentes,não concorda?)que se chame irmão,que for fornicador,ou ganancioso,ou idólatra,ou injuriador,ou beberrão,ou extorsor,nem SEQUER comendo com tal homem...removei o homem iníquo de entre vós". Sua atitude é de quem quer permanecer no erro,não culpe os outros por isso.

    ResponderExcluir
  28. Reginaldo, vc é TJ? em primeiro lugar, vc não pode julgar minha conduta, pois desconhece os fatos, fui desassociada pq meu marido saiu de casa com outra mulher, mas enfim, não quero me redimir, de forma alguma, pois dou graças a Deus todos os dias por ter me aberto os olhos. Em segundo lugar, se vc é TJ, vc esta desatualizado, leia mais, estude mais, pois esta Resolução é bem recente, meus pais são idosos, doentes, e a congregação passou com documentos para eles, que não posse nem ao menos ajudar a cuidar deles. Em terceiro lugar, não julgue algo q vc não conhece, o protestantismo não é permissivo, de forma alguma, pelo contrario, em um ano frequentando esta religião, aprendi muito mais do q os 22 anos em q fui TJ, mas volto a afirmar q sou protestante por congregar la, mas não posso professar minha fé pois meu divórcio ainda não saiu, o q prova a vc, q minha religião não é permissiva, mais uma vez, se informe a respeito, vc esta muito desinformado. Tanto q Charles T russel, antes de criar as TJs era filho de Presbiterianos(protestantes Calvinistas). e quanto ao texto de 2 Tessalonicences, aprendi a muitos anos, com um ansião, de q se refere a desassociados sim.
    Mais uma vez, reforço, estude, informe-se, pois esta completamente desatualizado.
    E quanto a minha desassociação, em momento algum eu disse q não é bíblica, pelo contrario dou graças a Deus, repito, só assim, não ficam batendo na minha porta, me tirando a paciencia, e se fizerem isso, é simples, digo q sou desassociada e vão embora. Isso é mto bom, só sinto por não poder ter o msm relacionamento com meus pais, o tratamento q recebo de TJs pra mim, não faz diferença nenhuma, nenhuma msm.
    E se vc é TJ, não deveria estar falando comigo, pois eu sou desassociada, vc nem deveria se dirigir a mim, vc esta passivel a disciplina, sabia? até por entrar em um Blog de 'EX-TJ'. sei q as TJs são orientadas a não entrarem nestes sites, pois correm o risco de serem corrompidos.
    Se vc é TJ, saia daki correndo antes q t disciplinem, e se vc não é TJ, por favor, informe-se antes de postar ou julgar qualquer pessoa, ok?
    Meu email pessoal
    gtbapr@hotmail.com


    na Paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  29. ahhh, Reginaldo, te recomendo o site Sociedade Torre de Vigia de Biblias e Tratados, entre la, é mais apropriado para vc.

    ResponderExcluir
  30. www.watchtower.org/t/index.html

    ai vai o link pra facilitar...

    ResponderExcluir
  31. E ainda, o fato de eu não querer mais ser TJ, não quer dizer q eu não esteja concertando meu erro...

    Amar a Deus Jeová nada tem a ver com ser TJ.
    Apenas conheci uma religião onde me falam a verdade, só isso.

    A desassociação é bíblica, o q não é bíblico é cortarem laços familiares, como se estivessem no lugar de Deus.
    Ahhh
    Faz favor, é inaceitável, pra não mencionar o q realmente penso.

    Estou aguardando minhas postagens aki.
    Bom dia.

    ResponderExcluir
  32. Desassociada por que seu marido saiu de casa com outra mulher? tenha paciência! sou testemunha de Jeová sim e não me intimida vc dizer o que disse pois estou defendendo minha fé e não batendo papinho com vc que está tentando denegrir.Estou muito bem informado com tudo que vcs falam e te digo que 90 por cento do que dizem sobre as tjs é mentira ou meias verdades,como este post acima.Os protestantes não são permissivos? a quem vc pensa que engana com isso? se precisar até se matam numa guerra!quanto a informação de que vc não pode cuidar de seus pais é mentira sua,cabe a seus pais decidir...agora se vc vai lá e quer meter na cabeça deles suas idéias erradas(não estou dizendo que seja isto) então concordo com eles,nem eu aceitaria.Vc é que está desinformada da minha religião e da sua. quanto a visitar o blog é problema meu e não seu assim como o real motivo de sua desassociação é problem seu.Agora, não minta dizendo que foi desassociada por causa do marido porque isso é mentira sua.As informações sobre desassociação são as que postei acima,algumas outras são transmitidas em outros contextos de estudos de modo que só repetem trechos ou situações novas.

    ResponderExcluir
  33. Ao administrador do site, obrigada por permitir que eu me defenda, e sempre q eu puder, vou postar algo para expor estas atitudes extremistas, e evitar q outras pessoas de bem, se batizem e fiquem presas para sempre naquelas correntes, pois mtos não saem de lá pq tem medo de perder parentes e amigos.
    Hj estive conversando com meus pais sobre este blog, falei sobre as diversas ações existentes contra a torre, e decidimos, com a graça de Deus em Nome de Jesus Cristo, manter nossos laços de amor e fraternidade, e se a torre continuar insistindo em nos afastar, moveremos uma ação contra a torre pod discriminação e preconceito.

    Com certeza, as matérias q encontrei neste blog me ajudaram muito.
    Obrigada mesmo.

    ResponderExcluir
  34. Sr. Pascoal,coloquei um post aqui em resposta ao comentário acima mas vc o ocultou.A atitude de não respeitar o direito de defesa não é correta.Vc sabe que a sil exagerou e mentiu sobre as testemunhas de jeová e esta é uma tendência que vejo nos sites dos críticos de plantão!

    ResponderExcluir
  35. Poderia dizer porque meu comentário foi silenciado?

    ResponderExcluir
  36. eu vi esse blog e como sou testemunha de Jeová tenho uma sugestão... entrem em contato com a organização e exponham suas dúvidas e críticas humildemente saberao que por trás das respostas que irão receber de pessoas maduras está uma base bíblica e as testemunhas consideram ela como a palavra de DEUS inquestionável poderá um homem questionar ou redarguir a Deus por favor pensem bem...será que não estou sendo crítico demais? inconformado com a vida?

    ResponderExcluir
  37. seus tjs ignorantes, nem provando nas proprias pubblicaçoes de voces as artimanhas da torre e suas contradiçoes voces nao dao o braço a torcer. cuidado 2034 esta ai....

    ResponderExcluir
  38. Parabéns por seus comentários. Foram bem diretos. A intolerância deve ser combatida.

    ResponderExcluir
  39. Paz e Graça a todos!

    Preferi deixar os comentários do post crescerem bem antes de opinar. Vi que um dos mais ardorosos defensores deste post é Reginaldo (sem sobrenome nem outra identificação), por isso me dirigirei a ele – ainda que as palavras sejam extensivas aos demais comentaristas.

    Sr. Reginaldo, obrigado pelas suas observações. São realmente pontuais, embora várias vezes o sr. tenha agido com falta de respeito por mim e pelo que acredito, consubstanciado nas palavras que escrevi. Todos os pontos que foram por ti copiados e colados das publicações da Torre, falando sobre a validade da desassociação, são pertinentes, e conheço a todos, afinal, foram 16 anos como TJ, sendo pioneiro regular, pioneiro especial e no comando de congregação, tendo acesso a todo tipo de documento da cúpula que o sr. nem possa imaginar, os quais demonstram várias vezes a preocupação maior com a “santidade” da Organização em detrimento do fator humano.

    Lamento, contudo, ter observado que o sr. não leu em absoluto, de forma honesta, o meu artigo. Se o tivesse feito, veria que EM NENHUM MOMENTO SOU CONTRA A DESASSOCIAÇÃO. Ela é bíblica. Manter a casa de Deus pura e santa é dever da liderança. O problema, insisto, é com a atitude desumana dada aos membros, mesmo depois de terem se arrependido.

    Só para lembrar: Pedro NEGOU A JESUS, e três vezes. Se fosse nos dias de hoje, e se ele fosse Testemunha (coisa impossível), seria desassociado por apostasia. Mas o Senhor Ressuscitado foi rápido em ir ao seu encontro e oferecer perdão total, no episódio descrito em João 21: 15-17. Nunca vi em todos os meus anos como TJ nenhum ancião fazer algo semelhante, e em nenhuma das cartas que constam nos arquivos das congregações há orientação semelhante. Se existe, ficaria muito agradecido se me enviasse uma comprovação.

    ResponderExcluir
  40. Outra coisa: sugiro que, assim como o TJ7, Pedras que Clamam e outros “apologistas” tejotianos, você continue no obscurantismo de sua identidade... não deixe que saibam que você está defendendo sua religião na internet, afinal, conforme o Nosso Ministério de 09/07 p. 3, o “escravo fiel e discreto” não apoia quaisquer publicações, reuniões ou páginas na internet que não sejam produzidas ou organizadas sob a supervisão dele”. Traduzindo: VOCÊS SÃO PASSÍVEIS DE DESASSOCIAÇÃO SE CONTINUAREM DESOBEDECENDO SUA LIDERANÇA. Se você continuar defendendo os demais “irmãos cultos” que têm blogs, sites e outras mídias para defender sua fé estará agindo com espírito de rebelião, indo de encontro à orientação do mesmo "Nosso Ministério" citado acima, que diz:

    “É elogiável querer usar as habilidades mentais para apoiar as boas novas. No entanto, nenhuma pesquisa pessoal deve desmerecer o que Jesus Cristo está realizando hoje por meio de sua congregação na Terra. No primeiro século, o apóstolo Paulo avisou sobre o perigo de se envolver em assuntos que cansam e que consomem tempo, como as “genealogias, que acabam em nada, mas que fornecem mais questões para pesquisa do que uma dispensação de algo por Deus em conexão com a fé”. (1 Tim. 1:3-7) Todos os cristãos devem se esforçar para se esquivar “de questões tolas e de genealogias, e de rixas e lutas sobre a Lei, porque são sem proveito e fúteis”. — Tito 3:9.”

    Reflita nisso... Talvez você perceba como o Corpo Governante quer reduzir e limitar a opinião própria e o livre pensamento de seus agregados.

    Um grande abraço, e desejo tudo de bom!

    ResponderExcluir
  41. Cleber,não sou apologista coisa nenhuma e nem precisa ser para notar a propaganda que vc fez e se vc considera isso desrespeitoso mude então sua atitude ao falar de nós.Vc usou de meias verdades no assunto da desassociação e fez péssima aplicação de textos e eu o corrigi,apenas isso! e agora,está usando de meias verdades de novo na questão da internet.Interessante que vc não citou o nome de alguns tjs que se identificam em seus sites e blogs,e que continuam como tjs ativos,porque será? se eu der meu sobrenome mudará algo? o que vc exigirá em seguida?meu telefone?meu endereço? minha congregação para fazer fofocas de mim?pois fique sabendo que não estou ocultando isso de nimguém e continuo sendo respeitado pelos que me conhecem,portanto,se te apegar a isso perderá seu tempo.larga de ser bobo e presta atenção ao que eu escrevi e se vc conhece tais informações porque as ocultou de seu artigo? vc poderia nos informar,por favor,onde vc serviu como pioneiro especial? a princípio vou terminar por aqui,e,Cleber,eu estou longe de desmerecer o que Jesus tem feito.E novamente mentiu,O corpo governante jamais reduziu ou limitou minha opinião eu sou mais livre do que vc e sei também bem mais do que vc da instrução dada para que os anciãos visitem 1 vez ao ano alguns desassociados que demonstrem certo arrependimento afim de prestar-lhe ajuda,se vc sabe disso porque disse o contrário? com base no que segue me diga quem está contando as coisas pela metade para que hienas espirituais evangélicas se alimentem?

    ResponderExcluir
  42. " Alguém talvez tenha abandonado a grave transgressão pela qual foi desassociado. Outro talvez tenha sido fumante, ou talvez no passado bebesse demais, mas atualmente não tenta induzir outros à transgressão. Lembre-se de que mesmo antes de o exilado Israel se voltar para Deus, este enviou representantes instando-os a retornarem. Se Paulo ou os anciãos na congregação de Corinto tomaram alguma iniciativa para verificar a situação daquele homem desassociado, a Bíblia não diz. Quando aquele homem se arrependeu e deixou de praticar imoralidade, Paulo ordenou que a congregação o readmitisse. Algumas pessoas como essa se arrependeram e foram readmitidas. Tais resultados felizes indicam que talvez existam desassociados ou dissociados que reagiriam bem a uma misericordiosa aproximação da parte dos pastores. Mas, como podem os anciãos cuidar deste assunto? Uma vez por ano, o corpo de anciãos deve verificar se há tais pessoas morando em seu território. Segundo as circunstâncias, se for apropriado, eles designarão dois anciãos (de preferência conhecedores da situação) para visitar tal indivíduo. Não se visitará alguém que manifeste uma atitude crítica, perigosa, ou que tenha avisado que não deseja ajuda. — Romanos 16:17, 18; 1 Timóteo 1:20; 2 Timóteo 2:16-18.
    Os dois pastores podem telefonar para verificar a possibilidade de fazer uma breve visita, ou poderiam passar na casa da pessoa, numa ocasião apropriada. Durante a visita, não precisam demonstrar uma atitude rígida ou severa, ou mesmo fria, mas devem calorosamente refletir sua preocupação misericordiosa. Em vez de trazer a tona o passado, podem considerar textos bíblicos tais como Isaías 1:18 e 55:6, 7 e Tiago 5:20. Se a pessoa estiver interessada em retornar ao rebanho de Deus, eles poderão bondosamente explicar que passos ela deve dar, tais como ler a Bíblia e as publicações da Sociedade Torre de Vigia e assistir às reuniões no Salão do Reino.
    Esses anciãos terão necessidade de sabedoria e de discernimento para determinar se há indicações de arrependimento e se seria aconselhável uma visita posterior. Devem ter em mente, é claro, que alguns desassociados jamais serão ‘reanimados ao arrependimento’. (Hebreus 6:4-6; 2 Pedro 2:20-22) Notou,Cléber,se for aconselhável poderão ser feitas visitas posteriores para ajudar um desassociado.(Sentinela 1991)Seja humilde,rapaz!!!

    ResponderExcluir
  43. Para as Testemunhas de Jeová, a desassociação equivale à excomunhão católica, mas eles vão além. Os membros da congregação, incluindo amigos e até familiares do desassociado, são instruídos a cortar relações e sequer dirigir-lhe a palavra, sob pena de também serem alijados da comunidade.Veja esse caso: As Testemunhas de Jeová ensinam que Jesus voltou em 1914, e que os santos ressuscitaram em 1918. Mesmo não tendo nenhuma prova para tal ensino, se uma Testemunha de Jeová chegar a conclusão que este ensino é errado, ele será expulso da organização e passará a ser evitado por todos da congregação.Por causa desse ensino existem milhares de famílias desfeitas em todo o mundo. Eu mesmo fui abandonado por quatro filhos devido a minha saída da Organização Torre de Vigia em 1993. Meus filhos moram em São Paulo, mas não mandam nem noticia e nem querem manter nenhum contato comigo. Tudo isso por causa do ensino da organização. Pois se algum dos meus filhos resolverem conversar comigo, também será expulso da organização.

    ResponderExcluir
  44. Olha isso!! nem Carl Jonsson,foi desassociado por ter dúvidas sobre isso e sim por tentar minar a fé dos outros em um ensino que tem sim provas bíblicas e históricas,quanto a se existem outras interpretações sobre o assunto é outra coisa. Existem fortes evidências de que 1914 é uma data profética. Não é verdade que seus filhos serão expulsos por conversarem contigo,Isso se chama mentira.

    ResponderExcluir
  45. EU FUI DESASSOCIADA E PORCAUSA DE FAMILIARES EU VOLTEI A EI VI MESMO A EMPRESTAVEL TORRE DE VIGIA .CASEI AS PRESSAS PRA SER ACEITA ESSA GENTE NAO PRESTA ELES NAO TEM AMOR E POCO LIGAM SE VC VAI SOFRER OU NAO TUDO TEM QUE SER DO JEITO DELES SE DANE COM VC .NINGUEM VOLTA PELO ARREPENDIMENTO MAIS SIM PRA VOLTAR TUDO AO NORMAL ELES NAO PRESTAM AI A GENTE TEM ILUSAO QUE ESTA VOLTANDO POR CAUSA DE DEUS MENTIRA ...GENTE QUE NAO PRESTA PRESSAO É POR ISSO QUE VOLTAMOS A MINHA VIDA É DEVASTADA POR CAUSA DELES ORO TODO DIA PRA DEUS ME AJUDAR COM O RESTO QUE TENHO HJ TENHO 32ANOS LONGE DA MINHA FAMILIA "MUNDANA"E SEM OS TJS JA TRATEI DE DEPRESSAO ...MAIS O MEDICO A HORA QUE EU FALEI QUE ERA TJ NA EPOCA FEZ UMA CARA...MAS NAO DISSE NDA .HJ COM JESUS NA MINHA VIDA E O ESPIRITO SANTO DE JEOVA NAO TOMO MEDICACAO NENHUMA EU ERA REVOLTADA MEU FILHO PERGUNTAVA DO PARAISO MEU PAI HAVIA FALECIDO MINHA VIDA FOI SÓ JESUS.EU QUERO VER ESSA RELIGIAO FORA DO MUNDO .DESTRUIDA SE POSSIVEL .AS COISAS BOAS QUE ENSINAM NAO COMPENSA AS RUINS QUE PASSAMOS .MUITO OBRIGADO PERDAO POR QUALQUER COISA .MAIS PARABENS PELO SEU TRABALHO ,PERFEITO PROVA DE UM AMOR TREMENDO MEU PAI MORRER SEM VER ,E ELE ERA REVOLTADO MAIS NAO TINHA INTERNET E AS PESSOAS TINHAM MEDO HJ É DIFERENTE .COM A INTERNET ESTAMOS COMO CUPINS.EU CREIO QUE ESSES QUE DEFENDE ESTAO BALANCADOS DE ALGUMA FORMA E COMO VAZIOS VAO CAIR EM SI..MUITO OBRIGADO MESMO ATÉ MEU MENINO DE 12 ANOS EU MOSTRO PRA ELE TA DIFICIL MAIS EU TENHO FÉ MUITO OBRIGADO SEU TRABALHO É LINDO

    ResponderExcluir
  46. Dani é mais um caso exemplar de pessoa que foi fustigada pela Torre. Obrigado pelas palavras e pelo testemunho. Mantenha a fé! Cristo está acima de qualquer denominação, nunca esqueça disso!

    ResponderExcluir
  47. Só gostaria de fazer um comentário a aqueles dissociados ou desassociados que acreditam terem perdido o favor de Jeová pela saida da organização, se você ainda ama a Jeová se tem zelo pelos seus mandamentos e procura dentro do que é possivel obedecer a Deus tenha certeza que Jeová não o esqueceu ore a ele quando tiver vontade e ele o escutara, o apartar se de Deus só você pode decidir assim como o achegamento, tenho certeza que Jeová não deu tamanho poder aos homens, pecadores e de mente limitada que são os nosso juizes na congregação. Só você pode decidir se afastar ou se aproximar de Deus e não outra pessoa aqui na terra, o relacionamento com nosso Deus é aberto e não depende da permição de nenhum homem.

    ResponderExcluir
  48. Olá, eu sou testemunha de Jeová, mas realmente, desde que comecei a raciocinar, percebi que as TJ não fazem o quê Jeová realmente quer. Mas eu vou continuar seguindo a religião, pois quero tirar de lá meus pobres estudantes que, por minha culpa, acreditam agora fielmente que as TJ serão as únicas a serem salvas...

    ResponderExcluir
  49. Conheço uma montanha de TJ, 90% tem depressão...

    ResponderExcluir
  50. Boa noite Sr Cleber e a todos que desabafam e procuram uma palavra amiga de conforto nesse Blog. Parabéns por tudo,no momento estou lendo tudo que é publicado em vários blogs e também apologistas e pedras que clamam....confesso que gostei muito dos "Pedras que clamam" pela abrangência dos temas e citações nas publicações e etc.Acredito que todos estão fazendo um ótimo trabalho e apesar da sinceridade dos autores fico constrangido quando alguns na fúria do artigo até xingam e tratam de várias formas o nome de Jeová. Eu sou tj e estou afastado devido ter sofrido terrivelmente as mãos daqueles que representam a jeová e ainda são chamados de estrelas na mão de Jesus (Anciãos) O abuso de Poder,a falta de Amor,a crueldade e etc tal, é insuportável e inadmissível.Sei que todos nós somos imperfeitos e que devemos perdoar e suportar uns aos outros,mas depois de LER "CRISE DE CONCIÊNCIA" e "EM BUSCA DA LIBERDADE" de Raymond Franz,meus olhos se abriram pra a realidade de uma forma espantosa.Sei que tudo que lí não é mentira e nem coisa de satanás como o CG ensina e obriga a todos nós a pensar. Embora eu esteja sem assistir as reuniões e nem fazendo o serviço de campo,fico ainda apreênsivo no TEMA Dessasosiado ou Dissociação...não cometir nenhum pecado grave e nem escrevir uma carta pedindo Dissociação e nem deixei claro meu desejo de me livrar dessa Religião e dessas pessoas da Dianteira que fazeram tanta maldade a mim e ainda fazem a tantas pessoas que conheço. Constatei o quanto o CG tem aterrorizado milhões de irmãos em todo o Globo terrestre com o MEDO,a CULPA e a PUNIÇÃO. Tantos ERROS cometidos,FALSAS PROFESIAS, e Tantas INCOERÊNCIA que gerou e gera vasto sofrimento é demais pra suportar e ainda CRÊR que Jeová apóia essa Religião...se é que um dia apoiou. Não Posso Suportar ver essa falta de AMOR para com deside SAIR dessa Religião por que não concorda e com as ÁRBITRARIEDADES da cúpula chamada Corpo Governante das TJ,que são a autoridade máxima na Organização. Passei praticamente toda toda minha vida dentro da Organização andando com fé e obediência CEGA e recebi PATADAS....e HIPOCRISIA é enorme e o AMOR que tanto se prega e se ver nos vídeos da Organização é pura FICÇÃO. 28 anos ACORRENTADO e SUBMISSO a regras,ensinos,oriêntações e normas de HOMENS,que dizem ser REPRESENTANTES diretos Jeová,sua palavra é LÉI e quem não concorda é perseguido,alvejado e derrotado. em outra ocasião eu continuo minha História,mas digo a todos que ainda defende a organização com unhas e dentes... que a verdade apresentada para nós não é tão verdade assim.,e que o pior cego é aquele que não quer ver. Estou Absolutamente muito decepcionado,não com Jeová o meu e eterno Deus,e nem com Jesus Cristo o meu Senhor,eles continuarão sempre na minha vida e no meu coração,seja láqual for a decisão definitiva que eu fizer.Pois eu os Amo muito,e não permitirei que um amor cego me impeça de enchergar aceitar e encarar a verdadeira realidade....que Jeová e nem seu santo espírito não mais habita e nem apoia essa organização que tanto confiei e servi (pensando que estava servinda a Deus) por tantos anos pois já tenho 44 anos de vida e nem tive uma adolecência sadia e normal como qualquer pessoa...conheci muita gente maravilhosa e fiz amigos sinceros,mas também tive muitos falsos amigos e hipócritas dispostos a me passar a perna,a me trair e me virar as costas no primeiro momento de decadência ou fraqueza espiritual(como eles dizem) 1joão 4:8 diz "Deus é amor"....o Amor seria o único Dom que permaneceria enquanto os outros(dons)cessaria.O Apóstolo Paulo admoestou "Se eu falar em línguas de homens e de anjos,mas não tiver amor,tenho me tornado um pedaço de latão..." 1 Cor 13:1,8,13 " Agora,porém,permanecem a fé,a esperança,o amor.,mas o maior destes é o AMOR."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Bom você ter achado o livramento, continue assim, mesmo meu irmão e nunca deixe de estudar a bíblia que e a legitima palavra de DEUS ou Jeová como preferir pois o que importa para DEUS não sobre como falamos o nome dele mas como adoramos e servimos a ele.

      Excluir

Esse espaço é para um diálogo construtivo...agressões, palavrões ou mesmo ataques pessoais vão ser solenemente excluídos. Comentários que tem uma base de raciocínio e um desejo sincero para aprofundar sobre os temas citados serão muito bem recebidos e publicados. Seria interessante (não obrigatório)ao postar o usuário se identificar!